Economia paranaense terá uma injeção de R$ 1,35 bilhão | Fábio Campana

Economia paranaense terá uma injeção de R$ 1,35 bilhão

O Governo do Estado pagou nesta sexta-feira (19) o décimo-terceiro salário em parcela única aos servidores públicos estaduais ativos, aposentados e aos pensionistas. A medida injetará cerca de R$ 1,35 bilhão na economia do Estado. Valor um pouco superior, de aproximadamente R$ 1,41 bilhão, será depositado até o fim de dezembro, como pagamento do salário mensal, totalizando mais de R$ 2,76 bilhões em circulação.

Serão contemplados com os pagamentos 203,6 mil servidores ativos do Poder Executivo e órgãos da administração direta e autárquica, e 106 mil aposentados e pensionistas.

Com a perspectiva de valorizar o funcionalismo, a administração estadual, durante os quatro anos de governo, além dos reajustes anuais preconizados pela legislação para todos os servidores, realizou correções salariais para diversas categorias que tinham vencimentos defasados havia anos, em alguns casos acima de 50%. Também foram realizadas contratações de cerca de 32 mil servidores, particularmente para as áreas de Educação, Segurança Pública e Saúde.

Para a secretária da Administração e da Previdência, Dinorah Botto Portugal Nogara, o que tem prevalecido entre o governo, os servidores e suas representações sindicais é o diálogo permanente e o respeito. “Desta forma, pudemos conversar com transparência sobre as dificuldades econômicas e financeiras do País e do Estado e tomar atitudes com responsabilidade”, disse a secretária.

Um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) estima que cerca de 5,1 milhões de paranaenses estavam aptos a receber o 13º salário este ano, colocando em circulação R$ 8,5 bilhões referentes a esse benefício. Algumas categorias recebem de forma parcelada, embora o montante maior seja depositado no fim do ano. Os R$ 1,35 bilhão do funcionalismo público representam 16% do total.


Um comentário

  1. andre albara
    segunda-feira, 22 de dezembro de 2014 – 11:34 hs

    mas quem tirou férias em dezembro e janeiro não irá receber. pra onde foi essa grana mano? afinal o estado aumentou a arrecadação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*