Casal é preso acusado de torturar filho de 4 meses em Rio Branco do Sul | Fábio Campana

Casal é preso acusado de torturar filho de 4 meses em Rio Branco do Sul

Da Banda B:

Um casal foi preso acusado de torturar o próprio filho de apenas quatro meses em Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba, na manhã desta sexta-feira (12). Segundo as investigações, o pai Jorge Costa, de 22 anos, foi apontado como o agressor, enquanto a mãe, Suellen Ribeiro Lourenço, 18, foi detida por conivência com o crime.

A denúncia indicou que o acusado agredia o bebê com cortes, banhos de água fria e sufocamentos. O bebê apresentava sinais de machucados e mordidas no rosto, além de cicatrizes. A mãe declarou aos policiais que não levou o caso às autoridades porque o companheiro a ameaçava de morte.

Ela contou ainda que o filho era amamentado apenas com água e açúcar. Ele foi internado com sinais de desnutrição no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba.
A prisão do casal foi resultado de um trabalho conjunto das Polícias Militar e Civil com o Conselho Tutelar da cidade.


3 comentários

  1. CRISTOVÃO
    domingo, 14 de dezembro de 2014 – 15:40 hs

    GUERRA É GUERRA, O TRATAMENTO DEVE SER O MESMO, O CASAL DEVERIA SER TRATADO COM ÁGUA COM AÇÚCAR TAMBÉM

  2. Marcos
    domingo, 14 de dezembro de 2014 – 20:15 hs

    É uma barbaridade!!!!Amor, valores , princípios não existem mais. Crianças inocentes, vítimas de crueldades. Com um marmanjo com certeza eles não fariam isso, tem que ser com alguém indefeso, que não possa confrontá-los e se defender. Infelizmente isto acontece no mundo todo, com crianças, idosos, animais, é tanta coisa que fazem, que nem imaginamos as barbáries que são cometidas. Falta um pouco de religião nos corações!!!!

  3. Juliana da Luz
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 16:17 hs

    Estou chocada, nem sei o que comentar, não sei se só ficar na prisão é o bastante pra essa gente se é que podemos chamar esses vadios de ser humano, nem animal faz isso com filhotes, é muita revolta meu Deus

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*