Alep homenageará Câmaras que economizaram recursos | Fábio Campana

Alep homenageará Câmaras que economizaram recursos

rossoni - 1

A Assembleia Legislativa do Paraná homenageará na tarde desta terça-feira (16) as Câmaras Municipais que, a exemplo do que o Legislativo estadual realizou nos últimos quatro anos, adotaram medidas de austeridade e proporcionaram economias em benefício das comunidades locais. A proposição é do presidente da Alep, deputado Valdir RossonI (PSDB).

A ideia da homenagem surgiu depois que a Comissão Executiva da Assembleia implantou medidas administrativas saneadoras, a partir de fevereiro de 2011, com isso poupando mais de R$ 600 milhões de seu orçamento. Os valores retornaram ao Executivo, que os aplicou em obras nas áreas de saúde e assistência social, além de atender carências municipais nas várias regiões do estado.

As medidas da Alep serviram de exemplo para diversas Câmaras Municipais. No último exercício (2013), quase 300 legislativos municipais deixaram de utilizar o total da verba orçamentária a que tinham direito em decorrência de uma gestão racional e eficiente. Todas receberão menção honrosa.

E as 16 que ficaram no topo da lista pela devolução superior a 40% de seus recursos orçamentários receberão uma homenagem especial. Entre elas estão a Câmara Municipal de Cafelândia (R$ 62,80% de economia), Andirá (55,56%), Mangueirinha (54,69%), Campina da Lagoa (54,35%) e Bom Jesus do Sul (54,14%). As demais homenagens especiais serão prestadas às Câmaras de Munhoz de Melo, Jandaia do Sul, São Jorge do Patrocínio, Japurá, Bom Sucesso, Bom Sucesso do Sul, Porto Vitória, Pato Branco, Joaquim Távora, Bela Vista do Paraíso e Tibagi.

“É gratificante saber que muitas câmaras municipais paranaenses entenderam o esforço que fizemos para moralizar a Assembleia Legislativa e seguiram nosso exemplo, reduzindo gastos e permitindo a aplicação dessa economia em novas obras. Só isso já valeria toda a nossa luta, os obstáculos que enfrentamos para implantar medidas duras e poupar mais de meio bilhão de reais ao longo de quatro anos”, disse Valdir Rossoni.

“Mais importante ainda é saber que essa transformação veio para ficar e motivar a população, apoiada pelos parlamentares que empunharam esta bandeira, a exigir e cobrar a continuidade deste trabalho, uma vez que ele atende aos anseios de quem exerce com honestidade a missão de representar o cidadão paranaense”, completa.


5 comentários

  1. Mauro
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 10:32 hs

    Em Foz do Iguaçu a situação beira o oportunismo, ao mesmo tempo em que o presidente da Câmara faz aquela pose devolvendo um cheque de tamanho escomunal a Prefeitura, no orçamento da Prefeitura, consta um aumento obsurdo de repasse para o orçamento da Câmara em 2015.
    Seria para a devolução de outro cheque?
    Coisa pre ingês ver e eleitor desinformado acreditar!

  2. Carlos Armando
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 10:48 hs

    Acho que um reconhecimento é merecido para os vereadores que tem conciência da coisa pública. Agora, a ALEP também tinha que fazer uma divulgação das Câmaras que mais gastam como a de Foz, Araucária, Curitiba. Prá ter um idéia os Vereadores de Araucária e Foz tem mais assessorias que um deputado.

  3. Luiz Eduardo
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 12:07 hs

    Demagogo, sem vergonha, vai logo para Brasilia para deixar o Paraná longe das suas mentiras, demagogias e ilusionismos. Não teve nem a boa vontade de taxar os aposentados e pensionistas da mesma forma que o governador concede os eventuais aumentos, parceladamente. 5% em 2015, 8% em 2016 e 11% em 2017. De todo este cenário, a grande porrada vai ficar sobre os infelizes aposentados e pensionistas do Pr Pevidência.

  4. VERDADE
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 19:51 hs

    Meu Deus! Vai pra Brasília seu sem noção…

  5. Vicente Solda
    terça-feira, 16 de dezembro de 2014 – 22:35 hs

    Mauro, não é diferente aqui em Rio Azul.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*