As articulações de Janot que podem livrar Dilma das investigações | Fábio Campana

As articulações de Janot que podem livrar Dilma das investigações

janot_1
Procurador-geral da República tenta impedir que investigações cheguem ao Palácio do Planalto

Mário Simas Filho

Há sete meses o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vem se reunindo com representantes das empreiteiras envolvidas no esquema de corrupção instalado na Petrobras e investigado pela Operação Lava Jato.

ISTOÉ apurou que de maio até a última semana foram realizados pelo menos quatro encontros com a presença do próprio Janot e outros dois com procuradores indicados por ele (leia quadro nas páginas seguintes).

O objetivo dessas conversas, que inicialmente foram provocadas pelos empresários, é o de buscar um acordo no Petrolão.

No Brasil, onde a legislação da delação premiada ainda engatinha, não é comum que o chefe do Ministério Público mantenha conversas com representantes de empresas envolvidas em um processo criminal.

Mas, em se tratando de um caso com a alta octanagem que têm as investigações da Operação Lava Jato, as reuniões de Janot com os empreiteiros não poderiam, a princípio, ser tratadas como um pecado.

Trata-se de uma prática comum nas democracias mais maduras, cujo principal objetivo não é o de evitar punições, mas o de acelerar as investigações e permitir que o Estado adote medidas concretas e imediatas para evitar a repetição de atos criminosos.

O problema dos encontros de Janot é que, segundo advogados e dois ministros do Supremo Tribunal Federal ouvidos por ISTOÉ na última semana, o acordo que vem sendo ofertado pelo procurador-geral nos últimos meses poderá trazer como efeito colateral a impossibilidade de investigar uma suposta participação do governo no maior esquema de corrupção já descoberto no País. Na prática pode ser um acordão para livrar o governo.


20 comentários

  1. Palpiteiro
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 14:37 hs

    Será que almeja uma curul no pretório excelso?

  2. Juca
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 15:51 hs

    Esse Janota vai envergonhar o Ministério Público.

  3. domingo, 7 de dezembro de 2014 – 16:35 hs

    Que tipo de Procurador-geral da República nós temos. O simples fato de se encontrar com empreiteiras pessoalmente nos dá uma idéia de como esse processo vai ser levado. As empreiteiras teriam que enviar petições, por intermédio de seus advogados, para pedirem a DELAÇÃO PREMIADA – DOA A QUEM DOER. Conforme a proposta deveriam, no encontro, os mesmos terem sido presos. Quiçá estão acertando, mais um golpe contra a Nação, em BLINDAR a famosa Presidente do CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA PETROBRAS, que autorizou a compra de PASADENA ou PASEDINA (USA) E ATUAL PRESIDENTE DA REPÚBLICA, que deu um prejuizinho de R$2,5 BILHÕES DE REAIS (dois bilhões e meio de reais), fora a propina que deve ter recebido por um contrato que o maior analfabeto do mundo não assinaria.

  4. Paolo
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 16:55 hs

    Nem Dilma, nem Lula, sequer Vaccari, serão incomodados, uma vez que TODOS OS QUE DEVERIAM INVESTIGÁ-LOS E PUNI-LOS FORAM POR ELES NOMEADOS, desde o chefe da PGR, incluindo 90% dos ministros do STF! Todos devem favor a Lula e/ou a Dilma, porque nenhum deles teria estatura e conhecimentos para desempenhar a função, ou seja, foram nomeados em virtude de serem afinados ideologicamente com os larápios do PT/3%!!!!!!
    Quanto a Vaccari, ele, junto com outros larápios petistas, deu um golpe em milhares de pessoas, naquele episódio da Bancoop!!! Isso faz mais de uma década e NUNCA FORAM PUNIDOS, pelo simples fato do Judiciário tremer de medo de Lula e Dilma e de seus barbudinhos fedorentos!!!
    Fosse um país minimamente decente, todos estariam presos!!!
    Aquele ministro do STF, também capacho do PT/3%, que disse que a punição dos mensaleiros petistas foi “um ponto fora da curva”, ou seja, o normal é a IMPUNIDADE!!!

  5. ATENTO
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 17:03 hs

    SERÁ QUE ELE DORME TRANQUILO OU TEM QUE APELAR PARA UMA DOSE DE RIVOTRIL???

  6. Mathahari
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 17:18 hs

    Mais um crápula travestido de Magistrado? O Brasil não suporta tanto cafageste junto em um só governo.

  7. Do Interior....
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 18:07 hs

    Petrolão vai ser igual ao mensalão: Só pegaram cana alta quem operava o sistema e não os beneficiários diretos, a cúpula do petê.

    Petê. Sinônimo de falcatruas, inimigo da democracia, laços com ditaduras sanguinárias, amigo dos terroristas e bandidos e ódio ao trabalhador, a quem produz e quem discorda de suas ideologias fascistas.

  8. domingo, 7 de dezembro de 2014 – 18:23 hs

    Vamos para as ruas,nos tomaram nossas armas,mas a malandragem,esta armada?

  9. Selbach
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 19:16 hs

    Pelo jeito o procurador está procurando um jeito de ajeitar as coisas para que a Justíça diga que tudo não passou de engano e que os milhões que estas empresas desviaram com ajuda da turma do PT era de mentirinha e que a delação que os empresários fizeram foi com tortura e a devolução de parte do dinheiro que junto da companheirada vermelha foi parar no exterior foi coisa da imprensa.

  10. zangado
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 20:29 hs

    E a revelha história: “a mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta”.

    Mal maior o fará, se o fizer, porque escrachará a verdade perante a nação.

    E uma nação não se sustenta na mentira como se tornou praxe nefasta com o lulodilmopetismo.

  11. Sherlock Holmes
    domingo, 7 de dezembro de 2014 – 20:49 hs

    Anotem aí;
    Janot, é mais um integrante da quadrilha;
    Juntos com Levandoski, Tofoli, Dilma, Lula…
    Janot, esta lá para legalizar o faz de conta;
    Faz de conta que investiga;
    Faz de conta que processa;
    Faz de conta que pune;
    Mas a certeza é que a quadrilha Rouba;
    E rouba, rouba o dinheiro do povo brasileiro;
    Que paga mais imposto;
    Para quadrilha roubar mais e mais, e mais…

  12. domingo, 7 de dezembro de 2014 – 20:57 hs

    Para chegar ao planalto seria necessário ressucitar o ex-presidente Itamar,por os anciãoes José e Fernando na berlinda,e o Collor ja ta la no congresso,COISA FEIA NA REPUBLICA É FINANCIAMENTO DE CAMPANHA POLITICA COM DINHEIRO DE BANQUEIROS,EMPRETEIRAS,(FINANCIAMENTO PÚBLICO PRA CAMPANHA POLITICA JÁ) SEM PROGRAMAS EM RADIOS E TVS.

  13. FUI !!!
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 5:58 hs

    Não existe o menor cabimento algum Ministro tentar livrar quem
    quer que seja dos escandalos que está ocorrendo neste país. É
    simplesmente VERGONHOSO.

  14. O bom
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 8:52 hs

    Se não querem que o petrolão chegue ao Palácio, imaginem se a D.Dilma não sabia de nada. Fora PTZDA

  15. Luiz
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 9:52 hs

    É outro QUADRILHEIRO safado.

  16. VERDADE
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 9:54 hs

    Serah que soh o FHC pode ter Procurador engavetador? O PT imita nesse quesito direitinho o PSDB…kkkkk

  17. ciro
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 10:35 hs

    Se tentarem a POPULAÇÃO VAI AS RUAS ……….Tomem cuidado estamos de olho!

  18. Johan
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 10:38 hs

    Caro FÁBIO, apenas para entender, esse rapaz procurador é funcionário do ESTADO ou do governo petista. É só para entender como funcionam os procuradores. Atenciosamente.

  19. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 8 de dezembro de 2014 – 13:19 hs

    “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”

    Discurso do Senador da República,Ruy Barbosa de Oliveira proferido em 17 de dezembro de 1914 sobre o caso do fuzilamento de marinheiros a bordo do navio Satélite acontecido no Rio de Janeiro então Capital Federal.

  20. sexta-feira, 12 de dezembro de 2014 – 10:01 hs

    Não acredito Janot não vai fazer nós os Brasileiros passar por mais uma vergonha, se o procurador fizer tal papel pra livrar Dilma Lula de envolvimento com o roubo ai estamos perdidos de verdade e podemos crer que não mais vivemos num país chamado Brasil, Quem sabe estaremos vivendo na Bolvisil, Colomsil, ou Brascuba..Ministro da licença, quem roubou, quem ajudou roubar, quem sabia e nada fizeram porque se beneficiava do delito cometido tem que ser preso, se eu roubar uma galinha me dão 15 anos de prisão, não pode ter dó não, 80% da grana desviada esta em paraísos fiscais, vamos correr atrás do que é do povo, a nossa dignidade esta indo pro brejo..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*