Alep aprova criação de 4 novas regiões metropolitanas | Fábio Campana

Alep aprova criação
de 4 novas regiões metropolitanas

alep - rm

A Assembleia Legislativa encerrou os trabalhos de 2014 com a aprovação de 24 proposições em redação final, dentre elas as que criam as regiões metropolitanas de Cascavel, Toledo, Campo Mourão e Apucarana. As informações são do O Paraná.

O projeto de lei complementar nº 402/12, institui a Região Metropolitana de Cascavel, constituída pelos municípios de Anahy, Boa Vista da Aparecida, Braganey, Cafelândia, Campo Bonito, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Catanduvas, Céu Azul, Corbélia, Diamante do Sul, Guaraniaçu, Ibema, Iguatu, Iracema do Oeste, Jesuítas, Lindoeste, Matelândia, Nova Aurora, Santa Lúcia, Santa Tereza do Oeste, Três Barras do Paraná e Vera Cruz do Oeste.

Já o projeto de lei complementar cria a Região Metropolitana de Toledo, que será formada pelas cidades de Assis Chateaubriand, Diamante do Oeste, Entre Rios do Oeste, Guaíra, Marechal Cândido Rondon, Maripá, Mercedes, Nova Santa Rosa, Ouro Verde do Oeste, Palotina, Pato Bragado, Quatro Pontes, Santa Helena, São José das Palmeiras, São Pedro do Iguaçu, Terra Roxa, Toledo, Tupãssi e Vera Cruz do Oeste.

Pelos projetos, que serão encaminhados agora para a sanção do governador, cada Região Metropolitana será gerida por Conselho Deliberativo com cinco membros indicados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura da cidade-sede, além de um Conselho Consultivo formado por representantes de todos os municípios participantes. Ambos os conselhos devem elaborar planos de desenvolvimento integrado e executar programas e projetos comuns.


3 comentários

  1. Noé da Arca
    quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 – 13:11 hs

    Fabio Campana, Vera Cruz do Oeste ficou com a Região Metropolitana de Cascavel, conforme consenso com os deputados da Região.

  2. quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 – 17:28 hs

    IUma pergunta,para que servem as regioes metropolitanas,só sei que tem um coordenador que nao faz. Nada,apenas recebe um polpudo salário.Vamos acabar com esta vergonha!!

  3. adilson souza
    quinta-feira, 18 de dezembro de 2014 – 23:12 hs

    Até hoje não vi nada de prático c/ a criação da região metropolitana de Londrina a ñ a integração de algumas linhas de ônibus, e olha q já se vão 17 anos. Isto mesmo 17 anos, ñ se sabe nem quem é o coordenador da mesma. Entra governo sai governo e parece q ninguém esta interessado na efetiva implantação deste importante projeto, afinal, é necessário muito mais do q um decreto de implantação.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*