A desculpa do PT para cair no colo da direita | Fábio Campana

A desculpa do PT para cair no colo da direita

pt

Ricardo Noblat

Argumentação rasteira, tola e absurda está sendo usada pelos blogueiros chapa branca de sempre, além de porta-vozes formais e informais do governo, para justificar a montagem até aqui do segundo ministério da presidente Dilma Rousseff. Se não dá raiva, dá pena. Ou as duas coisas juntas.

O ministério está saindo mais à direita do que todos desejavam, eles reconhecem. Para, em seguida, encaixar a desculpa de que isso se deve à falta de amparo do resto da esquerda. Sim, do resto, porque ainda consideram o PT um partido de esquerda. O resto da esquerda seriam o PSOL, PCB, PCO, etc…

Outro motivo para o governo se inclinar à direita: o Congresso. O novo Congresso seria tão ou mais conservador do que esse que ainda temos. Mais conservador na opinião dos defensores do governo. Desse modo, ao governo só restaria cair com desconforto no colo dele. É o jeito!

Vê-se desde logo que o raciocínio não se sustenta por frágil, na melhor das hipóteses. Ou mentiroso, na pior. O PT deixou de ser de esquerda há muito tempo. Desde que chegou ao poder com a primeira eleição de Lula. Ganhou a eleição pela esquerda. Governou pela direita.

Exibe-se como sendo um partido de esquerda porque pôs os pobres na agenda do país. Porque fortaleceu os programas sociais.

Lembro-me de Joaquim Roriz, governador de Brasília por quatro vezes. Roriz distribuiu terra de graça com os mais pobres. Leite de graça. Comida a um real em restaurantes populares.

Nem por isso Roriz foi de esquerda. Ou o PT o tratou como aliado. Curioso é que Roriz, amaldiçoado pela esquerda, foi um dos fundadores do PT em Goiás.

A nomenclatura de esquerda não tem votos suficientes dentro do Congresso ou fora dele para sustentar a administração de Dilma. Portanto, não pode ser responsabilizada pela opção preferencial de Dilma por um governo de direita.

De resto, quando Itamar Franco sucedeu a Collor em 1992, pediu o apoio do PT. Itamar quis escapar da armadilha de governar pela direita. O PT negou seu apoio.

Erundina, ex-prefeita de São Paulo, tornou-se ministra de Itamar, mas para isso foi obrigada a abandonar o PT. Ou melhor: foi o PT que a abandonou.

Quanto ao Congresso conservador que obriga Dilma a governar com conservadores… É fato. Temos um Congresso conservador.

No entanto, se a desculpa servir, só valerá a pena eleger um presidente de esquerda quando ele puder contar com uma maioria de esquerda no Congresso. É isso? Será isso mesmo?

Pai! Pai!. Perdoai! Definitivamente, eles não sabem o que dizem!


5 comentários

  1. Juca
    quinta-feira, 25 de dezembro de 2014 – 19:53 hs

    O PNICO taambém…

  2. quinta-feira, 25 de dezembro de 2014 – 20:42 hs

    O povo ao votar em Lula e Dilma,estavam apostando em um milagre.Imaginna um analfabeto e uma ex.guerrilheira iriam determinar as normas na economia. Estamos no fundo do poço,como,Venezuela,Portugal Grécia,Cuba Bolívia Rússia Espanhaede todos que apostaram nas esquerdas,vieram para roubar,BB.Caixa,PPeetrobras BNDES Correios,ELETROBRAS,enfim onde tinha dinheiro do POVO. TUDO ROUBADO, nao temos saída,a nao ser buscar este dinheiro de Volta e Colocar estes ladroes na PAPUDA,para nunca mais saírem!!

  3. Beatrix Kiddo
    quinta-feira, 25 de dezembro de 2014 – 21:12 hs

    Isto tudo tem data e hora para acabar, porque nem o Levy vai ter forças suficientes para fazer a economia andar. Aí gentinha como Katia Abreu e tralhas do naipe dela vão ser os culpados por tanta desgraça. Então a companheira conclama a volta dos companheiros, e com eles vem o tão sonhado autoritarismo bolivariano, que não passa de um comunismo mixuruca latino-americano.

  4. Johan
    sexta-feira, 26 de dezembro de 2014 – 17:03 hs

    Caro FÁBIO, não parta para esse princípio, pois eles estão atuando ativamente na sociedade, principalmente aquela denominada de pobre. Como diz a CARTA DE PUEBLA, ” tudo a favor dos pobres, inclusive mantê-los pobres”. Esse discurso de inclusão social, é apenas para inglês ver. A desculpa da queda do bêbado é a valeta. A atuação deles no ensino, desde o fundamental até o universitário é intensa. Os professores ideológicamente preparados, estão produzindo estudantes com bom conhecimento ideológico para mobilização social e péssimo e despreparados em português e matemática, visto a baixa qualidade da participação dos estudantes brasileiros em competições internacionais. Os ideólogos da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA desejam manter-se no poder por 35 anos, como uma CUBA. A sociedade está demonstrando seu descontentamento, com a condução econômica e social do país. A sociedade sabe onde pisa, e já descartou o grupo. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a proposta de ” o sul é o meu país” e proponho o IMPEACHMENT JÁ da DILMA, antes da posse, para evitar maiores constrangimento e VERGONHAS à sociedade brasileira. Atenciosamente.

  5. BigPaul
    sábado, 27 de dezembro de 2014 – 3:45 hs

    O petê não é nem de esquerda, muito menos de direita. O petê é do centro. Do centro do bolso alheio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*