Tiro, porrada e bomba | Fábio Campana

Tiro, porrada e bomba

Painel, Folha de S. Paulo:

Guido Mantega (Fazenda) ficou irritado com as críticas de Marta Suplicy à política econômica do governo, explicitadas na carta de demissão da senadora do Ministério da Cultura. Em conversa com auxiliares, o ministro, cuja saída do cargo também é iminente, rebateu a ex-ministra: “Das duas, uma: ou ela se rendeu ao discurso do mercado financeiro ou quer desviar atenção de sua gestão na Cultura”. E prosseguiu: “E não faltou dinheiro no ministério dela. O que faltou? Talento?”.


3 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 12 de novembro de 2014 – 11:17 hs

    O discurso do mercado financeiro é o que paga as políticas sociais, “seu” Guido. Ou cê pensa que Vania Rousseff paga do bolso do vestido dela?

  2. CRISTOVÃO
    quarta-feira, 12 de novembro de 2014 – 11:44 hs

    MARTA , depois dessa, RELAXA E GOZA

  3. Rábula
    quarta-feira, 12 de novembro de 2014 – 13:17 hs

    Certas querelas me faz lembrar que as diferenças entre malfeitores são resolvidas a cano de revolveres. É esperar para ver !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*