Possível briga de casal termina em acidente com morte em Curitiba | Fábio Campana

Possível briga de casal termina em acidente
com morte em Curitiba

briga casal

Da Banda B:

O jovem Luiz Henrique de Souza Silva, de 24 anos, morreu após capotar o carro no fim da madrugada deste domingo (23) na Rua General Luiz Carlos Tourinho, nas Moradias Rio Bonito, no bairro Campo de Santana, em Curitiba. Segundo testemunhas, ele estava no carro com a sua esposa, de 18 anos, que não sofreu ferimentos graves.

Um morador da região, que se identificou como Luiz Carlos, falou que a jovem que estava no carro relatou que tinha brigado com o marido. “Eles teriam discutido ali e o rapaz acelerou e se perdeu na curva. O carro capotou, caiu na valeta e o jovem quebrou o pescoço. Quem me contou isso foi a própria jovem que estava ali pedindo socorro e eu a ajudei”, descreveu à Banda B.

O corpo do jovem foi recolhido ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML). A perícia apurou no local dados do acidente como, por exemplo, se a vítima fatal usava ou não cinto de segurança. Um relatório será entregue à Polícia Civil, que recebe o inquérito do caso.


5 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 24 de novembro de 2014 – 10:55 hs

    Dilma devia ser processada nos EUA . Como presidente do CA nunca poderia alegar desconhecimento dos fatos. Ou sabia de tudo, e deve responder por isso; ou, não sabia de nada e, neste caso, devia ser processada por desídia no cumprimento dos seus deveres de chairman of the board.

  2. justino bonifacio martins
    segunda-feira, 24 de novembro de 2014 – 11:52 hs

    Brigou, foi culpada da morte do marido; agora é uma viúva jovem dando sopa na praça.

  3. Beatrix Kiddo
    segunda-feira, 24 de novembro de 2014 – 21:48 hs

    e nós pagando pensão para esta folgada. Até quando vamos viver tal estado de coisas?

  4. Santinha
    terça-feira, 25 de novembro de 2014 – 11:28 hs

    Um machista a menos. Brigou, acelerou e quebrou o pescoço! A vitima dessa vez saiu viva!

  5. Kaw
    segunda-feira, 15 de dezembro de 2014 – 12:26 hs

    Nossa pensei que vocês que trabalhavam no lugar dele e descontavam de vocês o INSS, é um direito dele e da mulher também. Parem de se intrometer na vida das pessoas e pare de acreditar na imprensa que se diz que sabe tudo mais inventam a maior parte dos assuntos ! Por que não cuidam da vidas de vocês ? Vai trabalhar e espero que da próxima vez antes de fazer um comentário se certifiquem que estão falando a coisa certa e se informem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*