Irmão de Toffoli é um dos acusados por desvio de R$ 57 mi | Fábio Campana

Irmão de Toffoli é um
dos acusados por desvio
de R$ 57 mi

ex-prefeito-marilia-jose-ticiano-dias-toffoli-pt-20141127-001-size-598

Da Veja:

O Ministério Público Federal denunciou nesta quinta-feira cinco pessoas acusadas de desviar 57 milhões de reais de recursos repassados pela União a áreas de educação e saúde no município de Marília, no interior de São Paulo. Entre os denunciados, está o ex-prefeito da cidade José Ticiano Dias Toffoli (PT), irmão mais velho do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), José Antonio Dias Toffoli.

Segundo a procuradoria, o irmão do ministro movimentou irregularmente 28,8 milhões reais nos dez meses em que ficou à frente da prefeitura, entre 2011 e 2012. Ele era vice do prefeito Mário Bulgareli (PDT), também denunciado na ação, e que renunciou ao cargo após ter o seu nome envolvido em um escândalo de desvio de verbas da merenda escolar. Em depoimento, José Ticiano Dias Toffoli admitiu o uso indevido do dinheiro, afirmando que quando tomou posse como prefeito havia déficit de cerca de 8 milhões de reais no caixa do município. Segundo o MP, a dívida foi a explicação dada por Toffoli para dar continuidade às irregularidades praticadas pelo seu antecessor — Bulgareli teria desviado 28,2 milhões de reais.

Além dos prefeitos, foram denunciados os ex-secretários da Fazenda da cidade Nelson Virgílio Grancieri, Adélson Lélis da Silva e Gabriel Silva Ribeiro, que foram apontados como os operadores do esquema. O delito consistia em desviar dinheiro endereçado ao Fundo Municipal de Saúde e atividades escolares para pagar a folha de pagamento dos funcionários da prefeitura e outros gastos da máquina pública.

Autor da denúncia, o procurador da República Jefferson Aparecido Dias pediu na ação a condenação dos cinco acusados por crime de responsabilidade, que prevê pena de três meses a três anos de prisão para os gestores que usam indevidamente a verba pública. O procurador também requisitou que a Justiça os obrigue um total de 33,2 milhões de reais, referente ao montante de recursos retirados das contas sem a devida devolução.


11 comentários

  1. ferreira
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 12:49 hs

    Que DNA ptista hein, vem com fenótipos dominantes aos desvios de responsabilidade e malfeitos com recursos públicos .
    De qual sabor será a pizza ???

  2. Anônimo
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 14:13 hs

    Que coisa heim? Qual a moral do Ministro diante desse fato??????

  3. SOLANGE LOPES
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 14:17 hs

    Ferreira, o legado do PT para o Brasil será ¨a banalização da corrupção¨.

  4. Juca
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 14:29 hs

    O irmão, sem qualificação é Ministro, e daí não vai dar nada. O processo simplesmente não vai tramitar e vai acabar sendo esquecido numa gaveta ou armário.

  5. Jron
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 14:42 hs

    Estive lendo “Wikipédia” do irmão famoso. Meu Deus, onde vamos parar?

  6. Johan
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 15:41 hs

    Caro FÁBIO, com o irmão como presidente do STF, o meliante desviou recursos da MERENDA ESCOLAR das crianças do município. Isso é crime LESA PÁTRIA, pois está produzindo crianças com maior dificuldade de aprendizado e raciocínio. No futuro essas crianças serão todas petistas. Para esse tipo de crime, a pena tem que ser revista tendo início em 10 anos para cima. O BRASIL MERECE ser passado a limpo, pela parte da sociedade que já não mais aguenta tamanha desfaçatez, e esse tipo de meliante e familiares devem ir para a penitenciária. Defendo a liberdade de opinião, liberdade de imprensa e liberdade de investigação. Apoio a proposta de ” o sul é o meu país”, e proponho o IMPEACHMENT JÁ da DILMA, antes da posse, para evitar maiores dissabores. Atenciosamente.

  7. MENSALEIRO JÚNIOR
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 19:59 hs

    2 IRMÃOS DO MINISTRO DA AGRICULTURA,1 IRMÃO DO EX MINISTRO DAS CIDADES E AGORA O IRMÃO DE UM MINISTRO DO STF. SERÁ QUE TER IRMÃO LADRÃO É REQUISITO PARA SER MINISTRO DESSE GOVERNO ? SE PROCURAREM DIREITINHO VAI APARECER MUITO MAIS IRMÃOS OU OUTROS PARENTES DE AUTORIDADES DA REPÚBLICA NOS ESCÂNDALOS FINANCEIROS DO PAÍS.

  8. jose marcos
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 20:41 hs

    O lado bom é neste caso o Min. Toffoli não poderá julgar ou atuar em caso do processo tramitar no STF.

  9. ELEITOR CONSCIENTE
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 21:10 hs

    E O TOFFOLI ???? NADA????

  10. LUIS B.
    sábado, 29 de novembro de 2014 – 8:03 hs

    RAÇA OU SUB RAÇA DE VAGABUNDOS,PENA DE MORTE JÁ PRA ESSES CORRU=PT=OS.

  11. Juca
    domingo, 30 de novembro de 2014 – 18:22 hs

    Toffoli não poderá julgar, mas poderá influenciar os coleguinhas!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*