Ex-contadora de Youssef foi alvo de ameaça do 'clube do bilhão' | Fábio Campana

Ex-contadora de Youssef foi alvo de ameaça do ‘clube do bilhão’

meirepoza-estadao
Tentativa de intimidação foi um dos motivos do juiz Sérgio Moro para decretar a prisão de empresários na nova fase da Lava Jato

Robson Bonin, Veja

A sétima etapa da Operação Lava Jato, que levou à prisão alguns dos maiores empreiteiros do país, confirma a existência de um lado ainda mais obscuro da quadrilha que atuava na Petrobras.

Além de subornar políticos e corromper funcionários públicos para desviar bilhões da estatal, o cartel de empreiteiras, denunciado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef, estava ameaçando testemunhas do caso em uma tentativa flagrante de atrapalhar as investigações da polícia.

Foi esse, aliás, um dos motivos que levaram o juiz Sérgio Moro a decretar a prisão dos empresários na sexta-feira passada. Em setembro, VEJA revelou que a contadora Meire Poza, uma das principais colaboradoras da investigação policial, havia sofrido ameaças diretas de emissários das empreiteiras. A ação, típica das organizações mafiosas, está registrada no despacho assinado por Moro.


Um comentário

  1. terça-feira, 18 de novembro de 2014 – 19:23 hs

    Estes heróis brasileiros devem ser protegidos pelaolicia federal ,e do Execito,além de promotores e nossos JUIZ FEDERAL MORO,este e um herói NaCIONAL!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*