Dilma contradiz o que defendeu durante a campanha eleitoral | Fábio Campana

Dilma contradiz o que defendeu durante a campanha eleitoral

2014-766230998-2014110653410.jpg_20141106

De O Globo:

BRASÍLIA — Os líderes da oposição ironizaram nesta quinta-feira declarações da presidente Dilma Rousseff, especialmente o fato de ter dito que, embora não vá cortar ministérios, seu governo terá limites fiscais e irá olhar com lupa onde pode haver redução ou corte de gastos. Tucanos e democratas disseram que ela está praticando “estelionato eleitoral” e que parece ter acordado de repente para o que não foi feito ao longo de seu mandato.

— Somando tudo que aconteceu depois da eleição e o que a presidente Dilma disse nessa entrevista, a impressão que se tem é que ela estava em estado de coma. Três dias depois da eleição, o Banco Central descobre que houve um aumento descontrolado de gastos e é preciso aumentar juros para conter a inflação. Só depois da eleição se descobre que em um mês houve um rombo de R$20 bilhões, o maior déficit da história nas contas públicas. Sem contar que quem demitiu o Sérgio Machado da Transpetro, denunciado no esquema do petrolão, foi a PricewaterhouseCoopers e a Bolsa de Valores de Nova York. Se ela acordou mesmo do coma, só vamos saber lá na frente — disse o ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB).

MARKETING SE DESMONTA

O líder do PSB, deputado Beto Albuquerque (RS), afirmou que a presidente Dilma não pode mais se esconder atrás do marketing do publicitário João Santana, e que as “mentiras” ditas durante a campanha serão agora desmascaradas.

— A Dilma não tem mais o João Santana, que governou a campanha e suas ideias, suas palavras e as mentiras que desferiu contra os outros. Sem ele, Dilma começa a ter que falar e aparecer como é, e reconhecer a realidade do governo fora da TV. Vai ter que fazer tudo ao contrário do que disse na campanha — criticou Albuquerque.

O presidente do DEM, senador José Agripino Maia (RN), disse que ou Dilma muda a forma de ser autossuficiente, “prisioneira do petismo”, ou haverá um colapso também na arrecadação que vai acabar de travar o governo.

— Com o corte de gastos no plano das conjecturas líricas que ela anuncia, é esperar a criação de mais impostos. Aí morre qualquer proposta de diálogo — disse Agripino.

— Agora a presidente começou a desmontar o marketing do PT. Isso é inaceitável. É um atentado a inteligência do povo brasileiro — completou o líder do DEM na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE).

Já o presidente do PT, Rui Falcão, minimizou a declaração da presidente de que não representa o partido na Presidência, e sim todo o país.

— Ela é presidente do país todo mesmo — disse Falcão na chegada para uma confraternização com Dilma, no Palácio da Alvorada.


13 comentários

  1. Tarzan
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 11:04 hs

    Concordo também com senador José Agripino, ” é um atentado contra a inteligência do povo brasileiro” e digo, pela burrice dos que nela votaram.
    Quem vai pagar tudo isso? Somos nós que trabalhamos e somos lesados e obrigados a pagar essa enxurrada de impostos. E viva o pessoal do VALE FOME que venderam seus votos.

  2. jaime rodrigues
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 11:12 hs

    MEU DEUS

    MEU DEUS!!!!!

    PRESIDENTA PINOQUIO

  3. toninho
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 11:29 hs

    Alguém imagina que se o governo fosse da oposição de hoje, as coisas seriam diferentes? Iriam falar a verdade, arriscando não ganhar? Santa inocência. Mas inocência que acredita apenas no que quer.

  4. sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 11:36 hs

    Ela está tão perdida, que, acredito, deve estar com remorso de ter feito uma campanha sórdida e sem escrúpulos com seus adversários, e também o fato de vencer uma eleição – sem a maioria dos votos do total dos eleitores. Deve estar pensando que abacaxi que peguei do GOVERNO ANTERIOR. É só comédia, mas o assunto é muito sério, pois para governar o País não é distribuir MINISTÉRIOS a qualquer preço, e, sim colocar pessoas preparadas para administrá-los. Qualquer governo negativo como o do PT não só estraga a imagem desse partido, mas afeta, o que é bem pior, todo o POVO BRASILEIRO. Somos oposicionistas a esse governo de “mentirinha” e da Ilha da Fantasia, mas não somos como eles (petistas) de que quanto PIOR MELHOR. Queremos este País em franco desenvolvimento cultural, educacional, econômico e com o fim de toda corrupção existente.

  5. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 12:04 hs

    Como disse Aécio Neves em entrevista antes dio seu discurso de estréia no Senado: Dilna disse que em política faria o diabo, mas o diabo teria vergonha do que se fez.
    Às mentiras dela, acrescente-se também o crescimento do número de famílias em petição de miséria, de 2012 a 2013. Ano que vem tem mais.
    Mente também quanto aos índices de emprego: Diz que são os mais baixos índices. No entanto, aumentam os pedidos de auxílio-desemprego. Pode?

  6. SOLANGE LOPES
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 12:18 hs

    Minha Presidente não é.

  7. Beatrix Kiddo
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 12:38 hs

    Odeio este tipo de coisas, agora não adianta mais, vamos ter mais do mesmo por mais de 4 anos. Então sugiro aos chorões, deixem isto de lado, até parece coisa de criança, pura pirraça. Se querem ficar nesta de esquentar a cabeça façam coisa melhor, rezem, ganham mais com isto.

  8. ferreira
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 12:49 hs

    O falcão gosta é de cobra e pinto, esse empenado que vá catar coquinho, quero ver mesmo a dona dilma começar cortando os comissionados ptistas e a bolsa vadiagem.

  9. Do Interior....
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 13:34 hs

    Este Falcão é pilantra mesmo! Dillma é presidente do seu partido, chamado PT! , não do meu Brasil, nem dos 51 milhões que não votaram nesta farsa petista!

    O Brasil vai de mal a pior. É só dar tempo ao tempo. A incompetência e o autoritarismo lulopetista não deixam dúvidas!

    Só uma coisa pode manter o PT no poder em 2018: a constituinte defendida pelo lula (minúsculo mesmo).

  10. BETO
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 13:48 hs

    Meuuu Deusss.
    Chega a ser ridículo esta mulher ser Presidente da República.
    Somente nesse pais de tupiniquins mesmo.
    Desculpe, “mulher”? hummmmmm

  11. Artur
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 13:49 hs

    A DILMA NUNCA SE CONTRADIZ, ELA NUNCA FALOU COISA COM COISA. O PODER DELA E DE SUA TURMA DO PT SÓ SOBREVIVE PELA IGNORÂNCIA DE UM POVO SEM EDUCAÇÃO. O PODER DELES SE SUSTENTA NO MESMO SEGMENTO QUE OS CORONÉIS FARDADOS OU NÃO SE SUSTENTARAM!!!

  12. Manuel
    sexta-feira, 7 de novembro de 2014 – 15:32 hs

    Alguma novidade? Não, nenhuma. Ou ela faz o que ela afirmou que o outro faria (medidas amargas) ou o país quebra. Em ambos os casos estará mal com quem nela acreditou. O pai da matéria está em gozo de férias em Paris (tipico desse povo que ama os pobres): João Santana, o número um de Lula, Haddad e Dilma. Aquele que vende sabáo por sabonete…

  13. FUI !!!
    sábado, 8 de novembro de 2014 – 6:49 hs

    Sem dúvida alguma a democracia nos prega surpresas e desta vez en-
    goliremos o sapo por mais quatro longos anos. Vamos continuar rezando
    para que não atravessemos do chão porque diz um velho ditado que in-
    dependente da altura que caímos do chão não passa…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*