Auditores de todo o país pedem cabeça de Neivo Beraldin | Fábio Campana

Auditores de todo o país pedem cabeça de Neivo Beraldin

Do ZÉ BETO:

Auditores que participam de 32º Encontro Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Enafit) realizado de 23 a 28 de novembro em Curitiba, realizam na manhã desta quinta-feira, às 11h30, uma passeata em protesto às interferências políticas do Superintendente do Ministério do Trabalho e Emprego, Neivo Beraldin, na fiscalização, além de perseguição a servidores na Superintendência.

O problema acontece há cerca de três anos e vêm se agravando. O superintendente está impedindo Auditores-Fiscais do Trabalho de realizar embargos de obras e interdições de máquinas e equipamentos, colocando em risco a vida dos trabalhadores.

Os Auditores-Fiscais contam que o terror está instalado na Superintendência. Servidores estão sendo afastados de suas funções, transferidos e perseguidos. Na área da Auditoria-Fiscal do Trabalho todo o apoio técnico tem sido retirado, dificultando o trabalho de fiscalização do cumprimento da legislação trabalhista.

Pesam contra Beraldin vários processos judiciais por crimes administrativos. O caso mais emblemático foi no ano passado, quando ainda estava em construção a Arena da Baixada. Um grupo de fiscais foi impedido de embargar as obras por ordem de Neivo, que foi negociar com os empresários. O caso ganhou repercussão nacional e acabou na Justiça, que determinou o embargo judicial.

A passeata desse dia 27 de novembro sairá do Hotel Pestana, na Rua Comendador Araújo, 499, às 11h30min e seguirá até a sede da Superintendência do Trabalho, na Rua José Loureiro, nº 574 (esquina com Travessa da Lapa).
Os Auditores-Fiscais levarão faixas, cartazes e um caixão simbolizando o enterro do superintendente, que é nomeado pelo ministro do Trabalho, e ocupa um cargo político.

32º ENCONTRO NACIONAL DOA AUDITORES FISCAIS DO TRABALHO – ENAFIT
Trabalho escravo, trabalho infantil, informalidade, fiscalização e prevenção de acidentes de trabalho são alguns dos assuntos que tomarão conta da capital paranaense na semana de 23 a 28 de novembro. O 32º Encontro Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho – Enafit, propõe uma extensa programação com discussões sobre os desafios da carreira de auditor, e do mundo do trabalho.

O tema geral do Encontro deste ano será “A Auditoria-Fiscal do Trabalho luta pelo cumprimento dos fundamentos da Constituição: cidadania, dignidade da pessoa humana e os valores sociais do trabalho”, levando adiante a avaliação do papel da Inspeção do Trabalho na sociedade, como instrumento de proteção aos trabalhadores.

Na manhã do dia 24 haverá o “Encontro com Universitários”, um evento importante que vem sendo realizado rotineiramente com o objetivo de aproximar a Auditoria-Fiscal do Trabalho da comunidade acadêmica. Universitários das áreas de Direito, Economia e Engenharia Socioambiental, entre outros cursos, trabalharão a temática: “O Combate ao Trabalho Escravo, ao Trabalho Infantil, e a Prevenção de Acidentes de Trabalho”. Participarão como palestrantes os Auditores-Fiscais Gustavo Franco Simon, Luize Surkamp e Sérgio Rech. No mesmo dia, o assunto “A farsa da Terceirização” será tratado pela professora da Universidade Federal da Bahia – UFBA, Maria da Graça Duck de Faria; pelo Auditor-Fiscal Jair Teixeira dos Reis e pelo desembargador do TRT/PR, Ricardo Tadeu Marques Fonseca.

No dia 25 de novembro acontecerá a VI Jornada Iberoamericana de Inspeção do Trabalho, que tratará sobre “A precarização do trabalho: tráfico de pessoas para exploração no trabalho/informalidade/trabalho escravo”. Inspetores do Trabalho do Uruguai e da Espanha, além de representante da Organização Internacional do Trabalho, confirmaram participação.

Um painel instigante na tarde do dia 26 tratará do “Combate à informalidade nas relações de trabalho e seus reflexos na fiscalização do FGTS”. O debate terá a contribuição do professor da Unicamp Márcio Pochmann e dos Auditores-Fiscais José Alberto Maia e Lilian Carlota Rezende, diretora do Sinait.

Na quinta-feira, 27, terá lugar o painel “Causas e consequências dos acidentes de trabalho no Brasil”, mediado pelas Auditoras-Fiscais June Maria Passos Rezende, Aida Cristina Becker e Vitória Márcia Araújo Amâncio. Uma das missões da Auditoria-Fiscal do Trabalho é agir preventivamente para evitar que acidentes aconteçam, exigindo que as medidas de proteção nos ambientes de trabalho sejam adotadas.

A programação completa pode ser conferida no site http://www.enafit.com.br/.

Serviço
32º Encontro Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho – Enafit
23 a 28 de novembro de 2014
Pestana Curitiba Hotel – Rua R. Comendador Araújo, 499 – Centro, Curitiba
Informações e contato – Tatiane Ayres: (41) 9646-7374; contato@tatianeayres.com.br


5 comentários

  1. Geraldo
    quinta-feira, 27 de novembro de 2014 – 12:52 hs

    Que tal o Gayvo!!!

  2. LUCIANO
    quinta-feira, 27 de novembro de 2014 – 16:52 hs

    Parabéns ao Senhor Neivo Beraldin, pela atitude que está tomando esses fiscais do trabalho,somente prejudicam as empresas, pois as mesmas estão quebradas, não suportam tanta pressão destes fiscais, eu acho que os mesmo deveriam ser demitidos ou cortar em 75% os seus salários. Senhor Beraldin, sugiro caso não consiga fazer as sugestões acima, deverá deixas-los trabalhando interno e com isso não vão encher o saco dos empresários que não aguentam mais esses safados.

  3. Cristina
    quinta-feira, 27 de novembro de 2014 – 17:29 hs

    Sempre um homofóbico.
    Parabéns Geraldo, são opiniões canalhas como essa que mostra como somos inteligentes. Um assunto sério, tratado por você como seu cérebro. Opa, errei, você deve ser acéfalo.

  4. Helena
    quinta-feira, 27 de novembro de 2014 – 18:36 hs

    Isso porque ele é nomeação dos petistas! São ruim em tudo mesmo, nada se aproveita dessa gentalha!

  5. Ze
    sexta-feira, 28 de novembro de 2014 – 21:32 hs

    Basta cumprir a lei e respeitar a dignidade do trabalhador que você não terá problemas com a fiscalização, meu querido.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*