TSE pune Dilma por vídeo em que Lula chama Aécio de 'filhinho de papai' | Fábio Campana

TSE pune Dilma por vídeo em que Lula chama Aécio de ‘filhinho de papai’

O TSE cassou, na noite dessa terça-feira, 21, um minuto e 50 segundos do tempo de Dilma Rousseff (PT) na televisão. Por unanimidade, os ministros entenderam que a campanha da petista não pode mais reprisar inserção em que é exibido o ex-presidente Lula em comício chamando o candidato do PSDB, Aécio Neves, de “filhinho de papai”, além de tecer outras críticas. Informações do Estadão.

Esta é a segunda punição à campanha de Dilma que prevê não só a suspensão de programa, mas também a perda de tempo na televisão. No 2º turno, os candidatos têm exposição igual no horário eleitoral, com 10 minutos na TV e no rádio, além de 7 minutos e 30 segundos em inserções. Em decisão monocrática publicada nessa segunda-feira, 20, o ministro Admar Gonzaga já havia cassado 4 minutos da petista na TV por veicular propaganda que sustentava que Aécio não respeitava as mulheres.

A campanha tucana também foi punida com a perda de 2 minutos e 30 segundos em inserções na televisão em razão de uma peça que sugere que Dilma tenha prevaricado em relação às investigações da Polícia Federal sobre denúncias envolvendo a Petrobrás. Também nessa terça, o TSE determinou a suspensão de outra peça tucana com ataques ao PT.

Desde a última quinta-feira, quando os ministros aprovaram uma mudança na orientação da Corte eleitoral, os ministros têm determinado a suspensão de propagandas que veiculem “ataques pessoais” a candidatos. O caso do vídeo em que Lula faz críticas a Aécio foi levado ao plenário em caráter liminar, após decisão do TSE de que todos os pedidos de direito de resposta referentes ao segundo turno devem ser discutidos entre os ministros.

O ministro João Otávio de Noronha apontou que o alcance dos termos usados por Lula é muito maior quando a afirmação é veiculada na televisão. “Uma coisa é o discurso no comício, outra é a repetição do discurso no horário de propaganda eleitoral, onde o público não é mais o local, mas o nacional”, disse Noronha. Gilmar Mendes classificou o caso como um “abuso”, que se enquadra nas hipóteses que o TSE pretendeu barrar ao mudar a orientação.

No tempo de 1 minuto e 50 segundos, perdido pela campanha de Dilma nas inserções de propaganda gratuita no bloco da noite na televisão, deverá ser exibida mensagem da Justiça Eleitoral.


12 comentários

  1. tadeu rocha
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 14:05 hs

    SR LULA FILHINHO DE PAPAI ,,,, É O SEU FILHO LULINHA , DORMIU POBRE E ACORDOU MILIONÁRIO , ESSES BRASILEIROS QUE VOTAM NA DILMA SÃO MUITO CARA DE PAU…TENHO CERTEZA QUE VAMOS GANHAR DESSES CARA DE PAU… MUDA BRASIL AÉCIO 45

  2. Selbach
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 14:06 hs

    E tem outra situação em que o TSE pode intervir ligada a candidata do PT. Ela está usando o aparelho público, avião e assessores, em horário de expediente, para fazer campanha em todo o país sem nenhuma cerimonia. Ainda esta semana, em Belo Horizonte e Uberlândia, tantas foram as vezes que isto aconteceu que fico me perguntando: será que ninguém no TSE está vendo este abuso do poder?

  3. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 14:06 hs

    O nível desta eleição é de beira de bueiro, de valeta de esgoto, de cloaca máxima. Se jogarem tudo na privada vai entupir.

  4. PT
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 14:10 hs

    OS JORNALISTAS “PTS” SÃO OS CULPADOS DESSE ANALFABETO TER ESPAÇO EM JORNAIS E NAS TVS, POIS DIARIAMENTE ESSE SUJEITO ABJETO DISPARA INSULTOS AS PESSOAS PARA SER NOTADO, POIS CASO CONTRÁRIO, ESTARIA RECOLHIDO A SUA INSIGNIFICÃNCIA!

  5. LUIZ B.
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 14:49 hs

    BOM,O AÉCIO É FILHO DE UM PAI,E ESSE IDIOTA,QUE É FILHO DE NINGUÉM.

  6. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 14:50 hs

    Não vejo a hora de chegar o dia de assistir universidades anulando ou pedindo a devolução de títulos de doutor honoris causa que elas concederam a esse péssimo exemplo de vivente.

  7. quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 15:16 hs

    DO FILHO NÃO FALA NADA. O TAR DE LULINHA, QUE FAZ AS PROPAGANDAS DO GOVERNO.

  8. ro
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 15:19 hs

    O cidadão Aecio Neves deverá chamar esse desequilibrado às barras da justiça, cobrando as provas das acusações e calúnias. Lula já apodreceu.

  9. Marcos
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 15:27 hs

    Isso não é comportamento de gente decente, figura patética esse “X9” do regime militar!! Nenhum ex-presidente se comporta dessa maneira, isso é desespero !!

  10. Juca
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 15:32 hs

    Como tenho dito em outros comentários, a quadrilha vai toda ser enterrada no dia 26 de outubro na maior cerimônia cívica contemporânea. E o cachaceiro vai ser o segundo depois da Dilma.

  11. Luis Antonio de Sá Pereira
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 16:40 hs

    Concordo com o STE, ele não é “filhinho de papai”, ele é “netinho do vovô”, muito pior, muito pior mesmo.

  12. quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 17:54 hs

    E O lulinha, entao….

    Prezados , se Margaret Thatcher, Winston Churchill ou Roosevelt fossem candidatos contra o pt, imaginem como o pt iria “desconstrui-los”…

    Qualquer um , que nao seja do pt, e horrível, segundo eles…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*