Trabalhadores da campanha de Requião reclamam de atraso no pagamento | Fábio Campana

Trabalhadores da campanha de Requião reclamam de atraso no pagamento

requião comite - trabalhadores

Mais de 50 pessoas que trabalharam nas campanhas de Roberto Requião (PMDB), Requião Filho (PMDB) e de Marcelo Almeida (PMDB) se reuniram ontem em frente a um comitê desativado na Rua Fernandes de Barros, no bairro Jardim Social, em Curitiba, para cobrar o pagamento de salários atrasados. Desde o dia 6 de outubro, data marcada para o pagamento dos salários, os trabalhadores têm ido ao local com frequência para tentar receber. A iniciativa até agora não teve sucesso. As informações são da Gazeta do Povo.

“Prometeram que iam pagar dois dias depois da eleição, mas não deu. Daí era para ser sábado [dia 11] e não deu. No domingo [12], disseram para virmos aqui no dia 6 depois das 14 horas”, conta o motorista Valmir Almeida, que durante 20 dias foi responsável pelo transporte de cavaletes dos candidatos. Conforme os presentes no local, todos assinaram contratos de prestação de serviço, mas nem todos tinham recebido cópias do documento. O valor devido a cada um varia de acordo com o tempo e o tipo de serviço prestado.

A casa que abrigava o comitê está, segundo relatos, sob os cuidados de um caseiro. Quando a reportagem chegou ao local, a casa estava aberta e os trabalhadores da campanha estavam, em sua maioria, do lado de fora do portão, enquanto alguns procuravam por restos de materiais de campanha dentro do antigo comitê para exibi-los nas grades. Conforme os presentes, ao se deparar com os trabalhadores em frente à casa, o caseiro teria ficado com medo e fugido.


8 comentários

  1. Roberto
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 15:38 hs

    Pessoal. Cobrem em dólares q o BobReq paga.
    Tá mais acostumado.

  2. Roberto2
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 16:31 hs

    Só buscar no armario do irmão crocodilo…em dollares, claro!!!

  3. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 16:49 hs

    Invoquem a carta de Puebla, a Rerum Novarum e a declaração universal dos direitos humanos. Endereço para cobrança da fatura: aos cuidados de Hugo Chávez; Fogueira Ardente 133 – na praça del Diablo, ao lado da estátua de Karl Marx, Inferno, cep 666-666

  4. quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 17:40 hs

    O problema que a Familaia Requioni,nao nao entende de moedas do mundo subdesenvolvido,só euros e dólares,tenha paciência que estao fazendo a conversão,,,,,,l,, já já Voce pobre mortal vai receber o seu!,

  5. Do Interior....
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 18:05 hs

    Táca-lhe pau Requião véio !!!!!!!!!!!!!! ]

  6. CORINGA
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 18:59 hs

    VEJAM COMO SÃO AS COISAS ESTE MESMO CIDADÃO QUE DEU O CALOTE EM POBRES CABOS ELEITORAIS DIZIA SER A SOLUÇÃO PARA A ADMINISTRAR OS RECURSOS PÚBLICOS. SE DÁ O CALOTE EM CABOS ELEITORAS IMAGINE NO RESTO. TODOS QUE TRABALHARAM COM ELE SABEM QUE ELE TRAI TODOS EM BENEFICIO PROPRIO , A ISTO AGORA SOMA-SE O CALOTEIRO.

  7. Flavia Adriana
    sexta-feira, 17 de outubro de 2014 – 6:58 hs

    Requião mandará o pessoal do pedágio pagar estas contas.

  8. JOÃO C MOURÃO
    sexta-feira, 17 de outubro de 2014 – 10:25 hs

    É SIMPLES É IR COBRAR NO COMITÊ DA DILMA O REQUIÃO É O COORDENADOR NO PARANÁ!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*