Tribunal de Contas da União analisa irregularidades em obra bilionária da Petrobras | Fábio Campana

Tribunal de Contas da União analisa irregularidades em obra bilionária da Petrobras

obra petrobras - tcu

Do G1:

O Tribunal de Contas da União está analisando irregularidades em uma obra bilionária da Petrobras. O relatório não foi votado nesta quarta-feira (15) porque houve pedido de adiamento. Até a próxima terça-feira, o relator decidirá se os pagamentos das obras devem ser suspensos.

O relatório afirma que faltou controle e planejamento nas obras do Comperj – em Itaboraí, no Rio de Janeiro. As obras são subordinadas à diretoria de abastecimento da Petrobras, que era comandada por Paulo Roberto Costa – que já revelou à Justiça a formação de cartel e o pagamento de propina em contratos da empresa.

Segundo a fiscalização do Tribunal de Contas da União, houve gestão temerária da Petrobras. A obra custaria inicialmente US$ 6 bilhões, passou para mais de US$ 8 bilhões, e depois para mais de US$ 24 bilhões. E o valor pode passar de US$ 47 bilhões, segundo uma das divisões internas da Petrobras, a estratégia corporativa.

O relatório também aponta pagamentos feitos sem licitação no valor de mais de R$ 7 bilhões. Desse total, a metade, R$ 3,8 bilhões, foi repassada a um consórcio formado por três empresas. Duas delas, UTC e Odebrecht, foram citadas por Paulo Roberto Costa como participantes de um esquema de suborno na Petrobras.

O relator, ministro José Jorge, considerou grave. “Há uma espécie de sobrepreço de 15%, que deverá ser investigado na auditoria que vai ser feito especificamente sobre esse contrato”, afirma o relator do TCU José Jorge.

Além do TCU, a Petrobras deve ser alvo de investigações no Conselho Administrativo de Defesa Econômica. O Cade já pediu informações ao Ministério Público sobre as denúncias de que um cartel atuou nos contratos da empresa.

E nesta quarta-feira (15), a CPI mista da Petrobras entrou com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal para receber o conteúdo da delação premiada de Paulo Roberto Costa. É mais uma reação as duas negativas que a comissão recebeu do STF.

O consórcio do qual a UTC e a Odebrecht fazem parte não quis se pronunciar. A Petrobras não deu resposta ao Jornal Nacional.


6 comentários

  1. tadeu rocha
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 14:20 hs

    SABE PARA AONDE TINHA QUE IR ESSA NOTÍCIA , QUE É UMA VERGONHA PARA NOSSO BRASIL…. NORTE E NORDESTE PARA ELES SENTIREM O PEPINO QUE O BRASIL ESTA NA MAO DO PT. MUDA BRASIL CHEGA DESSAS VERGONHAS, AINDA DIGO ATÉ DOMINGO DIA DAS ELEIÇÕES VEM CHUMBO GROSSO MAIS BEM GROSSO PARA NOSSO BRASIL MUDA BRASIL PARA MELHOR.

  2. quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 14:38 hs

    Dia sim dia não a onda de corrupção e super faturamentos aparecem. E a
    Dilma cala-se, se faz de morta, não pede desculpas à Nação. BILHÕES são perdidos quer por INCOMPETÊNCIA quer por conveniência, pois dinheiro de propina abasteceu em 3% (três por cento) o PT, incluindo aqui a campanha de DILMA em 2010, fora o dinheiro das EMPREITEIRAS. Enquanto o povo brasileiro vê subir os preços em todos os produtos do Supermercado, Farmácia e etc.. Enquanto nós economizamos R$1,00 (um real) o governo dispersa tudo isso sem UM PINGO DE VERGONHA.

  3. Vigilante do Portão
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 15:23 hs

    Acho interessante os critérios de avaliação da Dilma:

    No debate da Band, um pedido de investigação (na esfera cível) sobre a construção do Aeroporto, PRONTO:
    Aécio é Culpado…

    Já, no caso do Paulo Costa e de seus aliados (do PT e do Governo Lula/Dilma),

    Tendo o Ministério da Justiça, através da PF, confirmado a existência de MILHÕES em depósitos no exterior;
    Tendo a Delação Premiada e os depoimentos (em mãos da Dilma);
    Mesmo com as robustas provas.

    Ela, Dilma, não pode fazer nada.

    Nem chamar a Graça Foster.

    Espera o relatório da Delação Premiada.

    Num caso, uma simples SUSPEITA, é suficiente para achincalhar o Aécio.

    No outro caso, comprovado (depósitos),
    Não pode nem convocar o tesoureiro do PT, citado nos depoimentos.

    Não é estranho?

  4. BRASIL DECENTE
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 15:32 hs

    Tadeu fica frio, que essa eleição o AÉCIO já ganhou e não é torcida não, veja bem, ele estava em terceiro no primeiro turno, virou o jogo de ultima ora detonando esses institutos de pesquisa pé de chinelo e agora basta ele concentrar sua campanha com os aliados de verdade que já estão trabalhando Brasil afora e nas regiões com maior indice de votação ( SUL, SUDESTE, BAHIA e PERNAMBUCO) e pronto ele detona esse horror que está ai e teremos de novo um pais de verdade e sem tanta maracutaia.

  5. LUIZ B.
    quinta-feira, 16 de outubro de 2014 – 18:00 hs

    O PROBLEMA SÃO OS MORTOS DE FOME QUE NÃO QUEREM TRABALHAR,AQUELES QUE ELEGEM ESSA CORJA.

  6. sexta-feira, 17 de outubro de 2014 – 22:35 hs

    Tá na hora dos eleitores indecisos,verem essas maracutaias do PT, e os amigos do nordeste também.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*