Sob governos do PT, Casa Civil virou "ministério do escândalo" | Fábio Campana

Sob governos do PT, Casa Civil virou “ministério do escândalo”

casa civil

Da IstoÉ:

No momento em que a campanha de Dilma Rousseff prega que nunca houve tanto combate à corrupção, a análise do histórico de um dos ministérios mais importantes do poder Executivo, a Casa Civil, mostra que os escândalos sempre estiverem próximos da gestão do Partido dos Trabalhadores.

José Dirceu, ministro-chefe da Casa Civil de 2003 a 2005, no governo Lula, foi condenado e preso por envolvimento no mensalão. A seguir, cairia Erenice Guerra, que chefiou a pasta entre abril e setembro de 2010, após denúncias de tráfico de influência envolvendo seu filho.

No governo Dilma, foi a vez de Antonio Palocci (foto), ministro entre janeiro e junho de 2011, pedir demissão em virtude de denúncias de enriquecimento ilícito. Sua sucessora na Casa Civil, Gleisi Hoffman, que ocupou a pasta até fevereiro de 2014, não passou livre de escândalos. Ela teria recebido, segundo denúncia do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, R$ 1 milhão, originados de propinas, para bancar a campanha ao Senado.


9 comentários

  1. Juca
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 15:30 hs

    A cerimônia fúnebre desta quadrilha, cujos integrantes está fedendo, está marcada para o dia 26 de outubro entre as 8:00 e 17 horas. Compareça levando o título de eleitor e um documento oficial com foto necessários para participar deste ato cívico e da maior importância para o futuro da nação brasileira. Será o maior e mais importante enterro na história contemporânea do Brasil. E na hora de registrar a presença na maquininha, não esqueça, é DILMA 45.

  2. Parreiras Rodrigues
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 16:46 hs

    Não seria esta Casa Civil inspirada pelo sucesso de Nico Fidenco, anos 70 – A Casa de Irene?

  3. VERDADE VERDADEIRA
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 18:38 hs

    Imaginem se na Casa do Presidente acontecia isso, o que não esta acontecendo no baixo clero petista……
    Ainda bem que não ha mal que tanto dure, nem azar que tanto perdure….a sorte do povão ja mudou ao perceber o embuste e a canalha que esta governando.
    Ufa…enfim….

  4. ferreira
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 20:09 hs

    TUMA JUNIOR DIZ QUE RELAÇÃO JBS FRIBOI COM OS GOVERNOS DO PT É A MAIOR “LAVANDERIA DA HISTÓRIA DA AMÉRICA LATINA”.

  5. SANDRA
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 20:15 hs

    Não é isso que queremos para o Brasil

  6. imaurricci
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 20:16 hs

    Será que todo o eleitor sabe o que está acontecendo no Brasil com estes meres de corrupção ou só quem tem um mínimo de cultura e discernimento político,econômico e cultural.Pois não acredito que quem recebe as bolsas esmolas saibam ou queiram saber da verdade. Pobre Brasil. VAMOS EM 45 no dia 26. Para mudar este país.

  7. imaurricci
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 20:17 hs

    Onde está escrito meres leia-se mares de corrupção.

  8. CRISTOVÃO
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 20:46 hs

    Agora não é mais Casa Civil……….agora é Casa da Corrupção

  9. quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 21:33 hs

    A Casa Civil tornou-se a Casa de Tolerância 2 (dois) porque a 1ª é o Congresso Nacional, tal qual o governo, tolera-se tudo, menos a honradez, a ética e a verdade. A corrupção tomou conta desse governo e se fazem de inocentes perante a opinião pública. Será que o povo e o eleitorado brasileiro apoiam tais malfeitos e erros cometidos pelos petistas. A Polícia Federal entrou em greve hoje, devido a Medida Provisória que quer tirar o poder da Polícia Federal de investigar, e o Ministério Público Federal também. Sendo que todo Inquérito policial deverá ter a anuência da Presidência da República, Dilma quer implantar o “COMUNISMO” em nosso País. Por esse ideal ela lutou como guerrilheira para ver implantado um REGIME COMUNISTA, Vamos votar 45 para acabar com essas vilanias cometidas contra o povo brasileiro.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*