Requião vota e reclama do pouco tempo de TV | Fábio Campana

Requião vota e reclama do pouco tempo de TV

requiao - voto 2

Roberto Requião (PMDB) votou hoje, logo cedo, no Colégio Julia Wanderley, no bairro Batel, em Curitiba. Em rápida conversa com a imprensa que aguardava o candidato, Requião disse que está em desvantagem nas pesquisas por causa do pouco tempo de televisão destinado a ele. Requião foi acompanhado de Marcelo Almeida, candidato ao Senado pelo PMDB.


8 comentários

  1. Zezão
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 12:53 hs

    As coisas mudam Requião , já teve muito tempo na TV, pessoas ao seu lado bajulando, mas tá perdendo poder e as coisas vão se perdendo, telefone não toca , etc…

  2. Parreiras Rodrigues
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 13:07 hs

    Requião teve um canal inteiro à sua disposição. A TV Educativa, ele a transformou em palanque eleitoral, para mostrar rodovias fotochupadas no Repórter das Estradas e ainda retransmitir a TV de Hugo Chavez.

  3. Flavia Adrina
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 13:10 hs

    Roberto Requião vai rolar um um chá das 5;00 hs na casa do Greca pessoa que dará um ombro amigo, abraço e choro.

  4. pedro bernardo
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 14:28 hs

    Não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe. Hoje é o início do ostracismo do senador que, eleito três vezes para o governo do estado, nunca foi governador de verdade, foi capataz. Vamos nos livrar de um político atrasado, truculento, autoritário, que só soube agredir, xingar, menosprezar, desagregar.

  5. duarte
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 14:31 hs

    Com a sua derrota já no primeiro turno, o senador pode começar a se acostumar com o ocaso que o espera. Passa a ser um personagem tão bem retratado pelo colombiano Garcia Marquez: O outono do Patriarca e Ninguém escreve ao coronel.

  6. Beatrix Kiddo
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 15:50 hs

    Quando a ordem era inversa ele nunca reclamou, Pinoquião prova que o que ele quer para si não quer para os outros. Com certeza a Carta de Puebla não diz isto, mas quem é que se dá ao trabalho de ficar lendo a Carta? Vou perder meu tempo te dando um conselho Pinoquião, meu pai não dizia assim para os chorões, vá chupar prego até virar parafuso, esta até parece que foi feita para você.

  7. décio
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 16:59 hs

    Requião ainda dizendo que o filho, Maurício, alcunhado de Requião Filho, vai dar sequência à carreira do senador. Pelo destempero do filho, vale o provérbio popular de que o fruto não cai longe do pé. É um boca grande e aprendiz de destrambelhado. Falastrão, não perde tempo analisando, medindo e ponderando. Prefere opinar e xingar de bate pronto, assim como o senador, seu ilustre pai. Parece que não vai se eleger, o que seria bem útil, pois nesta eleição o eleitor paranaense está encerrando a carreira do senador já no primeiro turno. Seria muito azar, a gente se livrar do pai e, como castigo, receber o filho como troco…

  8. luiz carlos ferro
    domingo, 5 de outubro de 2014 – 18:09 hs

    E o “pouco tempo” que teve não soube aproveitar, não apresentou nada de novo a não ser baixarias e mentiras, o tempo transforma as coisas coronel.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*