Procurador diz que Requião precisa ressarcir cofres públicos por 'escolinha' | Fábio Campana

Procurador diz que Requião precisa ressarcir cofres públicos por ‘escolinha’

requiao - ress nt

De Rogério Galindo, Caixa Zero, Gazeta do Povo:

O senador Roberto Requião (PMDB) teve mais um revés relacionado a uma ação na Justiça. O Ministério Público acaba de dar parecer contrário a um recurso dele na ação que pretende cobrar ressarcimento ao estado em função da Escola de Governo.

O procurador da República Luiz Carlos Weber discordou dos argumentos da defesa e diz que Requião realmente usou a emissora estatal de tevê, a Paraná Educativa, para promoção pessoal. Requião fazia uma vez por semana, durante seu governo, um encontro com secretários e integrantes do governo que era transmitido pela tevê.

A defesa de Requião diz que não havia custos para a transmissão do programa e que ele era voltado a questões de interesse do estado. Mas o procurador não concordou. O caso será julgado no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, em Porto Alegre.


8 comentários

  1. Álvaro Barros
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 14:05 hs

    leva-lhe pau requião!

  2. Rick Barrys
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 16:09 hs

    Aquela BOLSA INSULTO,,,,NÃO VAI DAR, terá que arrumar mais uma ou quem sabe o VOVÓ NANÁ (alguém o viu durante a campanha) abra os seus armários e a famiglia ressarça os cofres publicos pela promoção pessoal do REI quião….
    Aqui se faz, aqui se paga.

  3. Geraldo
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 16:28 hs

    Deus queira que o Beto leve esta eleição no próximo domingo, porque dar mais 21 dias para esse perdedor decrépito criar mais algum factóide vai ser F#*#*

  4. Geraldo
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 16:32 hs

    Rick Barrys, obviamente foi orientado não aparecer durante a campanha, para não sujar mais ainda a imagem do irmãozinho. Tá em Miami, gastando os dólares surrupiados do Porto de Paranaguá, e dando risada da cara da justiça vergonhosa desse nosso país…

  5. Luiz B.
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 17:25 hs

    Era a escolinha da mentira,só enganação,coitado dos que eram obrigados a participar para não perderem o cargo comossionado,só se houvia asneiras.

  6. Heteronymo
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 18:31 hs

    Aqui também passa muita asneira, seu Luiz B: comissionado com 3 “o”s e ouvia com “h”… convem reciclar a escola primária…

  7. Luiz Eduardo
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 19:36 hs

    Estranho que não aconteça o mesmo julgamento para a TV Câmara, TV Senado. O Beto Richa não adotou a Escolinha porque foi um governador sem argumentos, sem conteúdo e tem medo de enfrentar uma platéia que sabe o que acontecia, falando a verdade sobre as coisas. Se houvesse a escolinha seria um troca-troca de mentiras e lero leros, comandada pelo BETO ROLANDO LERO. Mas o lero do Beto termina dia 05 de outubro.

  8. Luiz
    sexta-feira, 3 de outubro de 2014 – 22:32 hs

    Vai precisar de mais uma aposentadoria para pagar essa também.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*