Polícia Federal intima | Fábio Campana

Polícia Federal intima

A Polícia Federal intimou 12 empresas, em sua maioria empreiteiras, a prestar esclarecimentos sobre depósitos efetuados em companhias de fachada do doleiro Alberto Youssef para lavagem de dinheiro desviado da Petrobras. Somadas, as empresas depositaram R$ 33,5 milhões nas contas que eram usadas para emissão de notas frias, para justificar repasse para PT, PP e PMDB. Entre elas, estão OAS, Mendes Junior, Galvão Engenharia, Engevix e Coesa. Outras grandes receberão intimações semelhantes, como Odebrecht e Camargo Corrêa. É o primeiro passo para colocar em prática a nova Lei Anti-Corrupção, que pune corruptores. Todas dirão que não tinham como saber se as notas eram frias e seus valores repassados a partidos.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*