PMDB não aceita PT no comando da Câmara e promete derrotar o governo | Fábio Campana

PMDB não aceita PT no comando da Câmara e promete derrotar o governo

Do Painel, Folha de S. Paulo:

O PMDB capitaneou a derrubada do decreto dos conselhos populares com um objetivo claro: cortar na raiz a movimentação do Planalto contra a candidatura de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a presidente da Câmara. “A votação mostra que a Câmara tem maioria contra o PT e não aceita o PT no comando”, diz o deputado. Ele promete repetir a dose se Dilma Rousseff insistir no plebiscito da reforma política. “Vamos derrubar tudo. Nada disso vai passar. Vamos derrotar o governo”, desafia.

Para inglês ver
O PSDB está disposto a apoiar Eduardo Cunha para impor nova derrota ao governo. No entanto, estuda lançar o líder Antonio Imbassahy (BA) e “marcar posição” na disputa pela presidência da Câmara.

Cola na cadeira
Renan Calheiros (PMDB-AL), que também defendeu a derrubada do decreto de Dilma, teria outro objetivo: ganhar apoio em seu partido e na oposição para disputar a reeleição à presidência do Senado.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 10:36 hs

    É por essas e outras que os lulopetistas querem uma reforma política plebiscitária para seguir o caminho dos mendigos bolivarianos que nos rodeiam. Incapazes do convívio democrático onde não mandem absolutamente, o lulopetismo quer a demagogia populista como forma de apoio para sua sanha de dinheiro e poder. Abominam o sistema representativo e preferem os sovietes à moda latrino-americana.

  2. ferreira
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 11:38 hs

    Será ótimo ter o pmdb adjeto aos demais partidos opositores e formar a maioria no Congresso Nacional, e tem mais, é uma estratégia política para ter o comando do executivo num quiçá impeachment.

  3. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 12:14 hs

    Os quadrilheiros brigam entre si,
    Ninguém ai está pensando em Brasil. Os interesses dos partidos de Oposição são explicitamente pessoais. Lula tinha razão, embora depois ele no meio, quando definiu a grande maioria dos parlamentares como Os picaretas da República!

  4. Álisson Lira
    sexta-feira, 31 de outubro de 2014 – 7:22 hs

    O importante é que todos se unam contra o pt. O pt é o inimigo comum de todos a ser derrotado. Qualquer um que tenha ao menos um neurônio (isso não vale para os petralhas, eles tem zero) sabe que o pt quer implantar o bolivarianismo, que vem destruindo toda a América do Sul, e sabe que o pt não suporta liberdade nem democracia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*