OAB-DF concede carteira de advogado a Joaquim Barbosa | Fábio Campana

OAB-DF concede carteira de advogado a Joaquim Barbosa

Captura de Tela 2014-10-20 às 23.08.20

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional do Distrito Federal, concedeu hoje o registro de advogado ao ex-presidente do Supremo Joaquim Barbosa. Barbosa havia tido a carteira negada no início de outubro, quando o presidente da OAB-DF, Ibaneis Rocha, impugnou seu pedido. Ibaneis alegou que Barbosa não possuía a idoneidade moral necessária para exercer a profissão.

De acordo com a comissão que analisou o pedido de reinscrição, o ex-ministro “flertou” muitas vezes com a ilegalidade ao criticar a classe dos advogados, mas não pode ser impedido de exercer a profissão. Com a carteirinha da Ordem, Barbosa poderá, além de advogar, produzir pareceres jurídicos para processos – que é o que pretende desde que deixou a Suprema corte.


9 comentários

  1. FUI !!!
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 6:47 hs

    Deve estar demente este Ibaneis Rocha. Se criticar a classe que perten-
    ce for ilegal, qual a opinião dele a respeito de tantos outros advogados que
    praticam atos criminosos neste Brasil !? Comece caçando o diploma destes
    caras primeiro “digníssimo” Presidente da OAB !!!

  2. Edilson
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 7:42 hs

    kkkkkkk, isso parece uma piada, se a V.Exa. Joaquim Barbosa não possui idoneidade moral necessária para exercer a profissão de advogado, quem vai ter? Isso é Brasil.

  3. Johan
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 8:53 hs

    Caro FÁBIO, agora com essa posição da OAB nacional de fornecer o registro ao advogado Joaquim, a classe profissional dos bacharéis, retorna a luz da democracia, saindo do fundo escuro dos porões da ditadura petista. Ao advogado Dr. IBANEIS ROCHA, ficamos envergonhados com a sua manifestação quanto ao posicionamento do advogado Joaquim. Essa sua atitude reflete bem o medo que a população tem do regime atual, que detém receio de ser criticado por suas realizações de MALFEITOS descobertos e divulgados. O BRASIL ainda tem salvação. Atenciosamente.

  4. Zangado
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 10:46 hs

    Uma comissão de advogados da oab federal dizer que o ministro “flertou” com a ilegalidade? O que é isso? Só porque enquadrou um bêbado impertinente no púlpitto do plenário do STF? É muito difícil para a classe assimilar a mente de tais membros da comissão. A que decadência institucional chegamos!

  5. abilio ribeiro
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 10:55 hs

    e o tal ‘presidente’ da oab, continua solto???

  6. TROLL
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 12:37 hs

    Nããããooo… Como é que pode?
    A OAB de Brasilia fez isto?
    Estão ficando loucos?
    kkkkk…….

  7. Beatrix Kiddo
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 12:58 hs

    Se até o seu Zé tem o direito de litigar em juízo como é que o JB não poderia fazer a mesma coisa?

  8. Vigilante do Portão
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 15:26 hs

    Pensei em escrever algo, o colega Johan já havia escrito.

  9. ambrosio
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 18:26 hs

    Realmente, uma carteirinha da ordem faz diferença. E uma carteirinha sem ordem tem diferença? Rodrigo Lopes: Quando Tancredo governava Minas, Aécio tinha carteira de policial como “secretário particular” do avô (GOOGLE)

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*