O Paraná no centro das denúncias de corrupção do PT | Fábio Campana

O Paraná no centro das denúncias de corrupção do PT

selfie
Youssef, Janene, Vargas e agora Gleisi: o Paraná no centro das denúncias da Petrobras

De Rogério Galindo, Gazeta do Povo

Foi aqui que começou o escândalo da Petrobras, lembram? Começou com a Operação Lava Jato, que teve seu centro no Paraná. O principal envolvido a ser preso já de cara foi Alberto Youssef, um doleiro velho conhecido da política local que agora se vê que tinha influência também no resto do país.

Foi daqui a primeira “vítima” política do escândalo, o deputado André Vargas, à época vice-presidente da Câmara. Abatido em voo, terminou sendo obrigado a deixar o partido e nem pôde concorrer à reeleição.

Escavando o caso, chega-se a uma origem igualmente paranaense: o falecido José Janene, que foi deputado federal pelo PP, seria um dos responsáveis pela distribuição do dinheiro que seria desviado das obras, segundo a investigação feita pela Polícia Federal.

Isso tudo sem contar que a investigação está sendo feita aqui e conduzida por um juiz local, Sérgio Moro (que, aliás, vai fazendo seu nome nacionalmente, esse sim no bom sentido).

Agora, pela primeira vez, o caso atinge o primeiro time da política local. A denúncia é de que a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hofmmann teria recebido R$ 1 milhão em sua campanha para o Senado em 2010.

Sabe-se pouco, quase nada, sobre o que Paulo Roberto Costa teria dito sobre o assunto até o momento. A reportagem da Folha de S.Paulo diz apenas que Youssef teria ajudado com esse valor na campanha. Gleisi e o marido, o ministro Paulo Bernardo, negam, é claro.

Para sermos mais específicos, quase tudo o que diz respeito ao Paraná no caso (excetuando Sérgio Moro) até aqui, tem a ver com a política londrinense. Foi de lá que surgiu a parceria Youssef-Janene, segundo a investigação. É de lá André Vargas. Gleisi e Paulo Bernardo também começaram a carreira lá.

Por enquanto, não há absolutamente nada definitivo contra ninguém. A denúncia contra Gleisi, pelo menos até aqui, é vaga e imprecisa. De onde teria saído o dinheiro? De qual empresa? Da Petrobras? De qual diretoria? Como isso ocorreu?

Diz a boa prática jurídica que ninguém é culpado por antecedência. Em tese, só depois do julgamento poderemos dizer qualquer coisa. Gleisi nega e, pela Constituição, tem direito à sua defesa. No entanto, não deixa de ser constrangedor para a ex-ministra ter de se explicar sobre um caso tão espinhoso.


14 comentários

  1. Palpiteiro
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 13:43 hs

    O PT elegeu a menor bancada no PR dos últimos anos. Precisamos enxotar este partido do estado, fazendo com que Dilma tenha menos votos que Gleisi, ou seja, menos de 10% para sepultar as pretensões malignas dos lulopetistas.

  2. Geraldo
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 13:47 hs

    Mais um pouquinho e começa a aparecer uma certa agência de propaganda paranaense muito envolvida com o casal 20 do PT do estado… Espera só pra ver!

  3. Palpiteiro
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 13:53 hs

    O Paraná de cara limpa…

  4. Fernando
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 13:56 hs

    seria muito bom a senadora greisi se explicar…….foram milhoes de paranaenses que votaram nela para o senado…e ate agora não a viram trabalhar pelo Paraná e seu povo.Aliás, tem-se notícias que só atrapalhou e dizem que até prejudicou o Estado do Parana em conluio com o senador requiao….Mas ela tem o direito de se defender,pois a verdade bate bate mas nao afunda! Vamos ver!!

  5. LIDIA BORGES
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 14:01 hs

    ESSA GLEISI HOJE É SINONIMO DE SUJEIRA NA POLÍTICA E NA VIDA NA COMPANHIA DO GAIEVSKI, POR EXEMPLO.

  6. ZABRA K TISE
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 14:02 hs

    A POCILGA DO PT COMEÇA A APARECER EM SUA INTEIREZA.

  7. EREMILDO O IDIOTA
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 14:07 hs

    ANÕES DO ORCAMAENTO foram caçados, MENSALEIROS foram caçados, agora, viraram trombadinhas perto dos B I L H O E S, que os PETROLÕES levaram.

    O NOVO CONGRESSO, tem a obrigação moral de fazer a depuração e livrar-se dos que se elegeram com dinheiro roubado, seja nesta eleição ou na de 2010.

    Dos 93 apontados todos devem ser investigados e nenhum deles pode ocupar cargo de direção nas mesas do Senado e Camara.

    FAXINA QUE O POVO ESCREVEU CLARAMENTE NAS URNAS, e ai daqueles que se omitirem nesta limpeza….

    Pelo jeito o Paraná vai ver suplentes assumindo muitas cadeiras……

  8. domingo, 19 de outubro de 2014 – 14:33 hs

    Mas daqui é o Juiz que desmontou a quadrilha Petista da Petrobras que agia via Paraná.

    E graças a Deus o PT morreu e que descanse em paz ,se conseguirem ,depois de tanto mal que fez ao povo

  9. Sherlock Holmes
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 15:17 hs

    Cada enxadada uma minhoca;
    Dilma era a chefe.
    Aqui esta parte dos ladrões do maior esquema de corrupção do Brasil;
    Lula era o chefe do segundo maior esquema de corrupção, a maioria foram condenados, faltou incluir o chefe;
    Mas existe muitos outros em outras empresas estatais e setores públicos, é só procurar…
    Cada enxadada, uma minhoca;
    Fora corruptos;
    Vamos salvar o Brasil…

  10. Helena
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 16:06 hs

    Ainda tem muita gente que ainda não apareceu, deixa o Aécio assumir que muitos fugirão do País.

  11. Strapasson
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 17:47 hs

    E esta minhoca responde pelo nome de CORRUPÇÃO!!! rsrsrsr

  12. domingo, 19 de outubro de 2014 – 19:32 hs

    Tudo graças a uma policia Federal,que temos Parabens!!! Mas também,Parabens ao orgulho dos PARANAENSES O JUIZ FEDERA DR MORO

  13. PAULO GENEROSO
    domingo, 19 de outubro de 2014 – 22:00 hs

    Esses sao os novos GIGANTES DO ORCAMENTO.

  14. terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 15:34 hs

    ENTRE A CRUZ E A JUSTIÇA SE GANHAR O QUE FAZER?
    SE PERDER DAR NO PÉ OU IR PRÓ FERRO

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*