Justiça brasileira derrotada | Fábio Campana

Justiça brasileira derrotada

Foto: Pedro Ladeira/ Folhapress rodrigo janot - pedro ladeira - folhapress

Para Rodrigo Janot, procurador-geral da República, o fato de a Justiça italiana ter negado o pedido de extradição de Henrique Pizzolato foi uma derrota para a Justiça brasileira. Janot acredita que a decisão deixa em evidência graves problemas do sistema carcerário do Brasil. As informações são da Folha de S. Paulo.


12 comentários

  1. Jopa Santana
    quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 16:13 hs

    Não esqueçamos que pode ser um troco ao fato de termos dado “guarida” a um bandido procurado pela Itália, o Sr. Cesare Battisti.

  2. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 16:25 hs

    Esta justificativa é muito melhor do que aquela alegada no caso do sanguinário assassino Battisti, onde se disse que havia perseguição política contra ele na Itália e ele corria risco de vida. Os italianos são mais criativos do que os brasileiros.

  3. abilio ribeiro
    quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 16:42 hs

    E A FRAUDE ELEITORAL???????????????FOI O QUE???????????

  4. BigPaul
    quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 16:59 hs

    E a Itália está sendo condescendente. Negando-nos um segundo escalão, apenas um ladrão, como todo…. Sim, um ítalo-brasileiro, que jamais matou uma mosca. Apenas um ladrão; em troca de um assassino julgado e condenado na própria Itália por terrorismo, assaltos,sequestros, assassinatos, e outros crimes pavorosos, mas que é amigo, protegido, e correligionário do governo petista. Esses italianos continuam sendo perfeitos cavalheiros, dando uma desculpa para a negativa.Fica aí Pizzolato. Ladrão já temos demais por aqui. Um governo inteiro, e parte da torcida.

  5. quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 17:07 hs

    Que nada, o Brasil está pagando com a mesma moeda.
    É só mandar o Lula devolver o Cesare Batistti…

  6. quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 18:47 hs

    Ele sabe (não vai dizer o que todos já desconfiamos) que ficamos com o mico Battisti e descartamos um ás Pizzolatto.

    Isso dá mais um fôlego ao lulopetismo no poder enlameado, ou melhor, emPTrolado até o pescoço …

    A situação do país é grave.

  7. MENSALEIRO JÚNIOR
    quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 19:41 hs

    O PT ESTAVA MORRENDO DE MEDO QUE A ITÁLIA MANDASSE ESSE LADRÃOZINHO DE VOLTA,IMAGINA SE ELE RESOLVESSE FAZER A TAL DA DELAÇÃO PREMIADA, TÃO EM MODA HOJE EM DIA.NÃO FICARIA PEDRA SOBRE PEDRA NESSA REPÚBLICA DOS BANANAS.

  8. Sergio R.
    quarta-feira, 29 de outubro de 2014 – 20:46 hs

    Como se estivessem interesse que o cara voltasse. Até parece.

  9. wallace paes lemos
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 4:31 hs

    Se essa injustiça brasileira não faz justiça,os italianos estão de parabéns ao baterem de frente com esse governo e manterem o malfeitor por lá.Afinal,não queremos o:Battisti ? Queremos?
    Porém minha preucupação é se essa cupúla não é capaz de trazer esse malfeitor de volta ao país mesmo que tenha de ceder a certas situações italianas…

  10. NA CORDA BAMBA
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 4:58 hs

    A justiça brasileira está falida em todos os sentidos. O fato do Lula dar
    apoio ao Battisti interferiu negativamente neste caso com certeza. Em
    termos de penitenciária e legislação o Brasil anda na contramão de um
    país sério. Veja os componentes do STF.

  11. PIMENTA PURA
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 5:53 hs

    Inocencia por parte do Brasil esperando que a Itália devolvesse o Pizzo-
    lato. Desde que o Lula e curriola deu apoio total ao Battisti (criminoso con-
    denado na Itália) o Brasil queria que os Italianos devolvessem de mão
    beijada !? O tiro saiu pela culatra…

  12. carnaval
    quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 13:03 hs

    Isso só vem a provar que a Justiça Brasileira é brincadeira de criança no Jardim de Infancia.O Brasil so sera respeitado quando
    realmente a Lei que esta no papel onde diz que é igual para todos
    mas o que vemos é cadeia para civil e proteçao para engravatados.Isso e Brasil onde confunde com capital da Argentina.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*