Estudante vítima de bala perdida no Santa Cândida morre no hospital | Fábio Campana

Estudante vítima de bala perdida no Santa Cândida morre no hospital

estudante banda B

Da Banda B:

A adolescente de 16 anos, baleada nas costas em uma suposta troca de tiros entre policiais militares e assaltantes, morreu no Hospital Cajuru de Curitiba durante a tarde desta quarta-feira (1). Bárbara Alves saía da escola quando, segundo testemunhas, acabou atingida por um disparo logo após o assalto a um restaurante do bairro Santa Cândida, por volta das 12h. Três policiais almoçavam no local quando escutaram o grito do caixa do estabelecimento, que pedia ajuda.

“A menina saía da escola quando a perseguição começou, eles tentaram fugir em uma moto e o policial atirou. Percebemos que ela ficou em estado muito grave, já que o helicóptero precisou vir aqui para prestar socorro”, disse uma testemunha sem se identificar.

Familiares da menina, indignados, ligaram à redação da Banda B e garantiram que foi um único tiro disparado. “Não teve troca de tiros. Estamos estarrecidos com o que aconteceu, foi apenas um tiro que veio do policial”, afirmou uma mulher que se identificou como amiga da família de Barbára.

De acordo com a PM, os dois bandidos trocaram tiros com os policiais, o que ocasionou a reação na Rua Padre João Wislinski. A testemunha, porém, garante que não houve tiros por parte dos assaltantes. “Era saída de escola, ouvimos cerca de quatro tiros e um a atingiu. Os bandidos não atiraram, foi uma ação desastrosa dos policiais”, afirmou.

Os bandidos conseguiram fugir do local. Já a menina foi encaminhada em estado grave e morreu no Hospital Cajuru. Nas redes sociais, as mensagens de luto e solidariedade à família já são postadas em seu perfil no Facebook.

A Polícia Militar ainda não se pronunciou sobre a situação.


5 comentários

  1. Luiz Eduardo
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 11:12 hs

    Quando exerci o comando do 17o BPM, da Polícia Rodoviária Estadual e do BPTRAN, sempre uma orientação era obrigatória: PREFIRO UM BANDIDO SOLTO DO QUE UM INOCENTE MORTO. Esta orientação antecedia as operações tipo Blitz.

  2. Marcão
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 13:26 hs

    Paraná Seguro?

  3. luiz fernando
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 14:36 hs

    O problema que só exite pm em países do 3o mundo, e a ONU já solicitou ao Brasil e outros paises que ainda há a pm, resquício da ditatura, que acabem com esse tipo de organismo, aqui em curitiba esta ficando igual ao rio de janeiro e sao paulo onde é comum haver enfrentamento entre pm e “marginais”. vamos seguir o que a ONU diz, acabar ou unificar as forças policiais e criar realmente a segurança democratica

  4. bico doce
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 21:29 hs

    Não dá para generalizar, mas como tem policial incompetente neste país. 3 policiais erram a pontaria e matam 1 inocente e ainda deixam soltos 2 bandidos. Tem que unificar as polícias já !

  5. MENSALEIRO JÚNIOR
    quinta-feira, 2 de outubro de 2014 – 21:40 hs

    PONTOS A SEREM ESCLARECIDOS NA SINDICÂNCIA. OS PMs MORAM NAS PROXIMIDADES ? O QUE ESTAVAM FAZENDO NO LOCAL ? ELES SÃO DA MESMA UNIDADE ? COSTUMAM ALMOÇAR NO LOCAL ? ESTAVAM FAZENDO BICO DE SEGURANÇA EM ALGUMA EMPRESA PRÓXIMA ? A ARMA QUE USAVAM ERA DA CORPORAÇÃO OU PARTICULAR. SE ESTAVAM PORTANDO MAIS DE UMA ARMA TODAS FORAM RECOLHIDAS ?SE O SINDICANTE QUISER ESCLARECER O QUE ACONTECEU ELE O FARÁ NO PRAZO REGULAMENTAR POIS OS PONTOS A ESCLARECER SÃO DOS MAIS FÁCEIS DE SEREM ESCLARECIDOS.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*