Escândalo da Petrobras dificulta reeleição de Dilma, diz New York Times | Fábio Campana

Escândalo da Petrobras dificulta reeleição de Dilma, diz New York Times

brasil-corrupcao-petrobras-paulo-roberto-costa-baixa-20140917-006-size-598

Do Globo:

O jornal americano New York Times, em sua edição eletrônica, publicou uma reportagem sobre o escândalo de desvio de recursos da Petrobras e suas consequências para a eleição do próximo presidente. Com o título “Escândalo em companhia brasileira de Petróleo tumultua campanha presidencial”, o texto menciona que o episódio destacou a competição ideológica das visões de como a Petrobras, que segundo o jornal “fez algumas das maiores descobertas de petróleo no mundo neste século”, deve ser administrada. “O caso apresenta um enorme desafio para a presidente Dilma Rousseff, que está em uma amarga batalha eleitoral contra Aécio Neves”, consta no texto.

“Com os dois candidatos lutando um contra o outro pela opinião pública, Aécio Neves está aproveitando o escândalo do petróleo para atacar Dilma Rousseff e sua administração”, afirma o New York Times. A reportagem diz ainda que desde que Dilma Rousseff assumiu, exerceu grande controle sobre a empresa de energia, alinhada com sua visão de que “grandes empresas estatais” deveriam ser os pilares do desenvolvimento brasileiro”.

A publicação afirma que, se provado, o esquema de desvio de recursos da estatal tornaria “pequenos” casos de corrupção anteriores, como o mensalão, chamado de “esquema de compra de votos que resultou na prisão de figuras de destaque no Partido dos Trabalhadores em 2013”. A punição para o caso, de acordo com o New York Times, foram vistos como uma melhora “sem precedentes” na cultura política, em que “a impunidade prevaleceu longamente”.

O jornal explica a participação do ex-diretor da Abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa no esquema, e como sua delação premiada ampliou o alcance do escândalo. A reportagem diz que Costa estava vivendo o sonho de um “homem do petróleo”, mas que esse sonho “evaporou” quando ele foi preso. O texto cita que o ex-diretor tinha posses, como um iate e um carro de luxo, além de mais de US$ 25 milhões em contas bancárias na Suíça e nas Ilhas Cayman.


16 comentários

  1. Roberto
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 17:16 hs

    Grandes estatais ERAM os pilares do desenvolvimento das contas bancarias dos petralhas…

  2. Osmahiry
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 17:35 hs

    Por colaboração, em vez de “Ney York Times” ficaria melhor “The New York Times”.

  3. VERDADE
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 17:39 hs

    O PSDB também estah envolvido e consequentemente o Aécio…Estah mal informado este meio de comunicação! Ambos estão prejudicados vide a queda do paladino da moral e dos bons costumes…kkkkk

  4. justino bonifacio martins
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 19:24 hs

    Esse canalha merece ter seus bens confiscados e dar a ele o destino que os EUA deu ao Sadam Hussein.

  5. VERDADE VERDADEIRA
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 19:28 hs

    O economista e professor Reinaldo Gonçalves, titular de economia internacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro exemplifica: “A China e o Japão acumularam reservas para ampliar o poder na economia global e se contrapor aos EUA. O Brasil, até agora, só formou reservas para administrar custos altos”. Hoje a dívida pública interna federal está por volta de R$ 2,2 trilhões. Quando o PT assumiu o governo a dívida interna era de R$ 640 bilhões e a dívida externa era de R$ 212 bilhões, totalizando uma dívida real de R$ 852 bilhões. Quase triplicou o endividamento interno, nos últimos 12 anos.

    Hoje o endividamento externo brasileiro tem nos empréstimos privados majoritários o seu principal foco alimentador: na dívida bruta de US$ 333,1 bilhões, o setor privado deve US$ 240 bilhões e o setor público, US$ 93 bilhões. Empresas nacionais e multinacionais buscam recursos no exterior onde a taxa de juros é, na média, 2%. Os bancos são os principais tomadores de empréstimos. Eis uma das razões para os seus fantásticos lucros, ante o fato dos juros para crédito de longo prazo estão, na média, em 12% ao ano. Um ganho fantástico.

  6. Paolo
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 19:48 hs

    Seu “verdade”, o PSDB NÃO está envolvido! O que houve é que o PT/3% SUBORNOU um dirigente do PSDB!! Ou seja, o PT/3% cometeu 2 crimes: ROUBOU DINHEIRO PÚBLICO DA PETROBRÁS e, parte dele, destinou para SUBORNAR pessoas e outros partidos!! Diante de tudo isso, seu “mentira”, digo, verdade, o PT/3% deveria ser PROSCRITO e seus membros processados por ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA!!!!

  7. Sergio R.
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 21:00 hs

    Putz. O mentirinha podia ter dormido sem essa.

  8. sergio silvestre
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 21:18 hs

    A coisa está preta para os Tucanos que apostaram na delação premiada dos delinquentes e o tiro saiu pela culatra.
    A Dilma saiu ilesa e quem se ferrou foi a turma de Londrina e Maringá que o Campana já deve estar por dentro,mas que a coisa vai feder vai.
    São dezenas de pessoas envolvidas que vem lá do tempo em que o PSDB governou Miranga e olha que não foi coisa pequena.

  9. lUIZ ERNESTO
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 22:03 hs

    O ESCÂNDALO DA PETROBRAS NÃO DIFICULTA A REELEIÇÃO NÃO… ELA TEM 52% DE APOIO ( SEGUNDO DATAFOLHA), DE ELEITORES CONIVENTES COM O JEITO CORRUPTO DE SER E GOVERNAR DO PT.
    COMO MORTO NÃO FALA E NÃO PODE SE MANIFESTAR, É FÁCIL INCRIMINAR, AINDA MAIS QDO HÁ UMA NEGOCIAÇÃO CRIMINOSA COM O INCRIMINADO. TÁ TUDO COMBINADO E DOMINADO…

  10. isaias maurrici
    terça-feira, 21 de outubro de 2014 – 23:44 hs

    O que importa é que toda a roubalheira foi realizada pelos Petralhas uma soma segundo as revista estão denunciando na ordem de 10 bilhões de reais.PT vá roubar assim no inferno. E se alguém deu l0 milhões para o ex- presidente do PSDB para que o mesmo influenciasse na CPI em 2009 este foi um elemento do PT,lembrem-se que em 2009 quem era o presidente desta nação era o homem de 9 dedos,o pinguço.

  11. LUIZ B.
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 7:49 hs

    CADE OS “MILICOS”PRA LIMPAR O PAÍS.

  12. LUIZ B.
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 9:50 hs

    DIFICULTA NADA,OS MORTOS DE FOME DO BOLSA QUADRILHA LÁ QUEREM SABER SE ESSES CORRU=PT=OS ESTÃO ASSALTANDO O PAÍS,O QUE ELES QUEREM É GANHAR A ESMOLA NA BOA.

  13. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 10:41 hs

    Quanto pior melhor para qualquer lado que seja. Os políticos precisam ser ferrados com ferraduras de aço. O Brasil precisa ser passado a alimpo e colocar na cadeia presidentes, ex-presidentes e todos os tipos mais.

  14. LENZA TOLEDO
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 10:53 hs

    Alguém precisa informar o pessoal do PT que o Aécio Neves nunca foi presidente do BRasil, mas será.

  15. quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 11:02 hs

    Esse assalto aos cofres da Petrobras nada mais é do que a continuidade do MENSALÃO 1 (UM), mas o desvio de dinheiro público não é só nessa estatal. Temos na ELETROBRAS, nos CORREIOS, nos FUNDOS DE PENSÃO, nos SUPER – HIPER – ULTRA FATURAMENTOS em ESTÁDIOS DE FUTEBOL, ESTRADAS, PORTOS, AEROPORTOS, na ABREU LIMA, na compra da USINA DE PASEDINA (USA) além de outros Ministérios que se fôssemos enumerá-los não só causaria ENFADO mas também NOJO de ver tanta corrupção nesses governos petistas. A nódoa está na Dilma, Lula e o PT em geral. Devido a esses mal feitos é que o povo saiu às ruas pedindo MUDANÇA em todo o sistema político e em especial na Presidência.

  16. QUESTIONADOR
    quarta-feira, 22 de outubro de 2014 – 12:39 hs

    -Mas o escândalo do Petrolão é apenas a ponta do iceberg…que na verdade é a notícia da moda….nem foram apurados os gastos com as obras da Copa…aí sim queria ver o tamanho do do nabo!!!
    -O desenvolvimento que o partido reinante está mencionando, está totalmente equivocado…é por este e outras que política econômica deste partido está levando o País para a ruína!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*