Dillma vence sobre um país dividido | Fábio Campana

Dillma vence sobre um país dividido

unnamed

Por pouco, muito pouco, Dilma Rousseff reelegeu-se presidente da República. O país ficou nitidamente dividido. No Brasil de economia avançada, capitalista, industrializada, venceu Aécio Neves, do PSDB. Aécio venceu no sudeste, no sul, no centro-oeste.

Dilma garantiu-se no cargo nos bolsões do nordeste e norte onde a politica assistencialista pesa a seu favor. O cesto de bondades que inclui Bolsa Família, Pronatec, Minha Casa, Minha Vida, certamente elegeu Dilma Rousseff nos fundões e nos grotões.

Mas o Brasil sai diferente dessa eleição. Mesmo com a derrota, Aécio conquistou 64,29% dos votos em São Paulo, contra 35,71% de Dilma. O PSDB governa o Estado há 20 anos. Seria o diferencial, caso ele não tivesse perdido em Minas Gerais. Aécio foi governador de Minas duas vezes, mas foi superado por Dilma nesta eleição presidencial. Lá, a petista teve 52,40% dos votos, contra 47,60% de Aécio.

Ainda no Sudeste, Dilma venceu no Rio de Janeiro por 54,94% a 45,06% dos votos. No Espírito Santo, Aécio saiu vitorioso com 53,85%, contra 46,15% da eleita.No Nordeste, Dilma superou o candidato tucano. Ela venceu nos nove estados da região: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

A presidente Dilma Rousseff, que disputou pelo PT as eleições deste ano, terá mais quatro anos de mandato como presidente do país. Após 111 dia de campanha e uma disputa acirrada com Aécio Neves (PSDB) em segundo turno marcado por ataques e acusações, Dilma obteve vitória apertada sobre Aécio: 51,45% contra 48,55%. Com a população e o Congresso divididos, um dos desafios da presidente será, em seu governo, conseguir unir o Brasil.

O resultado marca a eleição mais acirrada da história da redemocratização do Brasil.Os ex-presidentes Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso, Lula e a própria Dilma não ganharam de seus adversários por uma diferença tão pequena em pleitos anteriores. Antes de 2014, a menor diferença havia sido registrada em 1989, na disputa entre Collor e Lula. Na ocasião, Collor venceu com 42,75% dos votos, contra 37,86% obtidos pelo então canidato do PT.

TEMPO REAL: as reações ao resultado pelo país

O horário de verão atrasou a divulgação do resultado da eleição presidencial, que só ocorreu depois das 20h por causa da votação no Acre, que só acabou às 17h do horário local. Já nos estados onde houve segundo turno (Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Pará, Mato Grosso do Sul, Goiás, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e o Distrito Federal), a apuração começou logo após o término da votação, às 17h, pelo horário local.

ATAQUES MARCARAM SEGUNDO TURNO

Após ataques durante o horário eleitoral no rádio e na TV e a troca de acusações em debate do SBT, com denúncias de nepotismo entre Dilma e Aécio, o TSE proibiu a veiculação de gravações que não fossem propositivas.

Publicidade

— O tribunal muda sua jurisprudência para estabelecer que, em programas eleitorais gratuitos, as propagandas devem ser programáticas e propositivas, mesmo com embates duros, em relação às candidaturas do segundo turno — disse o presidente da Corte, Dias Toffoli, no dia 16 de outubro.

Embora o TSE tenha levantado a questão e adiantado julgamentos para não prejudicar a igualdade de condições entre as candidaturas, o clima eleitoral não arrefeceu. Nas ruas, foram registrados tumultos entre partidários de ambas as campanhas. Nas redes sociais, a baixaria também teve vez. O Fla x Flu eleitoral abalou amizades, e gerou discussões com troca de ofensas.

DISPUTA ACIRRADA

A disputa mais acirrada desde 1989 teve a primeira reviravolta no dia 13 de agosto, quando o jato que partiu do Rio de Janeiro e levava o então candidato do PSB, Eduardo Campos, caiu em Santos após arremeter ao tentar pousar no aeroporto. (Confira todas as pesquisas Ibope e Datafolha)

Após a morte do então candidato e a comoção causada pela tragédia, Marina Silva assumiu a cabeça de chapa e passou a liderar as pesquisas de intenção de voto. Desidratada após campanha de desconstrução do PT e recuos em relação ao programa de governo, Marina entrou em queda livre.

No primeiro turno, a decisão dos brasileiros contrariou as pesquisas eleitorais das semanas anteriores ao dia 5 de outubro, que indicavam uma disputa entre a candidata do PSB e Dilma Rousseff. No início do segundo turno, Aécio aparecia numericamente à frente nos levantamentos de Ibope e Datafolha. Dilma, no entanto, recuperou a dianteira e descolou-se do candidato do PSDB.

No primeiro turno, excluindo os votos brancos e nulos, a candidata petista teve 41,6% da preferência (43,2 milhões de votos), contra 33,6% do tucano (34,8 milhões de votos). A votação surpreendeu, já que a candidata do PSB, Marina Silva, que aparecia empatada tecnicamente com Aécio, ficou em terceiro lugar, com 21,3% da preferência (22,1 milhões de votos).

CANDIDATOS VOTARAM EM MG E RS

Pela manhã, Aécio Neves votou em escola de Belo Horizonte ao lado da mulher, Letícia Weber, às 10h30m. O tucano conseguiu amplo arco de alianças para enfrentar Dilma no segundo turno e comparou a união de candidatos derrotados no primeiro turno com a frente liderada por seu avô, Tancredo Neves, durante a redemocratização do país. Além dos nanicos, como Pastor Everaldo (PSC), Eduardo Jorge (PV) e Levy Fidelix (PRTB), também ganhou o apoio de Marina Silva (PSB).

Já a presidente Dilma Rousseff manteve o apoio de nove partidos da coligação feita antes do primeiro turno e votou na manhã deste domingo em Porto Alegre, acompanhada do governador Tarso Genro, candidato à reeleição ao governo do Rio Grande do Sul. Antes, Dilma fez um pronunciamento rápido, que durou pouco mais de três minutos, e reconheceu que a campanha que se encerrou às 22h de sábado teve “momentos lamentáveis”.

VOTAÇÃO TAMBÉM EM 88 PAÍSES

Ao todo, 354.184 eleitores brasileiros residentes no exterior também votaram para escolher o novo presidente neste domingo. Há eleitores domiciliados em 135 cidades de 88 países. Os Estados Unidos são o país com o maior número de eleitores (112,2 mil), seguido por Japão (30,6 mil), Portugal (30,4 mil), Itália (20,9 mil) e Alemanha (17,5 mil). Neste ano, foram utilizadas 916 urnas no exterior.

Read more: http://oglobo.globo.com/brasil/dilma-rousseff-reeleita-presidente-do-brasil-14368148#ixzz3HIL8Fa6k


45 comentários

  1. carlos
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:06 hs

    não adianta nois do sul votar se ele perde dentro de casa que é minas.

  2. NA CORDA BAMBA
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:09 hs

    A Dilma vai começar a regovernar o país já começando a quebrar e
    com uma oposição gigantesca jamais visto aqui no Brasil. Tarefa difícil
    para qualquer político…

  3. Luiz Flavio
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:10 hs

    Agora é se preparat para mais 12 anos de PTrrorismo, com censura da imprensa, blogs etc.
    Será que a vagaba vai voltar a trabalhar depois de 40 dias ausente do gabinete.

  4. DANIEL II
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:21 hs

    TUDO O QUE ACONTECER DE RUIM NO PAÍS IRÁ PARA A CONTA DOS 20.000.000 (VINTE MILHÕES) DE COVARDES QUE NÃO APARECERAM PARA VOTAR! A PARTIR DE HOJE O POVO BRASILEIRO PERDEU O DIREITO DE PROTESTAR NAS RUAS! É SE CONTENTAR COM O PÃO, CIRCO E CORRUPÇÃO!

  5. .WANESSA ESPANHOTO
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:31 hs

    UM PAIS DIVIDIDO. A DILMA SÓ GANHOU POR CONTA DOS VOTOS DO NORDESTE, QUE TEMEU PERDER BENEFIICIOS SOCIAIS, REALMENTE ESTAMOS VIVENDO UM GRANDE DRAMA, UMA TRISTEZA POLÍTICA.

  6. prof. Elisa
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:43 hs

    vai sim luis flavio , igual ao governador que vai trabalhar e cumprir todas as promessas que fez para os servidores , bem como continuar com o grande governo que fez até agora .

  7. advogado revoltado
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:44 hs

    Vergonha. Até quando vamos carregar o nordeste nas costas? Idependência sulista já.

  8. domingo, 26 de outubro de 2014 – 21:48 hs

    COITADOS DO PARANÁ , SÃO PAULO, RIO GRANDE DO SUL.
    Uma presidentA que só trabalha para se manter no poder sem pensar nas pessoas e principalmente por descriminar os Estados que sustentam o Brasil

  9. Sulista
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 22:15 hs

    O SUL é meu país. Que se danem os pseudo intelectuais e falsos moralistas. Sou a favor da emancipação do Sul, que é quem sustenta este país. Vergonha sustentar um bando de vagabundos e corruptos as custas do meu trabalho. Vergonha!

  10. Loop
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 22:23 hs

    Será que o “anônimo” com sua expressão pensou nas famílias que aqui vivem?
    Como aconselhou a presidenta: Teremos de nós reciclar no proune, ou coisa parecida … Quem sabe chegaremos ‘a presidência!

  11. Layne
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 22:27 hs

    Analisando o quadro eleitoral, vimos que a maioria dos brasileiros que são dependentes do governo (bolsa família) deram à sua candidata, a vitória. Infelizmente é a realidade do país.Valeu a luta consciente! Continuaremos VIGIANDO!

  12. ser loque gomes
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 22:40 hs

    É, o PT e catreva que não se cuide, os milicos estão de saco cheio, existe um “burburinho” nos bastidores que, se ela e os PTralhas não se “comportarem” a “Cobra Vai Fumar”! E ai senhores, não se subestima quem está levando chicotada e tem a “Máquina de Guerra” na mão! Acreditar no velho ditado de que “só com meu vizinho acontece” é dar sopa para o azar! Acreditem! ADSUMUS!

  13. bico doce
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 22:47 hs

    Mais 4 anos com o governo federal detonando os paranaenses. Lamentável.
    PT é o comunismo das elites ou o socialismo dos medíocres. Tanto faz, será sem desenvolvimento mesmo.

  14. Sergio R.
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 23:06 hs

    Anônimo inácio lula da silva. Pelo linguajar parece um porco.

  15. marco
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 23:07 hs

    Pais dividido e com desafios imensos pela frente e o que a maioria dos brasileiros mal politizados consegue ver e só assistencialismo… o PT não tem projeto nem competência e alegra muito os 2500 bilhonarios do mundo.

  16. SOLANGE LOPES
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 23:41 hs

    O Brasil ficou dividido entre aqueles que leem o jornal e os que limpam o c.. com jornal.

  17. MENSALEIRO JÚNIOR
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 23:45 hs

    ESTÁ NA HORA DO SUL VIRAR UM PAÍS,DEIXEM OS NORDESTINOS DO BOLSA FAMILIA SEREM UM PAÍS SÓ DELES E FALIDO. O SUL É MEU PAÍS.

  18. REAÇA
    domingo, 26 de outubro de 2014 – 23:53 hs

    Agora serão mais 04 anos SUSTENTANDO VAGABUNDO !!

  19. Rolando Caio
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 0:09 hs

    Wanessa. Faça as contas: se o Aécio ganhasse por 2 milhões de votos de diferença em Minas, como afirmava que ia ganhar, as coisas seriam diferentes. Mas o sujeito perdeu em casa, onde segundo cansava de repetir, saiu com mais de 90 por cento de aprovação. Tem alguma coisa errada nessa história e a conta não bate. Alguém exagerou nas tintas e é muito simplista creditar a derrota aos nordestinos. Aécio perdeu no segundo,terceiro e quarto colégios eleitorais do país. Mas o mais acachapante foi perder feio no próprio quintal . É como imaginar o Álvaro Dias perdendo no Paraná para um petista paranaense. Não esqueça que a Dilma é mineira, embora não tenha qualquer ligação histórica ou política co aquele estado. Será que aquela história ” Quem conhece o Aécio não vota no Aécio ” não funcionou? Os números apontam que sim.

  20. katia
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 2:19 hs

    Derrota de Aécio não foi em Minas a Dilma perdeu no Rio grande do Sul que também e terra dela perderam em são paulo que é cidade do Lula mora perdeu para Presidente e governador em porto alegre também perdeu para Governador os bolcões que não assiste Tv não le Jornais que deram a vitoria pra ela no Parana barbi levou uma surra do Beto que ate hoje não se recuperou

  21. wallace paes lemos
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 4:13 hs

    Política de pão e circo,que prejudica os estados que querem mudanças radicais:principalmente na saúde,educação e segurança que é nota 0.
    milhões de bolsas famílias não trazem a vida daqueles que se foram porcausa de negligência dos governos municipais,estaduais e federal.
    Onde a omissão é totalmente nitída até para cegos.
    Nem só de bolsas e outros programas sociais vive um país…
    Gostaria que tivessemos ao menos de ter como experiência 4 anos de aécio,porém fazer o que se bolsa família e prog sociais aqui no BRASIL valem mais que saúde,educação,segurança,honestidade e combate as situações erradas?

  22. FUI !!!
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 5:55 hs

    Hoje o Brasil não acordou do pesadelo, mas entrou nele. Tantas denuncias
    de roubo comprovadas desde o início do mandato nas mãos do PT e o
    povão não acorda mesmo. Se os 48 % dos eleitores pensantes estão tris-
    tes hoje pensem pelo menos positivo para que tenha barcos de resgate su-
    cientes para o tsunami que está chegando…

  23. Lucas
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 7:51 hs

    País nitidamente dividido, acho muito dificil a Dilma conseguir governar com esse nivel gigantesco de rejeição. A questã é que o Aécio poderia manter os programas sociais que é a grande preocupação do norte e nordeste, agora a Dilma trazer o desenvolvimento e os bons empregos para o sul e sudeste já é outra coisa…

  24. Roberto
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 8:10 hs

    DANIEL II – concordo ipsis literis com o seu argumento. Claro está que a abstinencia maior foi nos estados pró Aecio, já que quem recebe Bolsa é intimidado a votar sob pena a perder o “benefício”.

  25. fiscal de realeza
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 8:24 hs

    VANESSA POIS NOPIS NAO ESTAMOS PENSANDO ASSIM EU NAO VIVO DE BOLSA FAMILHA VOTEI NA DILMA PORQUE O CACHACERO TEM HISTORICO MUITO RUIM PARA GOVENAR UMA NAÇAO O CANDIDATO QUE NAO FAIS O DEVR DE CASA JAMAIS MEREÇE SER VENCEDOR E ELE PERDEU EM SEU ESTADO QUE GOVERNOU POR DOIS MANDATOS ENTAO ELE É PIFIO E INCOMPETENTE

  26. BinLaden
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 9:04 hs

    Nova modalidade de assistencialismo..além do bolsa família agorá virá o cestão… CESTÃOFODIDOS

  27. Strapasson
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 11:49 hs

    Vamos ver se entendi, Anônimo: eu que votei contra a Dilma, contra o PT, tenho que aceitar, E ACEITO, o resultado das urnas.

    Mas você manda o governador do estado do Paraná, se…, eleito também de forma que atende a legislação eleitoral vigente, eleito em primeiro turno, uma vitória indiscutível.

    Da mesma maneira que a Dilma é PRESIDENTE de todos os brasileiros quer gostem ou não, Beto Richa é GOVERNADOR de todosos paranaenses, quer gostem ou não!

    Então. você está mandando todos os paranaenses se … só porque você não concorda com o resultado. Entendi direito?

    Você é um democrata!!!

    Esperar o quê de um petralha?

  28. BRASIL DECENTE
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 12:00 hs

    Wanessa esse sentimento antinordeste não adianta nada, afinal o Aécio perdeu em casa em TUDO, o partido da corrupção elegeu o Governador e a TIA GORDA ganhou no primeiro e no segundo turno, ou seja, algo deu errado na campanha do PSDB.

    Agora é a hora da oposição ir em busca do IMPEACHMENT da TIA GORDA, a verdade é que o FHC em 2005 quando do estouro do mensalão determinou que o PSDB não pedisse o impeachment do LULA, pois achava que o povo se rebelaria contra a corrupção e derrubaria a quadrilha como fizeram com o Collor em 1989 e dai deu munição pra quadrilha se perpetuar no poder…..ou teremos IMPEACHMENT ou teremos que aturar mais 4 anos de cinismo e roubalheira sem fim afff…..

  29. Luis Henrique do Brasil
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 12:08 hs

    É bom que se diga que DILMA não venceu em todo NORTE. três estados nortistas, de um total de sete, elegeriam AÉCIO: Acre, Rondônia e Roraima. Você, autor, disse que AÉCIO venceu nas regiões de economias mais “avançadas”, no caso SUL E SUDESTE. Eu até concordo contigo, pois você está considerado a população absoluta do SUL E SUDESTE e estas regiões são mesmo as mais desenvolvidas do país.Mas, eu te pergunto, MG e RJ ficam localizados em qual região mesmo? Será que estes dois estados são menos “avançados” que SP e ES? acho que não né… Outro ponto importante, Porque os gaúchos falam tanto em mudança e se dizem tão diferente do restante do país, mas na hora das eleições vota tão expressivamente na DILMA? será que estes 46,47% de gaúchos que votaram na presidentA estão precisando de ajuda assistencialista, como diz o autor sobre o NORTE E NORDESTE…kkkk… O que eu quero dizer com isso tudo é que atribuir a vitória de DILMA apenas ao bolsa esmola é um erro grave que nos fará perder de novo daqui a quatro anos. Não adianta criticar o NORDESTE e parte do NORTE por terem votado maciçamente na comunista. o foco não é este, o foco é bater em cima desses estados que, pela lógica, deveriam ter votado mais expressivamente na oposição e não o votaram. Se Aécio tivesse vencido no estado dele e no Rio, mesmo com uma diferença pequena, e tivesse uma votação mais expressiva no RS (seguindo a tendência dos outros dois estados do Sul) teríamos um novo presidente e hoje não estaríamos chorando as pitangas.

  30. Maria Neide
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 12:39 hs

    DILMA É A “PRESIDENTA” DO NORDESTE. QUEM CHAMA PRESIDENTA, VOTA NELA.

  31. francisco eugenio canesin
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 13:24 hs

    Vamos transformar o Sul em um país indepedente e mandar Gleisi e Requião para o nordeste e lá eles ganham eleição

  32. Simões
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 14:05 hs

    Concordo com Daniel II, bando de covardes e não foram 20 milhões foram mais que isso. Crédito a eles e principalmente aos Pernambucanos que devem estar muito satisfeitos com o resultado, pois lá se decidiu a campanha.

    Se reclamarem de que a saúde está uma merda, façam o seguinte comam a merda que vcs criaram.

  33. Edilson
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 14:07 hs

    Movimento separatista já, SP, PR, SC e RS, vamos fundar um novo país,

  34. Rábula
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 14:43 hs

    “O Sul é o meu País” também, e já há bastante tempo !. Basta de trabalhar e produzir para toda a nação e ser obrigado a engolir um desgoverno a esquerda com suas ideias anacrônicas e corruptas.

  35. Luis Henrique do Brasil
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 15:16 hs

    É bom que se diga que DILMA não venceu em todo NORTE. três estados nortistas, de um total de sete, elegeriam AÉCIO: Acre, Rondônia e Roraima. Você, autor, disse que AÉCIO venceu nas regiões de economias mais “avançadas”, no caso SUL E SUDESTE. Eu até concordo contigo, pois você está considerando a população absoluta do SUL E SUDESTE e estas regiões são mesmo as mais desenvolvidas do país.Mas, eu te pergunto, MG e RJ ficam localizados em qual região mesmo? Será que estes dois estados são menos “avançados” que SP e ES? acho que não né… Outro ponto importante, Porque os gaúchos falam tanto em mudança e se dizem tão diferente do restante do país, mas na hora das eleições votam tão expressivamente na DILMA? será que estes 46,47% de gaúchos que votaram na presidentA estão precisando de ajuda assistencialista, como diz o autor sobre o NORTE E NORDESTE???…kkkk… O que eu quero dizer com isso tudo é que atribuir a vitória de DILMA apenas ao bolsa esmola é um erro grave que nos fará perder de novo daqui a quatro anos. Não adianta criticar o NORDESTE e parte do NORTE por terem votado maciçamente na comunista. o foco não é este, o foco é bater em cima desses estados que, pela lógica, deveriam ter votado mais expressivamente na oposição e não o votaram. Se Aécio tivesse vencido no estado dele e no Rio, mesmo com uma diferença pequena, e tivesse uma votação mais expressiva no RS (seguindo a tendência dos outros dois estados do Sul) teríamos um novo presidente e hoje não estaríamos chorando as pitangas.

  36. Julita
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 15:18 hs

    Vocês sabem quanto o Faustao ganha? 5 milhões por mês.Sabem quanto Luciano ganha? 2 milhões. Sabe a Ana Maria? 700 mil ,a Angelica 500 mil e por ai vai… Quem paga o salario deles? Você acha que não sentaram na mesa de negociação e falaram quanto vao nos bancar pela campanha da emissora? E ainda vocês vem nos perguntar se não acompanhamos os noticiários? nós nordestinos acompanhamos sim so que não fomos cooptados por eles. Pois não sou lixeira pra comportar o lixo a putrefação que lançam sobre os telespectadores jornalísticos.

  37. fiscal de realeza
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 17:18 hs

    VOCEIS DEVERIAM IR EMBORA COM O LOBAO POIS AQUI TEM LUGAR PARA TODOS MAS SE NAO QUEREM A PORTA DA RUA É A SERVENTIA DA CASA NAO VAI FAZER FALTA NEM UM POQUINHO BABACAS E NOJENTOS NO BRASIL AQUI QUEREMOS PESSOAS DE BEM VOCEIS SAO TERRORISTAS

  38. Marcelo
    segunda-feira, 27 de outubro de 2014 – 22:52 hs

    Prezados, eu vejo da seguinte forma: quem não votou na Dilma deve se concentrar em cobrar resultados, não deixar de se manifestar em casos de corrupção explícita, gasto irresponsável de nosso dinheiro, voltar a sair às ruas para fazer o governo se mexer… e quem votou nela, deve cobrar mais ainda, pois sua responsabilidade é maior!
    Estamos todos no mesmo barco, devendo nos unir para cobrar as providências dos eleitos! Não adianta ficar brigando norte com sul, tem que “brigar” é com o planalto!

  39. Juan
    terça-feira, 28 de outubro de 2014 – 0:34 hs

    fiscal da realeza!
    Seria bom se você frequentasse algumas aulas de português e depois voltasse aqui para comentar!

  40. vagner
    terça-feira, 28 de outubro de 2014 – 2:52 hs

    Estou indignado por ver tanta gente optar por aceitar um governo corrupto por medo de perder a esmola pela qual o lula compra votos no nordeste. Para os corruptos é como se a populacao lhes tivesse dado um che que em branco. Inacreditavel.

  41. Fernanda
    terça-feira, 28 de outubro de 2014 – 4:01 hs

    Concordo e assino embaixo do que o luis henrique do brasil falou, é bom que se saiba que o norte tambem ficou dividido que nem o SUDESTE, nonorte 4 estados forma de dilma e tres foram de aecio, sendo que esses tees SEMPRE FORAM contra o PT, o acre ingelizmente tem um governador petista, porque a maioria da populaçao é funcionario publico, e la se sofre muita perseguiçao da familia petista q manda la, mas para presidencia o acre sempre foi tucano! Engraçado q o RS é tao tucano q a dilma por pouco nao ganhou la, estranho ne? Mais estranho ainfa foi minas… E RJ q é enorme e tbm faz parte do SUDESTE??? E awe, se aecio tivesse vencido em minas, RJ e RS (ok, ele venceu la, mas tivesse arrecadado mais votos..) mesmo q com o peso do nordeste inteiro, o aecio teria ganhado! N tenham duvidas disso!! Entao, por favor, parar de xingar o nordeste e principalmente o norte, porque vcs nao tem moral!!!

  42. ENTAO
    terça-feira, 28 de outubro de 2014 – 14:52 hs

    DESCULPE COMENTAR:
    MAS 50 MILHOES DE PESSOAS NO BOLSA FAMILIA COM TENDENCIA A AUMENTAR ESTE NUMERO AINDA MAIS NOS PROXIMOS ANOS.
    ISSO É QUE SE CHAMA DIMINUIÇÃO DA POBREZA?
    NAO SERIA MELHOR OUTRAS MEDIDAS PARA DESENVOLVIMENTO DO PAIS, GERAÇÃO DE EMPREGOS E DIMINUIR O NUMERO DE PESSOAS DEPENDENTES DOS BOLSA ISSO,BOLSA AQUILO?
    ISTO ESTA ME CHEIRANDO SERIOS PROBLEMAS A LONGO PRAZO QUANDO TEREMOS MUITO MAIS PESSOAS DEPENDENTES DO QUE PESSOAS TRABALHANDO!
    AI SÓ QUERO VER QUEM TERÁ CORAGEM DE ACABAR COM ESSA BAGUNÇA…

  43. Vagner
    terça-feira, 28 de outubro de 2014 – 17:58 hs

    Veja no Youtube esse video: “Lula e o bolsa familia antes de ser presidente”, é um video onde ele faz declaraçoes depois e antes de ser presidente quantas caras ele tem?

  44. quinta-feira, 30 de outubro de 2014 – 12:28 hs

    sou maranhense mais não concordo com a maioria do povo do maranhão em reeleger a dilma e sofrer mais quatro anos de atraso ,corupção,violençia,a falta de respeito pela saude,a educação no brasil e pessima principalmente no norte e nordeste so espero que os politicos que são oposição não se vendam nem se alie a esse gonverno que mantem o norte e o nordeste como escravo, so pesso que jesus tenha misericordia de todos nos , e que o povo que querem mudança não mude de opinião vamos esperar mais quatro anos, mais vamos mudar este brasil nã com violencia mais com democracia.

  45. Felipe alves
    domingo, 9 de novembro de 2014 – 1:45 hs

    Este espaço é do tucano raivoso, aécio ganhando seria um desastre para o Brasil, aprenda com os mineiros, aprenda a votar. Só comenta o que lê nas revistas e outras mídias. Não sabem perder, deixe a mulher governar, não tentem atrapalhar, o Brasil é um só, se norte, centro oeste e nordeste desenvolver é bom para os paulistas,pois, eles não vão depender de empregos nesta região, onde foram concentradas as industrias de um país gigante. Quando distribuir as fábricas de maneira igual, o país vai melhorar e ninguém vai precisar de se deslocar para são paulo, chega de baboseiras, um estado ganhando todas as vantagens, vai se achar sempre melhor que os outros, a idéa de separar sao paulo do brasil, como se o mesmo náo dependesse da floresta amazónica, que fica no norte seria um desastre que eu náo pagaria pra ver, tenho parentes do nordeste que moram aí, e votaram para aécio, e daí, tenho que entederque a democracia deve ser aceita, ou então vão para cuba, china, russia… Não vou xingar ninguém aqui pelos comentários, chega de ódio, a vida segue, nã devemos ser egoístas, achando que somos melhores, a conversa tem que continuar, calma e sem provocaçoes, se vc pensar diferente é um direito seu, fim de papo. Texto informal.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*