Debate RPC: Considerações finais | Fábio Campana

Debate RPC: Considerações finais

debate rpc - otv

No último bloco do debate da RPC TV, cada um dos sete candidatos teve dois minutos para fazer suas considerações finais e falar sobre suas propostas.

Veja a fala de cada um.

Geonísio Marinho (PRTB): pediu para o eleitor se colocar no lugar dele, que seria o de um candidato sem cavaletes, banners e grandes patrocinadores. Propôs que os eleitores façam uma corrente no estilo do “Desafio do Gelo”. Desta vez, o desafio é escrever o número de Geonísio à caneta na palma da mão, gravar um vídeo, e divulgar nas redes.

Tulio Bandeira (PTC): aproveitou o tempo para agradecer à população das cidades em que ele esteve fazendo campanha. Convocou os indecisos, que, segundo ele, seriam 40% do eleitorado. Apresentou-se como opção de renovação.

Roberto Requião (PMDB): agradeceu a parceria de sua candidata à vice, Rosane Ferreira, e disse que o atual governador desconhece a situação real do Estado. Pediu a confiança do eleitor para colocar o Paraná em ordem novamente.

Bernardo Pilotto (PSol): criticou a mesmice da política e lamentou a frequência dos ataques no debate. Elogiou Luciana Genro, presidenciável do PSol, e disse eleição não é corrida de cavalo, e que o eleitor deve ter critério na hora de votar.

Gleisi Hoffmann (PT): pediu para o eleitor a oportunidade de disputar o segundo turno no Paraná. Convocou os indecisos para uma virada e falou de sua experiência na política. Pediu os votos daqueles que tiveram sua vida melhorada por programas do Governo Federal, como o PROUNI e o Minha casa, Minha vida.

Ogier Buchi (PRP): parabenizou o mediador Sandro Dalpícolo, e disse que deixou a bancada de jornalista para concorrer nestas eleições em função do sonho de um Estado melhor. Um Paraná com modernidade e qualidade na prestação de serviços. Uma realização financeiramente viável de acordo com seu programa de governo.

Beto Richa (PSDB): destacou o fato de ele ser o primeiro governador a estar em todos os municípios do Estado do Paraná. Disse que transformou o Estado em um grande canteiro de obras, com parcerias em todas as cidades independente do partido do prefeito. Destacou o diálogo, que foi a marca de seu governo.


2 comentários

  1. Beatrix Kiddo
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 8:48 hs

    Dias atrás encontrei o Pepe, irmão do Beto, cercado de puxa sacos, disse a ele, diga para o Beto que pare de fazer tanta promessa, odeio promessas porque sei que elas não serão cumpridas mesmo. Não sei se ele deu o recado ao irmão, mas gostaria que tivesse dado.

  2. regina
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 10:02 hs

    isto ficou muito longe de um debate, só foi mais uma propaganda eleitoral de baixo nível, só lavação de roupas sujas,sem nada de produtivo, nenhum candidato merece o voto dos paranaenses.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*