Após reação de Aécio, dólar cai e Bolsa sobe | Fábio Campana

Após reação de Aécio, dólar cai e Bolsa sobe

aécio neves -veja

De Reuters:

Os mercados financeiros no Brasil reagiram com otimismo nesta segunda-feira ao resultado do primeiro turno das eleições presidenciais, após a votação do candidato da oposição Aécio Neves (PSDB) superar previsões e deixar mais acirrada a disputa com a presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição.

Analistas esperam que a volatilidade nos mercados siga elevada até a definição do segundo turno, no próximo dia 26.

Após o resultado do primeiro turno, a expectativa entre analistas é de que Dilma e Aécio têm chances parecidas de vencer, e o noticiário político, incluindo as pesquisas de intenção de voto, seguirão ditando o rumo da bolsa e do câmbio.

O Ibovespa subiu 8 por cento logo após o começo do pregão. Mesmo com a desacelerado, a alta de 4,7 por cento, com destaque para ações de estatais e do setor financeiro, foi a maior em 26 meses. Os papéis preferenciais da Petrobras subiram 11 por cento, tendo atingido alta superior a 17 por cento.

O dólar recuou 1,43 por cento, a 2,4266 reais na venda, após ter caído 3,4 por cento na mínima do dia.

Profissionais do mercado têm mostrado descontentamento com a política econômica do atual governo e com o que consideram intervencionismo em estatais.

Aécio tem a preferência dos mercados, pois o PSDB tem posição historicamente mais ortodoxa em questões econômicas. O candidato tucano já anunciou que, caso eleito, o ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga será o ministro da Fazenda.

“A oposição mostra mais clareza para a condução da economia, tendo já escolhido até o ministro da Fazenda. É possível que, agora, o governo atual tenha que dar mais indicação do que deve fazer nesta área”, disse o economista-chefe do Banco J. Safra, Carlos Kawall, que foi secretário do Tesouro Nacional no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


9 comentários

  1. CORINGA
    segunda-feira, 6 de outubro de 2014 – 21:55 hs

    O “PROPREMA” É A BOLSA FAMILIA PORQUE A DE VALORES O POVO NÃO QUER NEM SABER

  2. sergio silvestre
    segunda-feira, 6 de outubro de 2014 – 22:14 hs

    Se a bolsa sobe e o dolar cai por causa do distinto candidato essa eleição vai ser a guerra da colher de pedreiro e da enxada contra os papéis especulativos.Os 95%de pobres será que sabem disso ou a imprensa vai esconder.

  3. ATENTO
    segunda-feira, 6 de outubro de 2014 – 22:27 hs

    O QUE INTERESSA É O AUMENTO DA BOLSA FAMÍLIA , O POVO QUER ESMOLA E NÃO DIGNIDADE, INFELIZMENTE

  4. BETO
    terça-feira, 7 de outubro de 2014 – 9:05 hs

    A expectativa de mandar o PT pro inferno, já deu sinais claros no mercado de que as coisas irão melhorar e a confiança voltou.

  5. LENZA TOLEDO
    terça-feira, 7 de outubro de 2014 – 10:23 hs

    A Dirma será pretende aumentar a fábrica de cabresto(bolsa disso e daquilo)?

  6. Gardel
    terça-feira, 7 de outubro de 2014 – 11:16 hs

    Os empresários preferem o Aécio, pessoas inteligentes também.

  7. O PULO DO GATO
    terça-feira, 7 de outubro de 2014 – 13:03 hs

    A Bolsa e o Dolar é controlado pelos banqueiros e financeiras e por isso eles provocam este mal estar na Bolsa para que o Aécio ganhe as eleições e faça as suas politicas financeiras, voce ja viu banqueiros e financeiras gostar do povo pobre e arremediados. Como se comenta na imprensa que a rede Globo e o Banco Itau devem milhões aos cofres publicos federais e é por isso que financia a campanha dos oposionista da Dilma para que lá na frente ganhem o perdão das dívidas que custara o sur dos brasileiros.

  8. Freddy Kruger
    terça-feira, 7 de outubro de 2014 – 15:25 hs

    Todos esquecemos, principalmente o PT e outros partidos com perfil socialista, de que os trabalhadores de hoje, serão os empresários de amanhã ! Portanto, este discurso de colocar o proletariado contra os empresários, é uma idiotice. O caminho é amparar o País com infraestrutura e orientar corretamente a riqueza com vistas a distribuição de renda e novos investimentos, que visem o diminuição do custo Brasil. Coisa que o PT nem imagina como se faz. São craques em dirigir as riquezaz para seus bolsos e contas no exterior. São craques em onerar a economia com o excesso de cabides de emprego e ministérios. Não existe empresa sem empregados, muito menos empregados sem patrões. Um depende do outro.

  9. Fernando Paes de Barros Lange
    quarta-feira, 8 de outubro de 2014 – 10:06 hs

    Li numa manchete do “O Estado de São Paulo”, na subida da Dilma numa previsão para o 1º turno, que o DÓLAR SUBIU e a BOLSA CAIU !

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*