'Não acredito em coincidências', diz Richa sobre rebeliões no PR | Fábio Campana

‘Não acredito em coincidências’, diz Richa sobre rebeliões no PR

beto richa g1

Do G1 PR:

O candidato à reeleição ao Governo do Paraná, Beto Richa (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (15) que pediu à Secretaria de Segurança Pública do Paraná uma investigação sobre as constantes rebeliões e motins que têm ocorrido no estado. Sem entrar em detalhes, Richa disse não acreditar em coincidências e demostrou desconfiança quanto às razões para as rebeliões. O candidato também defendeu o sistema penitenciário e enfatizou que a Justiça considera o modelo paranaense referência nacional.

Richa foi o primeiro ouvido pelo G1 nesta segunda rodada de entrevista com os candidatos ao Palácio Iguaçu, que segue até quarta-feira (17). Desta vez, apenas os três postulantes, que aparecem como primeiros colocados nas pesquisas eleitorais, serão entrevistados. As questões são diversas, procurando questionar os candidatos sobre temas sensíveis a todas as regiões do estado.

O candidato tucano falou também sobre transporte público, saúde, estradas, segurança e prevenção de desastres naturais.

Leia, aqui, a entrevista.


6 comentários

  1. CORINGA
    terça-feira, 16 de setembro de 2014 – 20:33 hs

    NÃO ACREDITE EM COINCIDÊNCIAS MAS EM CONSEQUÊNCIAS, O QUE ESTA ACONTECENDO SÃO CONSEQUÊNCIAS E O SENHOR ESTA CERTO NÃO SÃO COINCIDÊNCIAS.

  2. julio zaruch
    terça-feira, 16 de setembro de 2014 – 23:38 hs

    O governador vai pedir para investigar? A Secretaria de Segurança tem obrigação de saber o que se passa no Paraná. Será que não tem serviço de inteligência? Duas rebeliões por semana pode até ser coincidência. Mas, também, pode ser incompetência do governo. Carlos Richa parece o Lula – nunca sabe de nada ou é o último a saber.

  3. jk
    terça-feira, 16 de setembro de 2014 – 23:58 hs

    Isto tem uma teoria, governo fraco

  4. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 17 de setembro de 2014 – 5:22 hs

    Enquanto isso,
    SILÊNCIO TOTAL.

    Cadê a Secretária Maria Tereza?

    Enquanto isso, cumprindo o acordo, a RPC dá blocos inteiros sobre a rebelião.

    Chamam “ao vivo”, mesmo sem nada para contar, apenas para criar clima de tensão.
    Tática televisiva de repetição:

    E agora, direto da PCE, as últimas notícias do MOTIM…

    Também notei as coincidências:

    Na PCE;
    No mesmo pavilhão;
    Do mesmo modo (renderam Agentes, na hora do café).

  5. Maluco Beleza
    quarta-feira, 17 de setembro de 2014 – 7:52 hs

    Outra rebelião que acontece é a dos funcionários públicos, a grande maioria debandou para Requião … por que será? Coincidência? Não, não, má gestão mesmo.

    #ForaRicha

  6. Gilmar
    quarta-feira, 17 de setembro de 2014 – 8:32 hs

    Agindo dessa forma, BETO RICHA está acusando seus opositores de env olvimento com o crime organizado. ISSO É GRAVE!
    Tentativa de tirar o corpo fora e colocar culpa em alguém (como sempre faz)

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*