Fim de linha | Fábio Campana

Fim de linha

images

Um número consistente de paranaenses ainda acredita que o senador Roberto Requião, o Napoleão do golpe de 1990, quando tomou o poder graças à farsa do Ferreirinha, tem vaga cativa no Panteão dos grandes estadistas. Requião foi ao poder graças a essa e a outras farsas. A do pedágio baixa ou acaba, a da indignação com a aposentadoria dos outros, a da Carta de Puebla, a do Richa e Requião, irmão, para se eleger nas costas do velho José Richa.

Pois, pois, agora Requião ficou reduzido ao que sempre foi, uma farsa. Essa ameaça da bala de prata é de provocar frouxos de riso. Além do vexame, Requião não se conforma com a evidência de que não é general de cavalaria, rei ou estadista. Napoleão? Só o de hospício. Se Napoleão fosse um Requião não passaria de cabo.

“A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa”, disse Karl Marx, filósofo muito citado nas hostes de Requião pelos epígonos que o cercam. Desta tentativa de repetição da história de seus golpes sobrou apenas caricatura. A do próprio Requião no fim de linha.


15 comentários

  1. toledo
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 15:57 hs

    Campana, eu vi você em uma entrevista dizendo que voce criou o Ferreirinha junto com o Feijó e o Requião concordou. Estou errado ?

  2. Doutor Prolegômeno
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 16:14 hs

    Foi o 18 brumário de Requião? Foi em 1990, 191 anos depois do golpe do verdadeiro Napoleão, este sim um visionário, um homem que enxergava o futuro.

  3. delcio
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 16:24 hs

    O melhor de tudo é aquela ( quem ri por ultimo vai rir melhor), e a bala de prata no final vai ser depois colocar em fila todos os traidores e com um unico tiro matar varios coelhos … falei coelhos

  4. terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 16:27 hs

    O Golpe do Ferreirinha foi na eleição de 1990

  5. zangado
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 17:31 hs

    Na mosca (de cavalo), Fabio !

  6. heteronymo
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 17:37 hs

    Aguardemos…

  7. Marcia Santos
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 17:53 hs

    Campana você por acaso também participou da farsa do Ferreirinha???

  8. John Doe
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 18:08 hs

    Eu acho que gente como o “Bufão” é uma coisa natural. Está no papel dele. Assim como a “inePTa presidanta”. É como o cara que vende “bilhete premiado”. Triste é ver quantos incautos caem neste tipo de conversa fiada. É bem verdade que boa parte é comprada, mas a grande maioria, deve ser simplesmente ignorante mesmo.

  9. EREMILDO O IDIOTA
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 18:31 hs

    Quem bolou o Ferreirinha foi o Scarpelini que convenceu o Baiano da Foice e o Afranio (motorista) que fez o papel do pistoleiro Ferreirinha – que ja estava morto e enterrado em Cuiaba.
    O Campanha era o marqueteiro que dirigiu e produziu a encenação, tudo conforme processo no TRE que condenou a farsa…

  10. VERDADE
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 18:33 hs

    Vamos combinar…este Requião eh fantástico! A bala de prata surtiu efeito…correria no submundo do Palácio que culminou com o depoimento patético do insano Pessuti! Parabéns foi realmente impagável!

  11. CORINGA
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 19:09 hs

    entre as frases do requião temos uma CLÁSSICA
    PARA MIM OS AMIGOS SÃO FALSOS E O INIMIGOS VERDADEIROS

  12. CORINGA
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 19:13 hs

    AGORA O PROVOPAR REALMENTE ATENDE AOS NECESSITADOS , HOUVE UMA ÉPOCA ONDE AS DOAÇOES DA RECEITA ERAM SELECIONADAS ANTES DE IR PARA O BAZAR. INCLUSIVE TECIDOS FINOS PARA ROUPAS FEMININAS DE ALTO PADRÃO QUE TIVERAM DESTINO….QUE NÃO FOI ROUPAS PARA POBRES NINGUEM SABE NINGUEM VIU

  13. serpa
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 20:06 hs

    Lembro até hoje. Era o primeiro turno da eleição de 1990 e fui a um jogo de futebol lá no estádio Couto Pereira. Na entrada, a turma de Requião estava distribuindo um panfleto que falava da aposentadoria do ex-governador José Richa. Aposentado Marajá e outras coisas mais. Richa Pai, como era do seu estilo, não reagiu, ele era de índole pacífica. Ele estava em primeiro lugar nas pesquisas, mas depois disso nem passou para o segundo turno, disputado por Martinez e Requião. Para ganhar o segundo turno, Requião, que estava novamente atrás nas pesquisas, criou o Ferreirinha e foi eleito. Agora veio a resposta, 24 anos depois. Requião se ferrou por vários motivos, um deles é que o temperamento e o estilo de Richa Filho são diferentes dos de Richa Pai. QUEM O PAI FERE, PELO FILHO SERÁ FERIDO. A vingança não veio a jato e nem a cavalo, veio no voto!

  14. charles
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 20:21 hs

    Em 1984, Requião era deputado estadual e foi disputar a sua primeira eleição majoritária, para prefeito de Curitiba. O favorito era Jaime Lerner. O governador José Richa pediu licença do cargo e todo dia bem cedinho, ia com Requião nos terminais de ônibus pedir voto para o ingrato e mal agradecido.

    Em 1986 se elegeu Álvaro Dias. E em 1990, Richa Pai não estava mais no PMDB, era senador e se candidatou ao governo do estado novamente. Liderava as pesquisas no primeiro turno, quando Requião mandou distribuir milhares de panfletos chamando Richa Pai de Marajá Aposentado, Isso porque ele recebia aposentadoria como ex-governador. Richa Pai ficou em terceiro lugar e não foi para o segundo turno. No segundo turno, Requião estava bem atrás de Martinez nas pesquisas, viu que ia perder e inventou o tal de Ferreirinha. Acabou se elegendo.

    A APOSENTADORIA QUE REQUIÃO CRITICAVA POR RICHA PAI RECEBER EM 1990, É A MESMA QUE REQUIÃO RECEBE ATUALMENTE COMO EX-GOVERNADOR.

    Beleza, não é!!!

  15. Romão Miranda Vidal
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 23:18 hs

    O Requião conseguiu tornar a teoria em resultados práticos. Mais uma vez a teoria de Lavoisier se confirma, nada se perde ou se destrói, tudo se transforma. E o Requião é a prova mais real desta teoria. Foi transformado de “Boydernal” (mistura de boy + gardenal) na Quinta Essência da M…. em pó. Se ficar sem mandato, perde a imunidade parlamentar e …tem muita Capa Preta querendo ver o Pistoleiro de Bala de Banana, curtindo uma Penitenciária Central de Piraquara..
    Não há mal que sempre dure, chegou agora a hora de ver o mal se acabar para sempre.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*