Filha de Amado reconheceu desrespeito de Requião e fez nota de repúdio ao senador | Fábio Campana

Filha de Amado reconheceu desrespeito de Requião e fez nota de repúdio ao senador

filha amado

Em 2011, Paloma Jorge Amado, psícóloga e filha do escritor Jorge Amado, revelou, sem nem precisar citar o nome, como foi desrespeitada pelo senador Roberto Requião (PMDB) e sua mulher Maristela. O casal se irritou pelo ‘estorvo’ provocado por Paloma na fila VIP no aeroporto de Paris. Ela relembra ainda que só o reconheceu quando o viu na TV, tomando o gravador de um repórter da BandNews que questionava sua aposentadoria especial. Confira o relato na íntegra:

Odeio Prepotência

Era 1998, estávamos em Paris, papai já bem doente, participara da Feira do Livro de Paris e recebera o doutoramento na Sorbonne, o que o deixou muito feliz. De repente, uma imensa crise de saúde se abateu sobre ele, foram muitas noites sem dormir, só mamãe e eu com ele. Uma pequena melhora e fomos tomar o avião da Varig (que saudades) para Salvador.

Mamãe juntou tudo que mais gostavam no apartamento onde não mais voltaria e colocou em malas. Empurrando a cadeira de rodas de papai, ela o levou para uma sala reservada. E eu, com dois carrinhos, somando mais de 10 malas, entrava na fila da primeira classe. Em seguida chegou um casal que eu logo reconheci, era um politico do Sul (não lembro se na época era senador ou governador, já foi tantas vezes os dois, que fica difícil lembrar). A mulher parecia uma arvore de Natal, cheia de saltos, cordões de ouros e berloques (Calá, com sua graça, diria: o jegue da festa do Bonfim). É claro que eu estava de jeans e tênis, absolutamente exausta. De repente, a senhora bate no meu ombro e diz: Moça, esta fila é da primeira classe, a de turistas é aquela ao fundo. Me armei de paciência e respondi: Sim, senhora, eu sei. Queria ter dito que eu pagara minha passagem enquanto a dela o povo pagara, mas não disse. Ficou por isso. De repente, o senhor disse à mulher, bem alto para que eu escutasse: até parece que vai de mudança, como os retirantes nordestinos. Eu só sorri. Terminei o check in e fui encontrar meus pais.

Pouco depois bateram à porta, era o casal querendo cumprimentar o escritor. Não mandei a putaquepariu, apesar de desejar fazê-lo, educadamente disse não. Hoje, quando vi na TV o senador dizendo que foi agredido por um repórter, por isso tomou seu gravador, apagou seu chip, eteceteraetal, fiquei muito retada, me deu uma crise de mariasampaismo e resolvi contar este triste episódio pelo qual passei. Só eu e o gerente da Varig fomos testemunhas deste episódio, meus pais nunca souberam de nada…

Paloma Jorge Amado é psicóloga.
Define a sua preferência política desta forma. “Sou livre pensadora. Odeio tudo que é contra o povo, reacionário, retrógrado, preconceituoso. Se tivesse que escolher uma ala, escolheria a das Baianas.”


20 comentários

  1. Escritor
    sábado, 13 de setembro de 2014 – 23:46 hs

    Que lástima, senador, me diz u ma coisa, nessa época o senhor já tinha lido a Carta de Puebla sobre a preferencia pelos pobres ou ainda não?

  2. Roberto aguiar
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 0:00 hs

    Nada de novo, apenas lastimar os Pobres de Espirito que dão seu voto a essa figura ridicula.

  3. Zezão
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 1:06 hs

    RR, deveria ser tirado do convívio humano.

  4. Che guevara
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 5:17 hs

    Sujeito prepotente com essa postura esconde sua real condicao de ser um covarde e inseguro.

  5. Selbach
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 8:28 hs

    Nossa!! Quantas “aventuras”este cidadão vai levar para o túmulo. Só peço a Deus, quando levar este cidadão, que leve junto todos os absurdos que cometeu nesta terra. O que mais me admira é ver alguns amigos meus dizendo que vão votar nele pelo “desenvolvimento” que proporcionou ao Paraná. Como são meus amigos fico quieto e peço a Deus que os perdoe pela ignorância política deles..

  6. Parreiras Rodrigues
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 8:40 hs

    Com sempre eu disse, repito: A Carta de Puebla na mão esquerda e a taça de vinho de novencentão à garrafa, na direita. Diz ainda que o Senado é um paraíso. Também pudera: escritório dum órgão de represenytação parlamentar brasileira em Bruxelas (que ninguém sabe se serve para alguma coisa) e viagens internacionais por nossa conta para lá e para cá, mais para lá, por conta dum tal ParlaSul.

  7. Cide botafogues
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 10:35 hs

    A PREPOTENCIA E O COMPORTAMENTO EQUINO! NÃO OCORRE NEM EM ALDEIAS DOS FUNDÕES DE NOSSA PÁTRIA! UMA ABERRAÇÃO! PEÇO DESCULPAS AOS ANIMAIS PELO COMPARATIVO. O DESPREPARO E A SOBERBA NADA TEM HAVER COM O ESPIRITO DE PUEBLA; MALDOSA AÇÃO COMPORTAMENTAL! UMA FACETA VERGONHOSAMENTE IGNORANTE.

  8. domingo, 14 de setembro de 2014 – 10:36 hs

    Educação não se aprende na política, por mais cargos públicos que tenha conquistado. EDUCAÇÃO SE TRAZ DE CASA, É INERENTE DE TODA FAMÍLIA.

  9. Gaúcho do CTG
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 11:11 hs

    Requiao foi homofobico com gaúchos em seu tuitei ontem. Disse mais ou menos que bichon frisse falam “tri legal”.

    Aqui no sudoeste estamos horrorizados com o preconceito desse velho decrépito.

    XôRequiao.

  10. E.Meister
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 12:41 hs

    Oi!… Gente? O castigo vem a cavalo! Sejamos humildes mesmo não sendo um politico!

  11. Parreiras Rodrigues
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 15:03 hs

    Gaúcho do CTG – E os agricultores seus vizinhos ai de Santo Antonio do Sudoeste se lembram da faixa no rabo? Deveriam os mãos calejadas eleger o 5 de outubro como o Dia do Troco. Tá lançada a campanha: “SUDOESTINO QUE SE PREZE NÃO VOTA EM REQUIÃO”. O comércio local adere. Os comerciantes são sempre solidários aos lavradores. Campo produzindo, comércio bombando!

  12. jose marcos
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 15:16 hs

    QUE LINDO!!!! VIVE DA FAMA DO PAPAI …. IGUAL O ALBERTO RICHA…

  13. JOSÉ BENTO
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 15:53 hs

    O REQUIÃO É UM PREPOTENTE, PRECONCEITUOSO E QUER VENDER A IMAGEM DE UMA PESSOA QUE SE PREOCUPA COM AS PESSOA. É VERDADE COM A PESSOA DELE. TRANQUEIRA.

  14. José Carlos Carvalho
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 19:30 hs

    Nunca é tarde. Felizmente o farsante Requião está se revelando e a sociedade está conhecendo-o e desprezando-o como ele bem merece.
    As suas mentiras chegaram à exaustão, a truculência e arrogância servirão somente à sua memória desprovida de qualquer ato de respeito e elegância. FORA REQUIÃO!

  15. Beatrix Kiddo
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 21:50 hs

    Prezada Paloma, permita-me trata-la pelo primeiro nome, apesar de não nos conhecermos. Peço desculpas em nome de todos os paranaenses pelas grosserias recebidas de um notório grosseiro, seria pedir demais que ele fosse delicado com alguém. Felizmente este grosseiro está sendo novamente colocado no seu lugar pelos paranaenses de bom senso e lucidez, lugar de grosseiros, arrogantes e destemperados não é à frente da condução dos negócios públicos.

  16. Fabio Fernandes
    segunda-feira, 15 de setembro de 2014 – 0:58 hs

    A única coisa estranha nesta história é a firma descrita de Maristela, nunca lembro de te-lá visto se vestir indiscretamente. Isso não parece bater com o perfil dela sempre tão sóbria e destinta.

  17. Fabio Fernandes
    segunda-feira, 15 de setembro de 2014 – 0:59 hs

    *forma

  18. Francisco Carlos Ruiz
    segunda-feira, 15 de setembro de 2014 – 8:41 hs

    Este é o Requião verdadeiro. Foi fiel as sua personalidade. Grosso, mal educado, prepotente e egoista. Como pode ter eleitores que vota nele; ou são iguais a ele se identificando com a sua forma de ser ou são mal informados…

  19. Aikio
    segunda-feira, 15 de setembro de 2014 – 10:56 hs

    Estranha a descrição da Maristela….e se a filha do Jorge se incomodou tanto, porque preferiu trazer em público em artigo a pagar na mesma moeda quando pôde.
    Não concordo com as brincadeiras do senador – já vi diferentes formas de explorá-las – mas que há algo estranho….

  20. Fernando
    sábado, 29 de abril de 2017 – 10:29 hs

    No Paraná corre um boato de problemas deste senador com a esposa que se forem verdade ela deveria ir na delegacia da mulher. Alguém já viu ela junto dele recentemente?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*