Costa cita mais dois ex-diretores da Petrobras em esquema corrupto | Fábio Campana

Costa cita mais dois ex-diretores da Petrobras em esquema corrupto

De Reinaldo Azevedo, Veja:

Pois é… Reportagem da Folha deste sábado informa que Paulo Roberto Costa envolveu mais duas diretorias no esquema corrupto que vigorava na empresa: a Internacional, que era comandada pelo notório Nestor Cerveró, e a de Serviços e Engenharia, cujo titular era o petista Renato Duque. O PT está preocupado com os cadáveres que podem sair do armário. Faltam duas semanas para o primeiro turno das eleições, mas o segundo ainda está longe, só no dia 26 de outubro. Entre as irregularidades que atingem as duas diretorias, estão a construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. Segundo o Jornal Nacional, Costa admitiu ter recebido R$ 1,5 milhão de propina só nessa operação.

Duque, note-se, já aparece citado em outro inquérito da Polícia Federal para apurar irregularidades nos negócios da Petrobras. A polícia investiga sua relação com outros funcionários da estatal suspeitos de evasão de divisas.

Em abril, outra reportagem Folha informava que Rosane França, viúva do engenheiro da Petrobras Gésio França, que morreu há dois anos, acusou a empresa de ter colocado o marido na “geladeira” porque este se opusera ao superfaturamento do gasoduto Urucu-Manaus, na Amazônia. Para a sua informação, leitor amigo: esse gasoduto foi orçado pela Petrobras em R$ 1,2 bilhão e acabou saindo por R$ 4,48 bilhões.

A viúva de Gésio não citou nomes, mas em e-mails que vieram a público, ele reclamava justamente da diretoria de Serviços e Engenharia, que era comandada pelo petista Renato Duque, que negociava com as empreiteiras. Duque, aliás, é amigo de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, um dos nomes citados por Costa como parte do esquema corrupto, que recorria aos préstimos do doleiro Alberto Youssef.

Além de amigo de Vaccari, Duque sempre teve um padrinho forte no PT: ninguém menos do que José Dirceu. Quando Graça Foster assumiu a presidência da estatal, em 2012, ela o substituiu por Richard Olm. Mas isso não significa, é evidente, que a Petrobras está livre da politicagem. Lá está, por exemplo, José Eduardo Dutra, ex-presidente do PT e outro peixinho de Dirceu: é diretor Corporativo e de Serviços. Não só ele. Também é da cota do ainda presidiário Dirceu o gerente executivo da Comunicação Institucional, Wilson Santarosa.

A estatal, diga-se, tornou-se um retrato dos desmandos do PT e da forma como o partido entende o exercício do poder. Como esquecer uma frase já antológica do então presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, em 2005, em reunião com uma certa ministra das Minas e Energia chamada Dilma Rousseff? Ele cobrou uma promessa que lhe fizera Lula: “O que o presidente me ofereceu foi aquela diretoria que fura poço e acha petróleo”.

Era assim que Lula exercia o poder. E foi assim que a Petrobras passou a furar poço e a achar escândalos.


12 comentários

  1. Jose Rosa
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 11:33 hs

    tem um deputado no parana também que vem dinherio da Ptrobras
    agencia da Bahia.

  2. sábado, 20 de setembro de 2014 – 11:41 hs

    Ate aonde foi a roubalheira deste PT,nao tem limites, temos que alugar todos os Estadios do Brasil,para pretender esta gente!!!!!

  3. ferreira
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 12:17 hs

    A Petrobras sempre foi a mãezona onde os corruPTos mamam. E pagamos pelo combustível mais caro do planeta.
    Por isso tem que privatizar e/ou quebrar esse monopólio.

  4. CRISTOVÃO
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 12:23 hs

    Dá o nome desse canalha José Rosa, ou uma dicazinha já serve

  5. Helena
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 14:54 hs

    Ele precisa dizer de quem recebia autorização para empresa toda fazer isso, alguém tem que ter responsabilidade sobre a roubalheira. Toda empresa precisa ter um responsável pela sua administração.

  6. Helena
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 15:03 hs

    Jeca, não precisa prender, BASTA confiscar tudo o que roubaram e mandá-los para os países que eles gostam tanto de ditaduras militar de esquerda,( essa ditadura eles adoram!) e mandam muito grana pra lá: Cuba, Venezuela, Bolívia, Equador e agora estão construindo uma usina de energia na Nicarágua, tudo com recursos brasileiros que deveriam construir mais hospitais e melhorar a saúde pública, educação, infraestrutura de transportes viários e urbano e SEGURANÇA PÚBLICA.

  7. VERDADE
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 16:57 hs

    Pergunta que não quer calar: Porque a questão da Petrobras estah tão exposta e a do MP contra o Richa no caso gafanhoto /sogra fantasma eh sigilosa?

  8. NEA
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 17:35 hs

    manifestação de corrupção pode vir de muitos partidos, principalmente do PSDB e seus aliados: Cássio Taniguchi secretário do governador Beto Richa condenado na justiça, não fazia parte do governo Arruda no Mensalão do DEM? Ezequias Moreira secretário especial do governador Beto Richa, não admitiu publicamente que desviou recursos dos cofres da Assembleia Legislativa no caso que ficou conhecido como sogra fantasma? As investigações da Polícia Federal não detectaram dois contatos diretos entre Marconi Perillo governador tucano de Goiás com Carlinhos Cachoeira? Por acaso o senador Álvaro Dias do PSDB não será submetido a uma condenação judicial em um processo na Vara de Família do Paraná, num processo, movido por sua filha menor de idade? (o processo levou o senador a admitir a propriedade de cinco mansões em seu nome, no valor de R$ 16 milhões. À Justiça Eleitoral, o parlamentar declarou patrimônio de apenas R$ 1,9 milhão). Por acaso, não foi o irmão do governador Beto Richa que foi acusado de receber propina de R$500 MIL? FHC, ex-presidente tucano também não deu mesadas para os parlamentares aprovarem a reeleição? Por acaso, não foi no governo tucano de Eduardo Azeredo que nasceu o “valerioduto” – pai e mãe do chamado mensalão petista? Será que os valores que envolvem o “propinoduto” tucano em São Paulo no escândalo Alstom Simmens o qual atravessou três governos (Mário covas, José Serra e Geraldo Alckmin) não atingiram um montante $$$$ muito superior que os valores apurados no chamado mensalão petista? Será que o escândalo dos fiscais do município de São Paulo da gestão Serra/Kassab não atingirá um prejuízo maior para os cofres públicos que a Ação Penal 470? Será que gastar quase 14 MILHÕES para construir aeroportos em frente a propriedades de parentes não é crime?

  9. isaias maurrici
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 18:09 hs

    Cara Helena aí em cima, ele não precisa dizer de quem recebia autorização,todos os brasileiros que possuem um pouco de cultura e preza pelo respeito e dignidade das coisas públicas já sabem, é aquela pessoa que falta um dedo na mão,ele é e foi o Chefe da quadrilha que roubaram e estão roubando este país.

  10. Paolo
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 20:21 hs

    A hora que esses larápios saírem do poder, temos que criar mais uma mil varas criminais, especializadas em crimes PETISTAS! E HAJA PRESÍDIOS!!!

  11. sargento tainha
    domingo, 21 de setembro de 2014 – 22:26 hs

    O Negocio é começar cortando a cabeça da serpente viva e atual. O PT,… depois fazer a limpeza nos outros PSDB, PSD….
    Tem Vagabundo/ prevaricador politico,… em todo lado. Depois intervençao militar! Nao Golpe! Jamais! INTERVENÇAO para o bem da Patria maior! BRASIL! Sonhar é bom nao é??
    Fui!

  12. sergio silvestre
    domingo, 21 de setembro de 2014 – 23:03 hs

    Tá bonito de ver o sr Costa,ele vai dando nomes em doses homeopáticas ditadas pela veja e só falta estampar na sua camisa o nome do patrocinador.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*