Cida Borghetti participa de festas tradicionais em Maringá e Sarandi | Fábio Campana

Cida Borghetti participa de festas tradicionais em Maringá e Sarandi

Mga_Sarandi

Na noite desta sexta-feira (12), a candidata à vice-governadora de Beto Richa (PSDB), Cida Borghetti (Pros), esteve em duas tradicionais festas em Maringá e em Sarandi. “Depois de visitar, nos últimos dias, 16 municípios do Litoral, Região Metropolitana de Curitiba e o Sul do Estado, é muito bom estar aqui para rever amigos e trazer a mensagem do governador Beto Richa. A mensagem de que o governo do diálogo e das parcerias será ampliado. Quero ser a grande parceira do Beto na continuação das transformações iniciadas em 2011”, afirmou Cida.

Como faz todos os anos, Cida Borghetti foi ao Festival Nipo-Brasileiro na Associação Cultural e Esportiva de Maringá (Acema). A 25ª edição da festa deve atrair cerca de 100 mil pessoas da região. Cida caminhou pela festa e visitou todas as barracas; conversou com amigos e eleitores. “É uma festa importante para Maringá e região. Temos aqui uma expressiva comunidade japonesa e a cultura oriental é muito presente”, disse. A candidata também destacou o trabalho dos voluntários no Festival . “Cerca de 1,6 mil voluntários que ajudam nesse ótimo evento, vim parabenizar o trabalho deles”.

Do Festival, Cida seguiu para Sarandi, município vizinho a Maringá. Lá participou da Exporandi, um dos maiores eventos populares da região. Acompanhada do prefeito Carlos De Paula (PDT), Cida visitou os estandes e recebeu o carinho de centenas de pessoas. “Sempre fui muito bem recebida pela população de Sarandi. É uma alegria e uma honra receber tantos apoios das pessoas que moram na cidade,” disse.


2 comentários

  1. sábado, 13 de setembro de 2014 – 19:28 hs

    Vai enfrente Cida,,

  2. Parreiras Rodrigues
    domingo, 14 de setembro de 2014 – 8:55 hs

    Beto tem dois tratores em sua campanha, a mulher-povo Fernanda e a mulher-polvo (de muitos tentáculos), a sua vice. A candidata do PT tem o seu primeiro-damo acompanhando-a na lida. Alguém ai dá por falta de mulheres ajudando outros candidatos? A vice do Requião, do meu partido, o PV, nem aparece. Como sói acontecer, ele não deixa. Dai o apelido de Figueira, uma árvore sob a qual nem tiririca cresce.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*