Assembleia pagou despesas pessoais de Rosane Ferreira, a vice de Requião | Fábio Campana

Assembleia pagou despesas pessoais de Rosane Ferreira,
a vice de Requião

unnamed

Deputada incluiu faturas pessoais de água, luz e telefone e compra de material de decoração como despesas para pagamento da Assembleia Legislativa

Nos dois últimos meses de mandato, a Assembleia Legislativa do Paraná pagou despesas pessoais da deputada Rosane Ferreira (PV) – atual deputada federal e candidata à vice na chapa de Roberto Requião (PMDB) – conforme aponta relatórios do próprio legislativo. Entre 8 de outubro e 9 de dezembro de 2010, a diretoria financeira da Assembleia ressarciu Rosane Ferreira em R$ 61.105,45 por despesas comprovadas por notas fiscais, recibos e faturas de tarifas, entre outras notas. Cada parlamentar tem direito de até R$ 31,4 mensais de verba de ressarcimento para despesas de atividades legislativas desde que comprovadas. O problema é que parte do dinheiro ressarcido para Rosane Ferreira cobriu despesas pessoais da deputada – caso de pagamento de faturas de telefone, água e luz, até compra de material de decoração.

Em 9 de outubro de 2010, a Assembleia Legislativa pagou R$ 3.932,13 para despesas de Rosane Ferreira, que inclui o pagamento de R$ 1.743,73 referente um telefone fixo, pessoal da deputada, localizado na Praça Vicente Machado em Araucária. Em 30 de outubro de 2010, Rosane Ferreira recebeu mais R$ 5.448,69 e juntou para comprovar suas despesas uma fatura de água da Sanepar, no valor de R$ 63,27 e outra da Copel de R$ 118,20. Novamente, os endereços da fatura são em nome de Cleusa Rosane Ribas Ferreira e o endereço da rua Vicente Machado em Araucária. O endereço é o mesmo do consultório médico do marido de Rosane.

Em 7 de dezembro de 2010, a deputada Rosane recebeu mais R$ 8.551,78, mas comprovou sua despesas com um fatura da Copel, no valor de R$ 153,23, no mesmo nome e endereço em Araucária e com recibo, no valor de R$ 963,00, referente a “tampas em granito”. Rosane anexou ainda, a cópia de um cheque pessoal, do Banco do Brasil, comprovando que pagou as “tampas de granito”. As despesas pessoais de Rosane somaram R$ 3.027,43 no período, embora carimbadas pela “Comissão de Tomada de Contas”.

Cada deputado pode ser ressarcido em até R$ 31,4 mil por gastos efetuados pelo gabinete. Os gastos podem ser feitos em 28 finalidades específicas (transporte, combustíveis, divulgação, serviços gráficos, alimentação, etc). Caso o deputado deixe de gastar esse valor em um mês, pode usar a diferença como crédito no mês seguinte – no final do ano, essa conta é “zerada”. Rosane Ferreira, por exemplo, pagou R$ 1,3 mil, em 29 de outubro de 2010 para Rádio Iguassu AM 830, referente a “horário locado aos domingos, das 10h30 às 10h55, no período de 15 de outubro à 14 de novembro, mais taxa de 30%”. Na mesma data, Rosane pagou mais R$ 1 mil para “O Popular” e R$ 3.640,00 para “Fravetto Painéis” referente a veiculação de sete outdoors. Essas despesas fora ressarcidas.


10 comentários

  1. DIREITINHA
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 15:09 hs

    BARBARIDADE!!! QUEM DIRIA NÉ?

  2. zangado
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 15:20 hs

    Ministério Público estadual e federal nela JÀ !!!

  3. Laerci da Silva Lima
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 15:24 hs

    Mas isso não é crime. O Rossoni, vamos colocar o judiciário pra trabalhar. Se um funcionário público levar uma caneta pra casa e denunciado. E esses ladrões ai como fica?

  4. Gervásio
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 15:52 hs

    Padrão Requião, não poderia ser diferente!

  5. terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 16:20 hs

    É o retrato dos políticos brasileiros… Todas as vantagens para si e o
    povão que se FO#A. Assim caminha o eleitor brasileiro, assistindo a
    gastança do nosso suado dinheiro, políticos babacas mentindo de cara
    lavada e o povão acompanhando ansioso a pesqisa eleitoral… coisa do
    submundo mesmo. Enquanto estes malandros recebem 31,4 mil de verbas
    para despesas pessoais os próprios discutem o aumento do salário
    mínimo em R$ 7,00 ao ano !? CARA DE PAU estilo Caradiru. Continuem
    votando !!!

  6. ferreira
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 16:28 hs

    Prima, você fez isso ???????
    Não me envergonhe, já bastava o outro primo caluniador !!!!!

  7. Vigilante do Portão
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 17:44 hs

    É assim:

    Quando candidatos, pregam AUSTERIDADE.

    Eleitos,

    Fazem exatamente o mesmo que os outros.

  8. Rosane Ferreira
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 18:36 hs

    Mais uma vez, Fábio, sua fonte falta com a verdade. E pior, distorce os fatos.
    Conforme a matéria veiculada em seu site nesta terça-feira, dia 30 de setembro de 2014, intitulada de “Assembleia pagou despesas pessoais de Rosane Ferreira, a vice de Requião”, cabe o seguinte esclarecimento:
    De acordo com a Resolução 003/2004 da Assembleia Legislativa do Paraná, as possibilidades de gastos das verbas de gabinete com a permissão de seus ressarcimentos estão claras no artigo 1º, onde fica instituída a Verba de Ressarcimento destinada ao reembolso de despesas com passagens, telefones, correspondência, moradia, refeições, combustível, aluguel e manutenção do escritório, aluguel de veículos, diretamente relacionadas com o exercício do mandato parlamentar.
    A sua afirmação de que utilizei a verba de ressarcimento para pagamento de ‘despesas particulares’ não é verdade, uma vez que possuo sim um escritório parlamentar na cidade de Araucária e todas as despesas e notas apresentadas são referentes a este imóvel.
    Quem me conhece e acompanha meu trabalho parlamentar, sabe que o imóvel se encontra ao lado do consultório médico de meu marido, não se confundindo com este, tanto que as faturas são em meu nome e não no dele.
    As despesas referentes a rádio, jornal e outdoors são relacionadas à divulgação de atividades parlamentar, ou seja, prestação de contas do mandato.
    Diante de todo o exposto, as declarações trazidas pela matéria são infundadas, caluniosas e induzem o leitor ao erro.
    Por isso, ciente da sua responsabilidade como jornalista, estou certa que restabelecerá a verdade dos fatos.

    Rosane Ferreira

  9. EREMILDO O IDIOTA
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 19:22 hs

    FARINHA DO MESMO SACO REQUIANISTA……foi so pegar um mandato que descambou….eta mulherada malandra, estão passando os homens pra trás ate na roubalheira.

  10. Zezão
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 7:31 hs

    Esta Assembléia é uma VERGONHA !!!
    Fazem do dinheiro público como se fosse uma empresa particular, nomeações alto salários, despesas com viagens, estão sem trabalhar desde agosto pq não tem votações importantes, então elegem e não tem nada importante pra fazer por 4 meses ? SÓ MALANDRAGEM E CONIVENCIA !!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*