A partir de hoje nenhum candidato às eleições pode ser preso | Fábio Campana

A partir de hoje nenhum candidato às eleições pode ser preso

urna voto

A partir de hoje, nenhum candidato a um cargo nas eleições deste ano pode ser preso. Segundo o artigo 236 do Código Eleitoral, há uma exceção para caso de flagrantes. Mesários e fiscais de partido gozam da mesma proteção.

A partir do dia 30 de setembro, todos os eleitores terão o mesmo benefício, que vigorará até 48 horas depois do encerramento das votações. Neste período, nenhuma autoridade poderá prender qualquer eleitor. Há exceções para flagrantes, sentença criminal condenatória por crime inafiançável ou ainda desrespeito à salvo-conduto.

A medida, que está presente desde o Código Eleitoral de 1932, tem o objetivo de garantir que a eleição não seja prejudicada por conta do uso político de prisões e abusos de autoridade.

O Código Eleitoral de 1932 vedava a prisão de eleitor nos cinco dias antes ao início da eleição e até 24 horas após o seu encerramento, salvo na única hipótese de flagrante delito. Anos mais tarde, em 1950, foi incluída a garantia também aos candidatos, que tiveram a restrição ampliada para desde 15 dias antes do início da eleição.

Os 15 dias foram estabelecidos por este ser um período decisivo para a eleição, já que muitos eleitores tendem ter certeza do voto durante o período.

O desrespeito à salvo-conduto só foi incluído como exceção à regra em 1965 no Código Eleitoral que vigora até hoje.


11 comentários

  1. bico doce
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 16:17 hs

    e depois de eleitos daí é que não são presos mesmo.

  2. John Doe
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 17:11 hs

    Por esta razão, é importante lembrar as pessoas de bem, que ao sairem de casa, deixem bem guardados seus objetos de valor.

  3. CORINGA
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 17:14 hs

    E AÍ REQUIÃO MAIS TRANQUILO AGORA?RSRSRSRS

  4. sábado, 20 de setembro de 2014 – 17:25 hs

    Aí que alivio!!!!

  5. ZELADOR
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 17:51 hs

    A LEI DEVERIA SER DIFERENTE SEM PODER PRENDER AGORA E DEPOIS DE ELEITO NÃO TER IMUNIDADE E NEM FORO PRIVILEGIADO .IR PRA CADEIA MESMO NÃO ESTA” LARANJISSE” DO ME ENGANA QUE EU GOSTO. A ELI É AGORA NÃO PODE PRENDER E DEPOIS NÃO PRENDE NEM QUE FAÇA BARBARIDADE .

  6. CRISTOVÃO
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 17:54 hs

    Nem antes e nem depois

  7. Geraldo
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 18:14 hs

    Falou pouco, mas disse TUDO bico doce!!!

  8. ATENTO
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 18:58 hs

    E DEPOIS DE ELEITO SE FIZER “ARTE” PODERÁ OU A IMUNIDADE CONTINUARA NÃO PERMITINDO?

  9. TRIPLICE FRONTEIRA
    sábado, 20 de setembro de 2014 – 18:59 hs

    PARA QUE ISTO SE NUNCA VÃO PRESOS POR MAIS QUE APRONTEM ,

  10. Bugiu de fino trato
    domingo, 21 de setembro de 2014 – 11:01 hs

    Depois disso, algum corrupto que arrombou os cofres da PETROBRAS vai ser preso? ou era somente “caixa 2”?

  11. Paolo
    domingo, 21 de setembro de 2014 – 14:56 hs

    “A partir de hoje nenhum candidato pode ser preso..” Bah, só notícia ruim! Assim não pode, assim não dá!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*