A bala e a navalha | Fábio Campana

A bala e a navalha

Há pouco, nos bastidores do debate na RPC, o candidato Tulio Bandeira perguntou a Requião:

— Como é, trouxe a bala de prata?

— Trouxe a bala e a navalha, respondeu Requião.

— Assim parece briga de puta, concluiu Túlio.


10 comentários

  1. ATENTO
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 22:33 hs

    FALEI O REQUIÃO VAI COM OS CASCOS AFIADOS,E SE PERMITIREM JOGARÁ M….NO VENTILADOR. NÃO TEM MAIS NADA A PERDER A NÃO SER AS ELEIÇÕES DO FILHO E SOBRINHO

  2. dicesar
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 22:42 hs

    Não sei não. Estava assistindo a Ó Tv e vi a entrevista do Requião. Ele me pareceu meio devagar, será que exagerou no Gardenal?

  3. bico doce
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 22:44 hs

    Oba! Vai rolar disputa de ponto na pça Ouvidor Pardinho !!!!!!!

  4. lucas
    terça-feira, 30 de setembro de 2014 – 22:48 hs

    mai que tal esse Tulio Bandeira, e sua unica forma de chegar perto do Requiao e assim mesmo, vai la tulio popular 1%

  5. Mírian Waleska
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 3:44 hs

    O Ministério da Saúde adverte:
    Se for candidato, não coma mamona!

  6. Franz
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 7:25 hs

    ele n conseguiu arrumar outro Ferreirinha a tempo do debate…kkkkkkkkkkkkkkk

  7. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 11:21 hs

    O diálogo bem representa o nível geral do debate. Papo furado de diretório acadêmico e conversa de botequim fedorento.

  8. Freddy Kruger
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 13:01 hs

    Parabéns Túlio pela resposta, digna do Requião !

  9. Alcides Cunha
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 13:44 hs

    Caro Fábio, para levantar tal questão, vc tem provas da emissão dessas palavras das respectivas bocas? Estava nos bastidores?
    Me parece aqui, que você é um declarado cabo eleitoral tucano….

  10. Baiano da Foice
    quarta-feira, 1 de outubro de 2014 – 13:45 hs

    O Afrânio (que fez o papel de “Ferreirinha” no maior estelionato eleitoral que se conhece), segundo notícias da época, foi “arquivado”, pois exigia muito pelo silêncio.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*