Vovó Naná | Fábio Campana

Vovó Naná

eduardo e roberto

De Ruth Bolognese:

A passagem polêmica pelo Porto de Paranaguá de Eduardo Requião, irmão de Roberto e conhecido como Vovó Naná – o fato de ser psicólogo foi o menor dos problemas de Eduardo quando cuidava dos transatlânticos – voltará com força ao debate político.

Ações na Justiça – Material e documentação não falta.Eduardo Requião responde ou tem seu nome citado em 47 ações relacionadas à gestão temerária do Porto de Paranaguá. As filas de caminhões na BR 277 bateram recorde histórico e vinham até a Coca-Cola, quase no perímetro urbano de Curitiba. Por ter se recusado a alugar uma draga para baixar o calado do Porto, causou milhões em prejuízo.

Dólar no armário – E como se não bastasse tudo isso, tem sempre a história emblemática da empregada “de confiança”, que durante mais de ano, tirou dólares do armário da casa de Eduardo e comprou casas e caminhões. Também tem inquérito instaurado sobre isso.

Nem notou – A pergunta sempre foi: como é que alguém é roubado durante um ano e nem percebe? Só quem tem muito dólar guardado num armário. Como se sabe, Eduardo mora em Miami

Igualzinho – Tem gente que já não diferencia os dois irmãos Requião – Eduardo e Roberto. A idade avançada branqueou os cabelos e os arredondou.


2 comentários

  1. Beatrix Kiddo
    sábado, 30 de agosto de 2014 – 18:29 hs

    O problema de por parente, irmão, mulher, marido, filhos, netos e sobrinhos é que quando eles dão mancada, a gente é responsável. Pinoquião vai sempre pagar pelos malfeitos dos irmãos, principalmente pelo Dudu doidão, até hoje o cara não conseguia explicar quem é que encheu o armário dele de dólares. Como é mesmo que foi, Dudu, conta aí.

  2. Rodiney Carneiro
    segunda-feira, 1 de setembro de 2014 – 9:20 hs

    Não valem o feijão que comem,ô raça…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*