Rossoni diz que segurança do Paraná está em sintonia com planos de Aécio Neves | Fábio Campana

Rossoni diz que segurança do Paraná está em sintonia com planos de Aécio Neves

rossoni

O governo Beto Richa implantou o maior programa de segurança pública da história do Paraná. Agora ele ganhou um reforço com o Centro Integrado de Comando de Controle (CICC), que foi utilizado durante a Copa do Mundo em Curitiba e agora é oficialmente do Estado. “O que o governo faz é prioridade exigida pela população. Daí o esforço do governador para deixar nossa população mais segura e tranquila”, disse o deputado estadual Valdir Rossoni.

O CICC fará monitoramento com vídeo e radiocomunicação e será usado principalmente nas fronteiras e divisas. Isso vem complementar o que foi feito até agora no setor. Foram adquiridas quase 1.500 viaturas, além de investimento em inteligência e compra de equipamentos. Hoje o efetivo da PM conta com 21.213 homens, sendo que 10 mil foram contratados de 2011 para cá.

O senador Aécio Neves é parceiro também nesta preocupação. Ele revelou, entre outras coisas, que não vai ficar omisso com a questão fundamental da vigilância nas regiões fronteiriças. Tanto que tem um programa para combater a criminalidade e o tráfico de drogas e armas e defende uma parceria entre União e estados para ações articuladas.

“O Paraná já está fazendo sua parte e torcendo para o sucesso do candidato para ampliar estes programas”, disse Rossoni. Ele lembra também que é um sucesso a implantação das 14 Unidades Paraná Seguro (dez em Curitiba e unidades em São José dos Pinhais, Colombo, Cascavel e Londrina). As UPSs são postos policiais fixos nas comunidades com os maiores índices de violência. “Uma comunidade só se desenvolve se tiver segurança. É isso o que o governo fez e vai fazer muito mais, pois terá o reconhecimento da população”, acredita Rossoni.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*