TRE nega censura de Requião ao "Maria Louca" no Youtube | Fábio Campana

TRE nega censura
de Requião ao “Maria Louca” no Youtube

O TRE negou um pedido da coligação de Roberto Requião (PMDB) para retirada no YouTube de vídeo humorístico que satiriza as ligações do senador com o empresário dos pedágios Marcelo Almeida e com o irmão do candidato, Eduardo Requião, ex-superintendente do Porto de Paranaguá. O vídeo está postado no canal Maria Louca.

Os advogados do senador sustentavam que por meio de edição, o vídeo apresenta Requião “dirigindo” um quadriciclo, passando pelo pedágio, por uma “taxa de embarque extra” após montando em um cavalo chega a um estribo”, o que configuraria propaganda eleitoral negativa. Solicitava, além da retirada do vídeo, multa ao Google do Brasil, empresa dona do YouTube.

Em sua decisão, o juiz Guido José Dobeli, alega que a coligação de Requião esqueceu de indicar o endereço do vídeo na ação, o que impede sua identificação. Intimada a apresentar o mesmo, os advogados do senador não cumpriu a solicitação.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*