Lava Jato pode ganhar novo personagem | Fábio Campana

Lava Jato pode ganhar novo personagem

Nedson-Micheletti-1024x680

Diretor Corporativo da Caixa, Hermínio Basso, seria indicação de Micheleti. Foto: Roberto Corradini/AEN

Do Cláudio Humberto:

Nedson Micheleti (PT) tem mais poder do que sugere seu cargo de assessor do presidente da Caixa, Jorge Hereda. Fonte do Planalto diz ter sido dele a escolha de Hermínio Basso para o cargo de diretor Corporativo da Caixa. Amigo de André Vargas (ex-PT-PR), com quem morou em Brasília, Micheleti pode virar personagem da Operação Lava Jato, por supostas reuniões, na Caixa, com o doleiro Alberto Youssef.

Preso pela PF, o doleiro Alberto Youssef pagou até jatinhos para André Vargas. É suspeito de “lavar” cerca de R$ 10 bilhões em dinheiro sujo.

O assessor Nedson Micheleti, quando prefeito de Londrina, teve como assessores o ministro Paulo Bernardo e a mulher, Gleisi Hoffmann.

A ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann disputa este ano o governo do Paraná, partido daqueles que, de fato, têm poder da Caixa.

A assessoria da Caixa Econômica declarou que “não confirma a informação” de que Hermínio Basso teria sido indicado por Micheleti.


2 comentários

  1. sergio silvestre
    domingo, 20 de julho de 2014 – 14:39 hs

    Olha,se for medir o grau de delinquencia entre o Nedson e qualquer deputado ,chegando até no governador o Nedson Será o mais probo de todos.
    Para quem já viveu a vida toda com políticos de toda especie,o blogueiro sabe que essa campanha é para sangrar pela sobrevivência.

  2. Helena
    domingo, 20 de julho de 2014 – 17:13 hs

    Esse acabou com Londrina depois de 8 anos de seu mandatos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*