Doadores de campanha eleitoral somem com medo da polícia | Fábio Campana

Doadores de campanha eleitoral somem com medo da polícia

Cláudio Humberto

É grave a penúria da campanha do ex-ministro Alexandre Padilha (PT) ao governo de São Paulo, que, sem dinheiro, nem sequer consegue pagar salários, mas não é um caso isolado. O endurecimento da legislação e o medo de operações policiais afugentam financiadores. Eles tentam dar preferência aos favoritos nas pesquisas, mas a maior prioridade deles é não aparecer em uma nova Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

Preso na Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef chefiaria o banco central da corrupção que “lavou” R$ 10 bilhões sujos para políticos governistas. Até “arrecadadores” ligados ao PT abandonam Alexandre Padilha, e há os que embolsam as poucas doações obtidas em nome do candidato.

Políticos governistas garantiam dinheiro para a campanha por meio do superfaturamento de obras como a refinaria de Abreu e Lima (PE). Operações como a Lava Jato ainda não geraram sentenças, mas têm o mérito de retirar de circulação o dinheiro “não contabilizado” de caixa 2.


4 comentários

  1. eleitor
    sábado, 26 de julho de 2014 – 19:05 hs

    Fábio, a coisa tá feia, colarinho branco aprontando na cara dura !

  2. eleitor
    sábado, 26 de julho de 2014 – 19:09 hs

    Fazendo parecer que é normal (ou é normal ?) ! Coronelismo em pleno 2014 no Paraná, não no Nordestão ! Tem q engolir porque é o coronel patrocinador (?!) … é assim mesmo Fábio (?!) Passando pela dignidade da população, q tem q fazer papel de idiota (nesse circo).

  3. grasshopper
    sábado, 26 de julho de 2014 – 19:32 hs

    Será que desta vez o 51 não vai conseguir emplacar mais um poste? O cara já conseguiu emplacar dois, mas sem dinheiro fica muito, muito difícil.

  4. Vigilante do Portão
    domingo, 27 de julho de 2014 – 8:23 hs

    Esse Padilha, é fardo pesado.
    O cara é muito ruim.

    Haddad, prefeito, não ajuda em nada.

    Basta ver a avaliação dos 19 meses de gestão.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*