Como o diabo gosta | Fábio Campana

Como o diabo gosta

diaboSambando

A campanha eleitoral alcançou hoje seu ponto de ebulição. A dissidência do PMDB, capitaneada pelo ex-governador Orlando Pessuti e pelo secretário-geral, Doático Santos, que foram fiéis servidores de Requião e hoje são seus inimigos nada cordiais, levaram à Boca Maldita, em Curitiba, sua militância, equipada de banda e alto-falantes para bater abaixo da linha da cintura. A partir de agora, espera-se a reação de Requião, que costuma ser desproporcional como está em moda dizer.


7 comentários

  1. Luiz Porto
    domingo, 27 de julho de 2014 – 1:35 hs

    Vocês tem que ver o que a atual administração portuária está fazendo por aqui.
    Estão entregando tudo para amigos e financiadores de campanha.
    Só quem tem vez são os comissionados que mandam e desmandam no porto.
    Está muito pior agora.
    Vocês verão quando essa corja sair.

    VERGONHA!!!!

  2. Luciano Ducci
    domingo, 27 de julho de 2014 – 2:27 hs

    E aí caro Fábio? Nenhuma palavra sobre a ultima pesquisa em Curitiba?

  3. sergio silvestre
    domingo, 27 de julho de 2014 – 8:54 hs

    Seria no caso do comando do PMDB federal expulsar esses vendilhões do partido.
    Eles estão ai brigando pelos seus cargos e vão ficar a ver navios se o Requião ganhar como parece que é fava contada.

  4. grasshopper
    domingo, 27 de julho de 2014 – 9:45 hs

    e só amanhã é que vamos relembrar o inicio da Primeira Guerra Mundial. A coisa promete.

  5. Moisés Fróes
    domingo, 27 de julho de 2014 – 20:26 hs

    É isso aí, meu Irmão Pessuti,
    Fora o Requião/Requeijão.

  6. Hélio Belter
    domingo, 27 de julho de 2014 – 21:20 hs

    E Pessuti esta por fora em meu, por q não saiu do PMDB, vc não tinha mandato.

  7. Hélio Belter
    domingo, 27 de julho de 2014 – 21:22 hs

    Pessuti me ligou pedindo voto para candidatura propria, mas acho ue era só para ele, por q PMB tem candidato proprio agora esta contra, vai entender .

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*