Universitária assassinada com doze tiros em ponto de ônibus | Fábio Campana

Universitária assassinada com doze tiros em ponto de ônibus

jovemdentroDa Banda B:

A universitária Dayane Nepomuceno, de 20 anos, foi assassinada com doze tiros de pistola no fim da noite desta segunda-feira (9), na Cidade Industrial de Curitiba. O crime aconteceu na Rua Senador Acioly Filho, momentos após a vítima deixar o trabalho na Gráfica e Editora Posigraf e ir até o ponto de ônibus esperar o coletivo para ir embora.

A estudante de Recursos Humanos em uma faculdade de Curitiba foi assassinada pelo garupa de uma motocicleta preta, que desceu e atirou. Uma amiga que estava com a jovem testemunhou tudo e por pouco não foi atingida.

Dayane chegou a ser socorrida pelo Siate do Corpo de Bombeiros, mas morreu a caminho do Hospital do Trabalhador. Seus familiares, sem acreditar no que aconteceu, postam mensagens de luto no facebook na manhã desta terça-feira (10).

Duas hipóteses

A Divisão de Homicídios de Curitiba (DHPP), que investiga o caso, tem duas hipóteses para o crime:

Na primeira, está um envolvimento amoroso da vítima com um traficante da região, que há alguns dias tinha sofrido um atentado e sobrevivido. Os assassinos podem ter matado a jovem para se vingar dele. A informação é que Dayane tinha terminado o namoro ao saber o envolvimento do rapaz com a criminalidade.

Na segunda, está outro ex-namorado da jovem, que queria reatar o relacionamento e enfrentava resistência por parte dela.

Qualquer informação sobre o caso pode ser passada à DHPP no telefone: 3360-1400.


5 comentários

  1. Tisa Kastrup
    terça-feira, 10 de junho de 2014 – 11:35 hs

    Pobre coitada dela. Que tristeza! Tomara que a Polícia prenda os culpados dessa atrocidade. Deus conforte a família.

  2. Raquel S. Macedo
    terça-feira, 10 de junho de 2014 – 19:39 hs

    Pensei que a polícia proibisse esse tipo de porte de arma.
    Ou isso só vale para as pessoas honestas?

  3. MENSALEIRO JÚNIOR.
    quarta-feira, 11 de junho de 2014 – 9:55 hs

    PERGUNTAR NÃO OFENDE . O PARANÁ JÁ TEM NOVO SECRETÁRIO DE SEGURANÇA OU O SUBSTITUTO DO CID VASQUES AINDA NÃO FOI ESCOLHIDO ? ESSA MORTE VEM CORROBORAR O SLOGAN “PARANÁ SEGURO”,

  4. o amigo do povo
    quarta-feira, 11 de junho de 2014 – 21:48 hs

    Discordo de você Mensaleiro, crime passional, vingança e acerto de contas são crimes imprevisíveis. Se for assim vamos ter que ter um policial para cada cidadão. Que o slogan está incorreto disto não discordo.

  5. Paulo Souza
    terça-feira, 6 de janeiro de 2015 – 20:06 hs

    Matam um ser humano como se fosse uma formiga qualquer, mas vai a policia encostar um simples dedo nesse verme (seja lá quem for) para ver se não arruma uma grande encrenca. PENA DE PRISÃO PERPETUA PARA ESSES LIXOS, AO MENOS EM CASOS DE HOMICIDIOS OU SIMPLES TENTATIVA… ISSO É O MINIMO QUE DEVERIA TER NESSE PAIS DE MERDA!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*