Gleisi sofre | Fábio Campana

Gleisi sofre

gleisi

Não há engov habilitado a desopilar o fígado de Gleisi Hoffmann. Ela enfrenta enormes dificuldades para compor a sua chapa como candidata ao governo do Paraná. Há seis meses era favorita, hoje corre riscos de não chegar ao segundo turno, e o público interno não ajuda. Para ampliar a aliança e seu tempo de tv, Gleisi convidou Ricardo Gomyde, do PCdoB, para ser o seu candidato ao Senado. Eis que surgem, dentro do próprio PT, quem proponha defenestrar Gomyde para ser o candidato, mesmo sem tempo de tv e votos para agregar.

A mesma novela, Gleisi enfrenta na escolha do vice, que deve ser do PDT. Não consegue ninguém que tenha voto e respeitabilidade. Os bons não aceitam e os danosos se apresentam. Marcio Pauliki ameaça até fazer campanha também para Requião, diante do apelo das “bases”. Haroldo Ferreira reluta, prefere garantir sua candidatura a deputado federal a entrar na aventura.


6 comentários

  1. COMANDO
    segunda-feira, 30 de junho de 2014 – 15:24 hs

    Calma pessoal, tudo tem seu tempo………

  2. valdir bassai
    segunda-feira, 30 de junho de 2014 – 15:57 hs

    Desde quando ela foi favorita? Não me lembro de nenhuma pesquisa onde aparecia na frente!

  3. Airton Meira
    segunda-feira, 30 de junho de 2014 – 18:11 hs

    Ta certíssimo o Paulik, independência sempre, dono de seu próprio nariz. Coragem para avançar!!!!!!!!

  4. juscelino
    segunda-feira, 30 de junho de 2014 – 19:05 hs

    dou uma ideia a sra. gleisi, forma uma chapa com o pedofolo para vice e o adre vargas para senador e ainda o doleiro para suplente, seria uma chapa imbativel, com um futuro bilhante.

  5. Mírian Waleska
    segunda-feira, 30 de junho de 2014 – 19:05 hs

    Eu também não sei de onde vem essa afirmação de que um dia Barbie do Paraguai foi favorita. Será que alguém em sã consciência arrisca emprestar seu nome para essa chapa? Acho difícil, a menos que o sujeito queira se suicidar politicamente. Nesse caso é melhor se jogar do viaduto, pelo menos sai da política com dignidade. É isso.

  6. antonho
    terça-feira, 1 de julho de 2014 – 8:23 hs

    Tenho sugestão

    chama o André Vargas

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*