Prefeitos na Marcha a Brasília | Fábio Campana

Prefeitos na Marcha
a Brasília

unnamed

Cerca de cinco mil prefeitos se mobilizam à 17ª edição da Marcha a Brasília, nos próximos 12 e 15 de maio. A marcha, organizada pela Confederação Nacional de Municípios, não caiu no gosto da presidente Dilma Rousseff (PT) que já foi vaiada em duas edições. Em encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN), o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, confirmou a instalação de comissão especial que analisará o reajuste de 2% do FPM – item da pauta de reivindicações dos prefeitos. Com informações d’O Paraná.

O fundo é a principal fonte de recursos a mais de 70% dos municípios. O deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB-PR) é autor de PEC que redefine o pacto federativo, com a ampliação de repasses aos municípios e aos estados. Para os prefeitos, a situação é grave e a maioria já não sabe mais como e onde enxugar, diz o presidente da AMP, Luiz Lázaro Sorvos (PDT), prefeito de Nova Olímpia.

“Sem outra alternativa, muitos cortam fundo na carne e empregam recursos de áreas consideradas imprescindíveis para investimentos mínimos para cobrir despesas da máquina”, afirma Sorvos. Ele se refere ao dinheiro do IPTU e da cota-parte do IPVA, que asseguram obras consideradas urgentes pela comunidade.

O prefeito de Marechal Cândido Rondon, Moacir Froehlich (PMDB), fez um desabafo durante recente encontro com empresários do Oeste. “O quadro é dos mais difíceis e não há recursos suficientes, por melhor gestor que o prefeito seja e por mais que economize, para fazer frente a todas as demandas”. Segundo ele, é no município que as pessoas vivem e é esse ente, devido à sua proximidade, que sente com mais rigor a cobrança e a insatisfação das pessoas.

Os prefeitos pretendem ouvir todos os pré candidatos ao Palácio do Planalto. Os candidatos da oposição, o tucano Aécio Neves e o socialista Eduardo Campos confirmaram presença. A presidente Dilma Rousseff foi convidada para a abertura do evento, mas ainda não sabe se vai participar dos debates. Na pauta dos prefeitos está o pagamento dos royalties do pré sal.


Um comentário

  1. ÊITA!!!
    sexta-feira, 9 de maio de 2014 – 13:27 hs

    Eis o troco da bandalheira da criação de municípios e bases eleitoreiras! Minha vó dizia que quem não tem competência não se estabelece…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*