Olizandro urbaniza bairros em Araucária | Fábio Campana

Olizandro urbaniza bairros em Araucária

olizandro_maquinario

O prefeito de Araucária, Olizandro Ferreira, informa que decidiu driblar as restrições financeiras enfrentadas pelo muniípio e foi atrás de recursos para a urbanização de bairros.  Olizandro investe em dois programas: “Seu Bairro Novo” e “100% Asfalto”. O primeiro deles tem ações previstas em 48 trechos de ruas na região Capela Velha, Fazenda Velha e Jardim Marcelino . Já o 100% Asfalto terá impacto em todos os cantos da cidade e quer por fim aos buracos das vias urbanas. “Todo o trabalho que estamos realizando a população irá ver em breve. Teremos uma cidade com pavimentação de qualidade, com mais economia deixando a cidade mais bonita”, garantiu Olizandro.

A mais importante ação dentro do “100% Asfalto” foi a aquisição de uma Usina de Asfalto à Quente pelo Município. O equipamento tem 23 metros de extensão e a massa asfáltica produzida pela Prefeitura deve gerar economia de aproximadamente 40% em relação ao valor cobrado por terceiros. Outro fator positivo da máquina adquirida é sobre a questão ecológica. Considerada “de última geração”, a usina faz o tratamento dos gases antes de liberá-los e aproveita os resíduos sólidos na composição da massa asfáltica.

A Secretaria Municipal de Obras (SMOP) informou que o material produzido na fase de testes já está indo para tapa-buracos em trechos de diversas ruas. Assim que o asfalto esfria, o tráfego já pode ser liberado na via. Importante destacar que nem todo trecho precisa apenas de tapa-buracos. Há locais em que serviços de reforço da base, drenagem ou fresagem são indicadas antes da nova capa asfáltica.

“Ninguém gosta de morar em um bairro onde não há conforto. As pessoas cobram asfalto, e asfalto de qualidade. Nós temos um compromisso com a urbanização da cidade. Teremos uma cidade mais bonita nos próximos anos graças a esse grande projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Obras”, afirmou o prefeito. Ele lembra que, quando foi prefeito de Araucária pela primeira vez, recebeu a cidade com 47% das ruas asfaltadas e deixou o governo com pavimentação em mais de 70%.

Tecnologia

O equipamento precisará de apenas três pessoas para funcionamento: uma para operar a Usina, outra para operar a máquina carregadeira e outra que vai monitorar todo o processo. O asfalto processado a cerca de 175 graus celsius na Usina será aplicado na via quando estiver com aproximadamente 150 graus e ao chegar à temperatura ambiente o trânsito já pode ser liberado. Dentro do Programa 100% Asfalto, a Usina servirá prioritariamente para produzir material para o recape de ruas que estão com a vida útil do asfalto vencida deixando o serviço de tapa-buracos de toda malha viária em dia.

Um setor de qualidade que foi reativado e equipado na SMOP. Graças a este setor, há a garantia de que todos os serviços necessários terão seus materiais avaliados em laboratório e o resultado final da obra seja algo tecnicamente de qualidade. A ideia é ter três equipes de tapa-buracos trabalhando simultaneamente em pontos diversos da cidade. Equipamentos rodoviários adquiridos vão complementar a usina. Foram adquiridos: um caminhão com espargidor de asfalto 4×2, um rolo compactador de pneus, um rolo compactador duplo tanden e uma vibroacabadora de asfalto sobre esteira. A Prefeitura adquiriu também uma máquina de meio-fio.

Para o secretário municipal de Obras, Clodoaldo Nepomuceno Pinto Junior, Araucária vive um momento histórico pela aquisição da Usina de Asfalto à Quente. “Agora vamos ter autonomia e reduzir custos. Fazer mais com menos recursos”, avaliou. De acordo com a Secretaria Municipal de Obras (SMOP), a produção é estimada em cerca de 240 metros (em 6 horas de trabalho). “Com o aval do prefeito Olizandro, estamos realizando estudos e vamos priorizar o recape de ruas que estão com a vida útil do asfalto vencida. Vamos deixar o serviço de tapa-buracos de toda malha viária em dia e aí poderemos fazer novos trechos”, explicou o secretário Clodoaldo.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*