Paraná pede R$ 5 bi em obras federais | Fábio Campana

Paraná pede R$ 5 bi em obras federais

unnamed

Ontem na Fiep, em Curitiba, o ministro dos Transportes, César Borges, recebeu a pauta de reivindicações do setor produtivo paranaense para modernização da infraestrutura do Paraná. São cerca de R$ 5 bilhões em obras. O documento – sistematizado pela Secretaria Estadual de Infraestrutura e pelo G7 (grupo de empresários) – aponta uma série de melhorias nas áreas rodoviária e ferroviária, cujos pedidos foram feitos desde 2011 e ainda não foram atendidos.

“São obras de ampliação da capacidade e de construção de rodovias federais, que são interrompidas no Paraná e, portanto, atrapalham o escoamento da produção paranaense, aumentando o custo de transporte e prejudicando o acesso a serviços públicos, como saúde, educação e segurança”, disse Pepe Richa, secretário de Infraestrutura.

“As reivindicações que o setor produtivo encaminhou ao ministro são urgentes e necessárias para a melhoria da produtividade do Estado”, disse o presidente da Fiep, Edson Campagnolo. Segundo o empresário Valmor Weiss, do conselho de infraestrutura da Fiep e representante do G7, “é preciso que o governo federal trate com prioridade os investimentos em ferrovias sem, entretanto, se descuidar das rodovias”.

O caderno de reivindicações aponta a necessidades de investimentos federais para a construção de corredores rodoviários que cruzariam o Estado, melhorando as interligações do Paraná com os estados vizinhos. No levantamento, em parceria com o G7, são indicadas como prioritárias as BR-153, BR-158, BR-163, BR-272 e BR-487. Todas estas rodovias estão interrompidas no Paraná e algumas são em saibro, trechos que precisam ser pavimentados e duplicados.


2 comentários

  1. BinLaden
    sexta-feira, 30 de maio de 2014 – 19:21 hs

    Não precisa pedir para o Ministro, é só pedir para a dona Greise que o recurso sai na hora

  2. Paulo Ferraz
    domingo, 1 de junho de 2014 – 0:48 hs

    Recado do Ministro dos Transportes foi claro: Nova linha Curitiba/Paranaguá só sai se o Estado do Paraná entregar a Ferroeste para a ALL!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*