Olho no tempo | Fábio Campana

Olho no tempo

Ainda este mês, o Brasil começará a identificar os cenários das mudanças climáticas a partir de seu próprio modelo. O sistema apresentará informações mais precisas sobre as condições da temperatura em toda a América do Sul. O novo modelo foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais em parceria com outras 17 instituições. É da mesma classe do inglês Hardley, um dos mais modernos e precisos do mundo.


Um comentário

  1. Sociedade Responde
    sexta-feira, 2 de maio de 2014 – 16:49 hs

    É muito importante fazer esse acompanhamento mais pormenorizadamente. Afinal, o clima anda revolto de um tempo para cá. ** Falando em clima e tempo revolto, na vizinha Venezuela também o clima continua pesado, revoltoso, insatisfeito com os caprichos da vaidade política decadente. ** Os revoltados com a calamitosa situação do país pedem um clima mais democrático, mais ameno dos revoltosos do poder, que sob bala e mão de ferro tratam a democracia como se escrava fosse. Sem dó nem piedade!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*