No Plenário, André Vargas inicia campanha para se livrar da degola | Fábio Campana

No Plenário, André Vargas inicia campanha para se livrar da degola

ANDREVARGASHSV-292x300Do Lauro Jardim:

André Vargas não mudou nada. Retomado o mandato, Vargas circulou hoje todo sorridente pelo Plenário da Câmara. Um abraço e cada metro – típica campanha de quem está suando para se livrar da guilhotina política.

Sem a menor cerimônia, Vargas cumprimentou até o presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar: falou sobre um amigo em comum e, num tom do político profissional que conhece o jogo, disse entender que não se trata de nada pessoal.

Izar saiu do plenário surpreso com a receptividade recebida pelo amigo de Alberto Youssef e comparou:

– Tem gente que abraça ele e olha para mim como se eu fosse o bandido.


7 comentários

  1. FUI !!!
    quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 6:45 hs

    Não é que olham como se for bandido. Sabem que é bandi-
    do mas se abraçam como se fossem velhos amigos… coisas
    de políticos falsos !!!

  2. Michelle C.
    quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 7:43 hs

    COMO DIZ O COMPANHEIRO BORIS…”ISSO, É, UMA, VERGONHA”!!!!

  3. Magaiver
    quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 8:33 hs

    Este tipo de gente ri, mas fica marcado ao sair nas ruas ninguem quer a companhia e na velhice a consciência pesa e as doenças mostram.

  4. Saul de Lima Brenzink
    quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 8:38 hs

    Bem disse o deputado Izar, até parece que o bandido é ele. Assim está se sentindo o povo brasileiro. Temos que aguentar um bando de corruptos circulando livremente como se nada estivesse acontecendo enquanto o resto da população, eu disse resto mesmo, tem que se trancar em casa, ficar sem saber o que fazer para ir trabalhar por conta das greves dos operadores de transportes, greves de polícias, greves de saúde e tantas outras situações que estão causando caos no país antes da copa. E virá muito mais por aí. Agora, bandidos andam sorridentes e abraçando os pares, certos da impunidade que reina aos transgressores das leis. O povo, o resto, que vá plantar batatas ou criar galinhas. Ó que sugestão para hoje, franguinho com batatas. O punido é sempre o povo que, por conta de tanto desvio de dinheiro, tem que arcar com os aumentos de impostos e ver os verdadeiros bandidos se abraçando como se estivessem em outro mundo. Será que não estão?

  5. quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 10:08 hs

    Alguém pode me explicar (não é ironismo é leigo mesmo):

    Até então eu achava que estava definido que o cargo legislativo era do partido, e não do candidato, logo se o Vargas está sem partido, como ele pode reassumir a vaga de Deputado? O partido tem que requerer (entrar com ação , sei lá) pra reaver o cargo?

  6. o amigo do povo
    quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 10:58 hs

    O deputado pé vermelho está fazendo a coisa certa a esta hora, sabe que vai para a fita mas posa de bom moço, que está nem aí para o que dizem e pensam dele. Mas também sabe que já era.

  7. SOMBRA
    quarta-feira, 21 de maio de 2014 – 12:48 hs

    Esse camarada não tem vergonha na cara, fora com ele e seus amiguinhos…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*