Jaime Lerner diz que não volta à política | Fábio Campana

Jaime Lerner diz que
não volta à política

lerner

Envolvido diretamente em 28 projetos em várias cidades do mundo (todos os continentes), o ex-governador Jaime Lerner disse hoje ao blog que jamais lhe passou pela cabeça voltar a atuar na política nativa. Tanto que já não pertence a nenhum partido e nem vai pertencer, o que não lhe permite se candidatar a qualquer cargo eletivo.

Diz que achou risível essa informação divulgada por alguns meios.

“Falta de assunto? Com tanta crise, discussão, briga, escândalos, é preciso inventar um factóide desses?” pergunta Lerner.


10 comentários

  1. Coelho Ricochete
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 14:46 hs

    Pena! Eu daria todas as minhas cenouras pra que ele voltasse.

  2. carlos alberto
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 14:52 hs

    Ex- governador que Deus te abençoe por está iluminada decisão quem agradece nada mais são que o povo.

  3. Anônimo
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 15:03 hs

    AINDA BEM QUE DEUS EXISTE………..

  4. VERDADE
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 17:10 hs

    Graças ao Senhor!

  5. Eremildo o Idiota
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 18:09 hs

    Nunca devia ter entrado….não tem aptidão para o poder e deixou na mão de subalternos as decisões políticas que alicerçam o conhecimento técnico.

  6. Gladeson
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 18:30 hs

    Jamais votaria nele

  7. Tele
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 18:32 hs

    Envolvido em 28 projetos mundo a fora, vai se envolver em politica local, pra que? Com certeza sera muito reconhecido pelo mundo.

  8. anti pt
    quarta-feira, 7 de maio de 2014 – 18:37 hs

    pelo menos uma notícia boa

  9. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 8 de maio de 2014 – 5:47 hs

    Miúdos, estreitos, rasteiros e ocos comentários duns e doutros.
    O Interior do Paraná viu o incremento da sua industrialização a partir da construção do Anel de Integração. E isso contribuiu substancialmente para a fixação do homem lá, e ainda provoca o retorno dos que vieram inchar as periferias curitibanas e sua RM.
    Toda omelete é resultado de ovos quebrados. A bronca é contra o custo do pedágio, caro prá caraio. Mas, à época, prática desconhecida, era decorrente. Garanto que a maioria dos abobados de enchente que dedilharam bestas linhas ai em riba, é fã do Abaixa ou Acaba! que enganava todo mundo mandando prá Justiça os pedidos de reajuste sacramentados nos – reconheço, draconianos contratos. O que legou baita passivo judicial pro sucessor e ainda por cima, contradito como é, autorizou a praça da Lapa.

  10. OTIMISTA
    quinta-feira, 8 de maio de 2014 – 5:57 hs

    O Lerner está corretíssimo. Contribuiu demais para Curitiba.
    Uma figura pública tem que terminar o seu mandato de forma triun-
    fal. Saia por cima como Pelé.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*